Percy Jackson Olympian Alliance

Rebekah procura a pedra de Afrodite.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Rebekah procura a pedra de Afrodite.

Mensagem por Apolo em Seg Nov 11, 2013 9:20 am


Closet...








Bekah foi jogada com muita força. Sua pele sensível agora estava avermelhada e quente na região da cintura. As mãos de Apolo eram mais quentes do que ela imaginava. Ela gritou desesperadamente, com berros capazes de ensurdecer qualquer pessoa nesse mundo.

Ela caiu dentro de uma caçamba cheia de... tecidos. A filha de Zeus não ficou enrolando, fazendo drama por causa da dor que sentia. A semideusa logo olhou ao seu redor e viu que os retalhos ao redor dela eram na verdade, lixo. Ela havia caído atrás de uma fábrica de roupas...

Saiu da caçamba antes que um caminhão a levasse para um lixão. Limpou suas roupas e foi andando, tentando ignorar o coração acelerado dela e a dor que sentia na cintura. Um papel e um mapa caíram ao lado dela, ela os pegou. As instruções do papel diziam:

"Siga o mapa, quando chegar ao seu destino, será contada qual a sua tarefa. Boa sorte.

Assinado,
Apolo."

A garota pegou o mapa. A única seta desenhada no papel apontava para a frente... e ela foi seguindo conforme ela mudava.

Regras:
-Você tem até 12h00 do dia 16/11/2013 pra postar.
-Narre desde o momento em que foi lançada da mansão.
-Siga a seta, você vai dar a volta no quarteirão até entrar na fábrica de roupas.
-Seja descritiva.
-Poderes dos filhos de Zeus até o nível 17. O que você ganhar atemporalmente não conta.
-Boa sorte, me surpreenda!


thanks mseller @



Última edição por Apolo em Qua Nov 13, 2013 12:54 pm, editado 2 vez(es)

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 27
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rebekah procura a pedra de Afrodite.

Mensagem por Rebekah M. W. Götze em Qui Nov 14, 2013 1:35 pm

O deus purpurinado me segurou com suas mãos quentes como lava, não que eu já tivesse experimentado tocar lava antes, e me arremessou no ar sem rumo como se realmente não estivesse ligando para o meu destino, o que eu tinha certeza de que era verdade. O ar quase se extinguia de meus pulmões e eu tinha uma certeza incerta de que se não fosse filha do deus dos céus talvez tivesse morrido antes da queda por sufocamento. Eu me via em meio a uma queda livre que parecia não ter fim. Pensei até na Alice de Lewis Carroll e tentei me utilizar de seus artifícios para esquecer a falta de ar e o fato de que eu provavelmente estaria mortinha quando chegasse no solo. Acabei desistindo dessa ideia porque minha vida não era tão atrativa quanto a da Alice, mas para minha sorte, ou seja lá o que for, no momento seguinte senti que estava perdendo altitude e de repente eu estava embolada em um emaranhado de tecidos.

Uma dor me incomodava na região da cintura, onde Apolo havia tocado, as mãos dele eram muito quentes e eu receava que alguma cicatriz estivesse a caminho de se formar em minha pele já marcada por alguns pequenos pontos que representam os locais onde os enfermeiros costumavam aplicar os sedativos quando eu estava no St. Michael. Resolvi que não devia me demorar e afastei as diversas peças de roupas defeituosas com as mãos. Consegui, enfim, me livrar de boa parte delas e pulei da caçamba. Pela primeira vez notei que tratava-se de uma caçamba de lixo e uma caçamba de lixo cheia de tecidos só poderia pertencer a um lugar como... Uma fábrica de roupas. Morcegos voaram em meu estômago, eu tinha alguma ideia do que poderia estar me esperando e não gostava nada daquilo.

Tentei ignorar a dor que ainda me incomodava e limpei minhas roupas livrando-me de alguns pedaços de retalhos que haviam se infiltrado em minhas vestes. Foi quando reparei em um pedacinho de papel caído no chão. Fitei-o por alguns segundo, só podia ser uma pista, então, abaixei-me e agarrei o pequeno bilhete abrindo-o com rapidez.



"Siga o mapa, quando chegar ao seu destino, será contada qual a sua tarefa. Boa sorte.

Assinado,
Apolo."


Apanhei o mapa e o abri sabendo que não era capaz de interpretar quase nada em um documento como aquele, mas vi apenas uma seta, um alívio percorreu por todo o meu corpo. A seta apontava para frente e eu segui em frente até sair daquele beco escuro e sem vida. Quando cheguei à esquina a seta mudou e passou a apontar para a esquerda, eu a segui olhando ao redor para as pessoas que andavam na rua e percebendo algo de diferente, mas extremamente semelhante neles. Os homens andavam por ai com boinas e bigodinhos finos como uma linha. As mulheres tinham uma aura de delicadeza que eu nunca possuiria mesmo que usasse os vestidos mais floridos do mundo.

Continuei andando. As ruelas de paralelepípedos, a arquitetura antiga das casas. Aquilo parecia tanto com... Minhas suspeitam se confirmaram assim que vi uma loja de flores do outro lado da rua com o nome de Belle Vue. Como eu pensara, era a França. Voltei meus olhos para o mapa quando já chegava na esquina e vi que a seta já havia mudado novamente. Segui o mapa passando por outra ruela de paralelepípedos e casas antigas. Haviam dois senhores parados diante de uma doceria conversando em um tom elevado. Meu francês não era grande coisa, mas entendi algo relacionado a empadas e e bolinhos de copo, os famosos cupcakes. Nada que pudesse ser muito importante naquele momento.

Mais uma vez cheguei a uma esquina e a seta piscou antes de apontar outra direção mais uma vez. Segui na direção em que a seta apontava apressando o passo quando percebi que a seta começara a piscar mais uma vez. Havia uma porta. Era pequena e cinzenta, mas era para onde a seta apontava. Suspirei.

- Vamos lá Bekah, você não vai ter medo de abrir uma portinha. - Sussurrei comigo mesma empurrando o pedaço de madeira cinzento.

Adentrei no local que estava escuro e olhei ao redor. Larguei a porta em um impulso estúpido e ouvi o baque quando ela se fechou com a força do vento. Ótimo. Sem luz e sem saída.

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


How many secrets can you keep?
Cria do Zé Trovão
@
avatar
Rebekah M. W. Götze
Filhos De Zeus
Filhos De Zeus

Mensagens : 59
Data de inscrição : 25/03/2013

Ficha Meio-Sangue
Nível: 19
HP:
183/190  (183/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rebekah procura a pedra de Afrodite.

Mensagem por Apolo em Sex Nov 15, 2013 9:05 am


Closet...








A garota andou alguns passos, a fábrica parecia estar inativa, não havia o som de máquinas de costura e nem o som de pessoas andando. Talvez ela tivesse entrado num local abandonado... mas se estava abandonado, porque havia tantos tecidos jogados no lixo?

A resposta para algumas dessas perguntas veio logo em seguida. Quando Rebekah estupidamente falou a palavra mais usada em filmes clichês. Na verdade, nem ela sabia porque ela falou aquilo, mas talvez fosse a melhor opção que um semideus teria num lugar daqueles.

-Olá? - Foi a palavra emitida pela boca da filha de Zeus.

Bom, deu certo. As luzes da fábrica se acenderam uma a uma, cada uma demorava cerca de trinta segundos pra acender. Algo ofuscou a visão de Rebekah e tudo se apagou de novo, apenas uma luz ficou acesa, no fundo do corredor. A semideusa abriu os olhos e seguiu aquele feixe de luz.

A luz apontava para uma mulher, desenhando em uma mesa, tinha a aparência de uma estilista famosa, uma cara pontuda, óculos, cabelos negros e sedosos e muito magra. Quando ela olhou para Rebekah, era uma mulher jovem, ruiva de olhos verdes. Atrás dela, anjos costuravam togas gregas para os deuses, sobre a mesa, havia uma revista de homens nus com a foto de Dionísio na capa... cena no mínimo nojento

-Ah... - Disse a mulher, agora loura, com uma expressão de deboche no rosto - Eu esperava que Apolo me enviasse... coisa melhor.

A mulher alta e morena se levantou, encarando Rebekah. Ao mesmo tempo que a semideusa sentia um ódio daquela mulher, por ser filha de Zeus, ela também sentia uma vontade de abraçá-la e dizer palavras amorosas... era o poder de Zeus e o poder de Afrodite entrando em conflito.

Por mais que Afrodite já soubesse, a semideusa teria que contar o que queria com ela.

Regras:
-Você tem até 12h05 do dia 17/11/2013 pra postar.
-Narre todo o meu post do seu Ponto de Vista
-Conte a Afrodite o que você precisa.
-Seja descritiva.
-Poderes dos filhos de Zeus até o nível 17. O que você ganhar atemporalmente não conta.
-Boa sorte, me surpreenda!


thanks mseller @


-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 27
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rebekah procura a pedra de Afrodite.

Mensagem por Rebekah M. W. Götze em Seg Nov 18, 2013 12:58 pm

Eu passei minha vida tentando parecer original, o que em partes foi responsável por me colocar em um hospício, mas naquele momento ser original era o que menos me interessava. Estava escuro. E eu simplesmente odeio escuro. Queria mais do que qualquer coisa arrumar um ponto de luz, então segui o exemplo dos mocinhos nos filmes de terror e gritei a palavra que foi seguida por um eco.

- Olá? - Olá? Olá? Olá?

E não é que funcionou? No momento seguinte as luzes da fábrica silenciosa começaram a piscar e acenderam-se uma a uma. Fiquei por um momento arriscando até um sorriso travesso quando as luzes voltaram a piscar novamente e desligaram-se uma a uma deixando apenas um pequeno feixe de luz no fundo do corredor.

Confesso que não estava com nem um pouco de vontade de caminhar por aquele corredor e encontrar o que quer que estivesse me esperando no fim dele, mas sabia que não tinha muitas escolhas, na verdade. Respirei fundo, olhei para a porta as minhas costas. Fechada. Tive a certeza de que não havia outro caminho e então caminhei na direção do feixe de luz.

Mesmo de longe eu podia enxergar uma mulher de longos cabelos negros debruçada sobre uma mesa desenhando alguma coisa. E conforme fui me aproximando percebi que ela era extremamente bonita, bonita demais para os padrões de beleza comuns, e era tão bonita assim porque a cada hora assumia uma forma diferente. Aos meus olhos ela se tornou uma belíssima mulher ruiva de olhos verdes e a pele de porcelana.

Trinta centímetros nos separavam quando ela murmurou em uma voz melodiosa que Apolo poderia ter enviado "uma coisa melhor". Senti o sangue se acumulando em minhas bochechas e a raiva me dominou ao mesmo tempo em que eu tinha uma estranha vontade de abraçar aquela deusa imprestável. Fechei os olhos e respirei fundo mais uma vez voltando a abri-los e encarando a deusa. Eu resistiria ao seu poder. Eu resistiria a vontade de mandar que ela fosse procurar suas semelhantes nos bordéis de Las Vegas.

Voltei meus olhos em outra direção. Havia anjinhos costurando as togas divinas, uma prateada só podia ser de Ártemis e eu senti uma imensa vontade de que minha missão fosse encontrar a ela e não a deusa do amor. Revirei os olhos e olhei para a mesa vendo ali uma... Engoli em seco e encarei Afrodite.

A deusa estava de pé. Na minha frente. Me encarando. Eu sabia que ela podia ler meus pensamentos ou tinha vaga ideia a respeito disso, então tentei controlá-los ao máximo, afinal, não gostaria de ser fuzilada naquele momento. Ser filha de Zeus não conta quando se está em frente a outro deus. Olhei para a deusa escondendo, com a maior habilidade que consegui encontrar dentro de minhas veias, a raiva e forcei um sorriso.

- Apolo supõe que eu deva encontrar uma pedra... A sua pedra. Pode me ajudar a encontrá-la? Nosso acampamento está virando um freezer ambulante, você tem que me ajudar! Quer dizer, suas filhas também estão lá e os outros semideuses. Muitas pessoas estão contando comigo e com os outros. Por favor, me diga o que fazer e eu farei. - Indaguei aflita por não saber como me direcionar a uma deusa e ter a perfeita convicção que Afrodite gostava tanto de mim quando eu gostava dela. E por temer que ela quisesse fazer com que eu pagasse por odiá-la de alguma forma.

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


How many secrets can you keep?
Cria do Zé Trovão
@
avatar
Rebekah M. W. Götze
Filhos De Zeus
Filhos De Zeus

Mensagens : 59
Data de inscrição : 25/03/2013

Ficha Meio-Sangue
Nível: 19
HP:
183/190  (183/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rebekah procura a pedra de Afrodite.

Mensagem por Apolo em Ter Nov 19, 2013 10:13 am


O labirinto de Afrodite








Afrodite sorriu de modo maligno, mas não conseguiu assustar a semideusa à sua frente. Ela andou de um lado para o outro, fazendo barulho com o seu salto dourado enquanto a filha de Zeus explicava a situação em que tinha se metido. Assim que a fala terminou, a deusa respondeu.

-Pois bem... precisa da minha pedra. - Riu - Ah, ela fica escondida em um lugar muito difícil de achar. Duvido que você saia viva, mas se quer assim... me acompanhe.

Afrodite deu as costas e saiu andando para o fundo da fábrica, até chegar em uma pequena porta de madeira com uma placa indicando os dizeres "Closet". Rebekah se perguntou porque aquela deusa queria que ela entrasse dentro de um closet, mas tudo se explicou quando Afrodite abriu a porta.

Aquele armário de roupas parecia não ter fim e fazer curvas para todos os lados... era um labirinto.

-Entre, a pedra está em algum lugar desse labirinto - Sorriu.
-Ótimo, com licença. - Disse a semideusa, ironicamente.

Assim que Rebekah entrou no labirinto, o mapa se descontrolou. O local era nada mais nada menos do que um monte de estantes tortas cheias de sapatos. Havia também um caminho com estantes cheias de bolsas, outro com vestidos e muitos outros caminhos para serem seguidos. A garota optou por seguir o caminho dos sapatos.

Regras:
-Você tem até 13h15 do dia 21/11/2013 pra postar.
-Narre todo o meu post do seu Ponto de Vista
-Siga o caminho e vá procurando pela pedra até chegar no fim do caminho, onde não poderá seguir para nenhuma direção.
-Seja descritiva.
-Poderes dos filhos de Zeus até o nível 17. O que você ganhar atemporalmente não conta.
-Boa sorte, me surpreenda!


thanks mseller @


-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 27
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rebekah procura a pedra de Afrodite.

Mensagem por Rebekah M. W. Götze em Ter Nov 19, 2013 1:28 pm

A risada maligna de Afrodite não me afetava. Eu só queria que ela parasse de andar de um lado para o outro de uma vez e me dissesse. Me dissesse como encontrar a maldita pedra. Enquanto eu falava ela não parecia dar muita atenção, apenas caminhava para lá e para cá. Até que, enfim, eu terminei e ela respondeu sem dar muita importância.

-Pois bem... precisa da minha pedra. - Ela deu uma risada falsa. - Ah, ela fica escondida em um lugar muito difícil de achar. Duvido que você saia viva, mas se quer assim... me acompanhe.

A deusa deu as costas para mim e saiu andando pelo corredor até os fundos da fábrica. Os anjinhos costureiros ainda me fitaram enquanto eu seguia Afrodite. Se eu tivesse de escolher tenho certeza de que teria preferido ficar ali com eles costurando as togas dos deuses mesmo que estes não merecessem tal dedicação.

Não demorou para que chegássemos a uma porta de madeira com uma placa indicando "Closet". Eu não conseguia compreender o porquê de entrar em um closet. Só entrara em um algumas vezes quando ainda estava em casa e minha mãe implantou um deles em meu quarto, mas não era o meu lugar favorito na casa. Em St. Michael nós não tínhamos um closet. Não havia necessidade. Roupas eram o menor dos nossos problemas naquele lugar.

Espantei aqueles pensamentos de minha cabeça e me voltei para o que Afrodite dizia com sua voz que passara rapidamente de uma belíssima melodia para um murmurinho irritante.

- Entre, a pedra está em algum lugar desse labirinto - A deusa esboçou outro daqueles sorrisos falsos para mim e eu senti uma repentina necessidade de esbofetear a cara dela, mas ao invés disso respirei fundo.

Voltei-me para a deusa e respondi no tom mais sarcástico que consegui empregar em minha voz.

- Ótimo, com licença.

Eu nunca havia entrado em um armário como aquele. Um armário/labirinto, de acordo com as informações que Afrodite me dispusera. Era a coisa mais sufocante que eu já tinha visto na vida. Fiquei parada por um tempo observando as grandes estantes tortas e cheias de sapatos e bolsas e todas essas coisas. Imaginei que aquele lugar seria muito mais bonito se ao invés de ter sapatos tivesse livros.

Percebi que estava perdendo muito tempo e que enquanto isso o acampamento estava virando um freezer ambulante, então decidi me apressar e caminhei rapidamente seguindo o corredor dos sapatos. Olhando as estantes vi vários tipos deles, com pontas pontiagudas, quadradas, redondas e triangulares. Haviam saltos finíssimos como se fossem agulhas e rasteirinhas ideais para climas tropicais. Mas em nenhuma daquelas peças estava a pedra.

De repente bati a cabeça em um pedaço de madeira e quando me afastei massageando a testa percebi uma enorme estante bloqueando minha passagem. Nela haviam sapatos diferentes, sapatos engraçados, na verdade, e pela primeira vez eu achei aquele lugar um pouco interessante. Eram sapatos de palhaço e de bobos da corte, bem grandes, com cores vivas e pontas circulares. Sapatos de bolinhas e listras. Mas não fazia diferença, eu ainda não conseguia ver a pedra e também não via a saída.

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


How many secrets can you keep?
Cria do Zé Trovão
@
avatar
Rebekah M. W. Götze
Filhos De Zeus
Filhos De Zeus

Mensagens : 59
Data de inscrição : 25/03/2013

Ficha Meio-Sangue
Nível: 19
HP:
183/190  (183/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rebekah procura a pedra de Afrodite.

Mensagem por Apolo em Qua Nov 20, 2013 9:20 am


O labirinto de Afrodite








Rebekah foi obrigada a voltar todo o caminho dela até chegar no início do labirinto. Ela estava prevendo que ficaria perdida para sempre naquele lugar infernal e cheio de frufrus. Desta vez, ela decidiu por optar pelo caminho das bolsas, todas elas se encontravam fechadas e Rebekah teria que abrir cada uma, atrás da pedra de Afrodite.

...

Se passaram cinco horas, a semideusa tinha andando apenas quinze metros no labirinto. Ela finalmente encontrou a pedra dentro de uma bolsa de couro branca. A semideusa suspirou, mas sabia que sua missão não tinha acabado, agora ela precisava chegar ao centro do labirinto.

Regras:
-Você tem até 12h20 do dia 22/11/2013 pra postar.
-Narre todo o meu post do seu Ponto de Vista
-Siga o caminho das bolsas até chegar em um ponto que ele se divide, vá pela direita.
-Seja descritiva.
-Poderes dos filhos de Zeus até o nível 17. O que você ganhar atemporalmente não conta.
-Boa sorte, me surpreenda!


thanks mseller @


-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 27
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rebekah procura a pedra de Afrodite.

Mensagem por Rebekah M. W. Götze em Qui Nov 21, 2013 6:31 pm

Não havia saída por ali, o que me forçou a dar meia volta e encontrar uma saída, outro corredor ou o que quer que fosse que pudesse me tirar do beco. Eu já me imaginava eternamente perdida no meio daquele labirinto cheio de glitter e cor-de-rosa. Afrodite era realmente uma deusa tediosa. Bufei e continuei meu caminho até encontrar o caminho das bolsas. Ocorreu a mim que aquelas bolsas poderiam não estar ali por acaso. Mas elas eram tantas e meus dedos já doíam apenas de pensar na hipótese de que a pedra poderia estar dentro de qualquer uma delas, afinal, onde é que a deusa do amor guardaria um de seus bens mais preciosos?

Aproximei-me da prateleira sem muita vontade e agarrei a primeira bolsa, uma amarela e com um zíper dourado de tamanho mediano. Abri o zíper e olhei dentro da bolsa, só haviam papeis e mais papeis. Larguei a bolsa no chão e agarrei uma outra, cor-de-rosa, zíper de coração. Abri a mesma com rapidez e havia um estojo de maquiagem. Joguei a bolsa no chão com raiva e agarrei uma bolsa esverdeada de couro. O zíper estava emperrado, o que me atrasou consideravelmente, mas assim que consegui abri-la o desapontamento se estampou em minha face. Nada.

Trezentas mil bolsas depois...

Agarrei uma bolsa branca de couro. Podia ser uma Prada ou uma Louis Vuitton, de qualquer jeito não faria diferença se a pedra não estivesse ali dentro. Rapidamente desafivelei a bolsa e abri o zíper. Minha boca se abriu em formato de "O" e eu senti meu coração acelerar. A pedra. Estava lá dentro. Enfiei a mão dentro da pequena bolsinha sentindo o tecido de cetim tocando minha pele. Tirei a pedra de lá e a encarei por alguns segundos. Era bonita, um pouco rosada. Mas então minha cabeça vagou para longe dali, para o lugar onde se recordava de que eu ainda precisava encontrar a saída.

Olhei ao redor secando o suor da testa com as costas da mão e segui pelo caminho das bolsas rapidamente. Por um tempo eu não vi nada além das grandes prateleiras entulhadas com aqueles objetos que eu não conseguia mais ver. Mas, então, cheguei em um corredor. Ele estava dividido em dois lados. Eu não tinha ideia de para onde cada um deles seguiria, então resolvi escolher de uma maneira bastante sensata.

- Uni, dunê, tê, salame mingue, o sorvete colorê, o escolhido foi... vo-cê

Direita? Ótimo. Segui pelo corredor guardando a pedra no bolso da calça.

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


How many secrets can you keep?
Cria do Zé Trovão
@
avatar
Rebekah M. W. Götze
Filhos De Zeus
Filhos De Zeus

Mensagens : 59
Data de inscrição : 25/03/2013

Ficha Meio-Sangue
Nível: 19
HP:
183/190  (183/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rebekah procura a pedra de Afrodite.

Mensagem por Apolo em Seg Nov 25, 2013 6:58 am


O labirinto de Afrodite








Não demorou menos que três minutos para Rebekah dar de cara com uma nova estante que ela tinha certeza que não estava ali há momentos atrás. Levou suas mãos ao rosto para ver se não tinha cortado a boca e agradeceu que foi apenas a dor e o susto. Sem grandes ferimentos.

Ao lado dela, havia uma nova estante, ela estava cercada. No momento que ela ia gritar desesperadamente, uma das estantes ao lado dela se abaixou, revelando um novo caminho. A semideusa rapidamente saiu correndo antes que ficasse presa novamente.

Foram duas horas batendo com a cabeça em estantes e ficando presa a toda hora, até ela chegar no centro do labirinto. Nele havia um altar enorme e com um brilho rosa no meio, ao seu lado, havia um pequeno baú com penas de pomba dentro.

Regras:
-Você tem até 10h00 do dia 27/11/2013 pra postar.
-Narre todo o meu post do seu Ponto de Vista
-Descreva o altar, coloque a pedra no baú.
-Poderes dos filhos de Zeus até o nível 17. O que você ganhar atemporalmente não conta.
-Boa sorte, me surpreenda!


O altar é tipo isso, mas o brilho é rosa e fica todo no centro:


thanks mseller @


-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 27
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rebekah procura a pedra de Afrodite.

Mensagem por Rebekah M. W. Götze em Seg Nov 25, 2013 2:54 pm

E as estantes apareciam em meu caminho a toda hora, por todos os lados e sem aviso prévio. Eu estava cercada. Sufocada. Com medo. Mas eu não podia fraquejar porque não tinha ideia de quantas pessoas podiam estar dependendo de que eu achasse o centro daquele labirinto. Maldito labirinto! Estava a ponto de gritar quando um novo corredor materializou-se em minha frente. Não precisei pensar duas vezes para saber que devia correr dali o mais rápido possível.

As estantes apareciam de todos os lados, de lugares que eu não conseguia imaginar, fazendo com que eu batesse a cabeça a todo o tempo em paredes artificiais que NÃO ESTAVAM ALI UM SEGUNDO ANTES. Minha testa estava doendo com todas aquelas batidas incômodas, mas eu não parei. Minhas pernas já doíam quando finalmente parei e olhei ao meu redor.

Havia um altar, um tipo de rocha com uma fenda no meio de onde saia uma luz rosa, ao redor a rocha era cercada por uma mureta de pedrinhas grudadas umas nas outras. Várias rochas compridas circundavam a rocha central e ao lado dela havia uma baú cheio de penas de pomba cobrindo seu interior.

Tirei a pedra do bolso e a observei por um tempo, achava que ela precisava descansar em algum lugar. Pousei a pedra dentro do baú e olhei ao redor esperando que algo acontecesse.

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


How many secrets can you keep?
Cria do Zé Trovão
@
avatar
Rebekah M. W. Götze
Filhos De Zeus
Filhos De Zeus

Mensagens : 59
Data de inscrição : 25/03/2013

Ficha Meio-Sangue
Nível: 19
HP:
183/190  (183/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rebekah procura a pedra de Afrodite.

Mensagem por Apolo em Seg Dez 02, 2013 4:50 am


Finale








A garota sentiu que aquele baú deveria ser colocado no centro do altar e assim o fez. Logo que encostou o artefato que carregava a pedra próximo àquela luz, ela sentiu suas mãos sendo sugadas para o altar. De algum modo, a filha de Zeus sabia que nada aconteceria com ela.

Em seguida, ela sentiu que toda a sua energia havia escapado de seu corpo e caiu em um sono profundo.

Assim que acordou, ela viu que estava em uma cama, do lado de mais camas com alguns campistas adormecidos. O baú já não estava mais em suas mãos e ela viu Apolo em sua toga, andando de um lado para o outro, como se estivesse preocupado ou ansioso.

thanks mseller @


-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 27
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rebekah procura a pedra de Afrodite.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum