Percy Jackson Olympian Alliance

Allen procura a pedra de Hermes

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Allen procura a pedra de Hermes

Mensagem por Apolo em Seg Nov 11, 2013 5:28 am


Siga a seta!







Allen não gritou tanto quanto deveria, mas gritou bastante. Ele fora lançado pelas costelas, que agora queimavam por causa do calor das mãos de Apolo. Ele voou em linha reta até começar a cair, foi em queda livre por dois minutos até atingir o chão.

Ele caiu no meio de um monte de árvores, depois acertou o chão de terra fofa, o que amorteceu uma dor que com certeza deveria ter o matado... depois que ele se levantou, percebeu que havia na verdade, se afundado na lama e que seu corpo fora todo arranhado pelos galhos das árvores.

Ele aproveitou a natureza ao seu redor para curar os arranhões e amenizar a dor da queimadura leve, mas continuou sujo. Grudado em uma das árvores, havia um papel com algumas inscrições douradas, ele retirou esse papel da árvore o leu:

"Você deve seguir o mapa até encontrar um homem loiro e alto, mas não mais bonito do que eu. Diga a ele que quer que ele entregue a você, um documento falsificado. Ele vai entender o código e ninguém sabe o que acontece depois disso.

Boa sorte,
ou não, pra mim, tanto faz.

Assinado, Apolo."

Allen olhou ao redor para ver se encontrava algum mapa, mas viu que ele estava no bolso de um de seus casacos. Por falar nisso, ele largou algumas de suas roupas na floresta e ficou com apenas alguns casacos para se proteger do frio do país em que estava.

O mapa era apenas uma seta, apontando para o norte, o garoto a seguiu.

Regras:
-Você tem até 08h25 do dia 13/11/2013 pra postar.
-Narre desde o momento em que foi lançado da mansão.
-Siga a seta até chegar em uma praça, mas você não vai encontrar ninguém. Seja bastante descritivo quanto as paisagens ao seu redor.
-Poderes dos cavaleiros de Héstia e dos filhos de Deméter até o nível 4. O que você ganhar atemporalmente não conta.
-Boa sorte, me surpreenda!


thanks mseller @



Última edição por Apolo em Qua Nov 13, 2013 12:49 pm, editado 3 vez(es)

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 26
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Allen procura a pedra de Hermes

Mensagem por Allen Souke em Ter Nov 12, 2013 6:12 pm


 
Argentina
Um coelho! Ñ pera -q




 
- Proximo! – Apolo gritou depois de jogar um garoto para o alto.
Antes que pudesse protestar, o deus me agarrou e me arremessou para cima.
Zeus que me perdoe, mas pensei que iria para o Mundo Inferior agora mesmo.
Minhas costelas ardiam, parecia que minha pele tinha sido queimada ao entrar em contado com as mãos do deus; até agora esse não era o problema. Nem liguei muito enquanto estava subindo, pensei que iria passar das nuvens e pousar em alguma casa voadora ou alguma coisa do tipo. Só percebi que isso não iria acontecer quando a velocidade começou a abaixar até parar. Quando olhei para baixo, minha visão deu uma rodada. "Céus, eu estou muito alto”, pensei. E então comecei a cair e a gritar.
Sabe aqueles sonhos que você sente que está caindo? Então, a sensação é quase a mesma. Só que muito pior. Quando finalmente estava chegando perto do chão, passe a toda velocidade por centenas de galhos de algumas arvores e por fim, aterrissei no chão. Como era estanho aquele tipo de areia. Quando me levantei, vi os arranhões que sangravam um pouco em diversas partes do corpo e minhas costelas ainda estava queimadas, o que me deixava com o dobro de dor. Tremendo ainda do susto, resolvi me mover, só que percebi onde eu tinha caído. Em uma poça de lama.
Que sorte, se não fosse aquela pequena poça, eu teria arranjado um grave problema nas pernas. Tirei algumas folhas que estavam em minha roupa e sai da lama facilmente. Botei a mão para frente e percebi que ainda estava tremendo do susto de ser jogado para cima. Fui andando até um pedaço gramado e sentei-me no chão perto de várias arvores. Aquele lugar era até que bonito, com uma imensa variedade de plantas e animais. Olhei para o lado e vi um coelho ou uma lebre, não sei, ela estava me encarando. Aproveitando a oportunidade, tento me comunicar com ele. ”Onde eu estou?” Perguntei ao animal sem ao menos abrir a boca. ”Argentina”. Disse o animal, e depois pulou em um arbusto, sumindo.
Argentina? Como assim? Eu nem tinha ido tão alto assim ao “empurrãozinho” do deus. Mas esqueci de que ele era um deus. Ele podia fazer o que quisesse.
Encostei a mão na arvore a minha esquerda e tentei relaxar. Sempre quando estava na natureza e que fazia isso, me sentia mais forte e mais disposto. Bom, pelo menos na floresta do acampamento era assim. Logo que me levantei me senti bem melhor, ainda continuava sujo mais isso não importava agora. Tirei um dos três casacos e fiquei apenas com um. Ali era frio, mas não tanto comprado com o acampamento. Desviei o olhar de minhas roupas jogadas perto da lama e olhei para a pobre arvore, coitada, parecia bem “velhinha”. Nem tinha percebido que nessa mesma arvore tinha um papel. Não hesitei em puxa-lo de lá e começar a ler:
- Você deve seguir o mapa até encontrar um homem loiro e alto, mas não mais bonito do que eu. – Estava escrito com uma caligrafia dourada e delicada. - Diga a ele que quer que ele entregue a você, um documento falsificado. Ele vai entender o código e ninguém sabe o que acontece depois disso. Boa sorte, ou não, pra mim, tanto faz. Assinado, Apolo.
Okay, não entendido absolutamente nada. Mas era um Olimpiano escrevendo uma carta, deveria segui-la religiosamente. Ainda não sabia onde estava o mapa, mas alguma coisa me mandou checar o bolso do casaco que tinha deixado para trás. Fui até ele e achei um pedaço de papel. Era um mapa, na verdade. Tinha uma seta que só apontada para uma direção.
- Norte. – falei em voz alta.
Sai correndo rumo ao norte, abrindo caminho com os próprios braços, destruindo pequenos cipós que estavam em meu caminho. Quando saio da floresta, vejo uma pequena estrada de terra e uma praça vazia. Não tinha ninguém a vista. Irritado, com fome, odiando aquele clima, todo suado e enlameado, me sento em um banco da pequena praça e fico ali. A mercê da sorte.

Habilidades:
Cura Natural - Ao estar na natureza, esta irá se preocupar com cada filho de Deméter e este quando ferido irá receber da própria natureza parte de sua energia. Para curar-se, basta tocar algo como um tronco de uma árvore, cair sobre o campo e coisas parecidas. Lembre-se, você irá sugar uma pequena quantia de força vital das plantas para se curar.
 
Eco-Linguística - Com essa habilidade poderá falar com todos os seres da natureza, seja vegetal ou animal.
 
Aura da Restauração - Consegue restaurar suas energias e sua força utilizando da força natural turismo e viagens ao redor. Em níveis mais altos poderá restaurar 50% de sua vida. Usado apenas uma vez.


Post: 003~ Roupas: Casaquin E Shortin~ Musica: Desaparecidos - Fiesta Loca~ Notas: Quem será o Homen Loiro?~
@ Oops!

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------




Burro | Mano do Mano | Prole de Deméter

Allen Souke™

credits @Demetria for MDD
avatar
Allen Souke
Cavaleiros De Héstia
Cavaleiros De Héstia

Mensagens : 63
Data de inscrição : 17/08/2013
Idade : 19
Localização : Localização 'u'

Ficha Meio-Sangue
Nível: 8
HP:
135/135  (135/135)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Allen procura a pedra de Hermes

Mensagem por Apolo em Qua Nov 13, 2013 12:02 pm


Pega, ladrão!







Sentado no banco da praça, o tempo parecia não querer passar para Allen. Ele sentiu que Apolo só poderia estar brincando com sua cara... mas sua opinião mudou quando realmente um homem louro apareceu bem atrás dele. Era alto, tinha olhos intensamente azuis e era bastante magro, mas musculoso.

-Eu... eu quero um documento falassificado - Disse Allen.
-Falsificado, não? - Corrigiu o homem.
-Acho que... sim. Isso aí mesmo. - Allen concordou.

O homem louro sorriu maliciosamente, o coração de Allen disparou, o que aquele código poderia dizer? Será que Apolo o enviou para um tarado? o.O' Mas o rapaz logo se apresentou:

-Talvez você não tenha notado - Pigarreou - Mas eu sou Hermes, deus dos ladrões e dos viajantes.
-Ah... - Allen ficou sem reação, fazendo uma reverência desajeitada. Hermes riu.
-Bem, provavelmente Apolo quer as pedras pra tirar Perséfone do submundo, eu não vou dar ela assim. Ele vai querer o amor dela e teremos que disputar tudo de novo, como foi feito com Quione...
-Não, senhor Hermes - O garoto respondeu.

Allen explicou porque precisavam libertar Perséfone, o deus prestou atenção e lhe passou seu desafio. Hermes venderia a pedra por duzentos pesos... mas esses pesos precisariam ser roubados.

Regras:
-Você tem até 15h do dia 15/11/2013 pra postar.
-Narre todo o meu post do seu ponto de vista.
-Durma, quando acordar, a praça vai estar cheia de gente. Será nesse momento que você fará o primeiro roubo da sua vida. Seja criativo quanto a isto.
-Você fará cinco posts, cada um equivalendo a um roubo. Estes devem ser diferentes um dos outros.
-Poderes dos cavaleiros de Héstia e dos filhos de Deméter até o nível 4. O que você ganhar atemporalmente não conta.
-Boa sorte, me surpreenda!


thanks mseller @


-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 26
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Allen procura a pedra de Hermes

Mensagem por Allen Souke em Qui Nov 14, 2013 6:49 pm


 
Part. 2
Assalto 1




 
Esperei um bom tempo. Sorte que estava sentado.
Uma brisa gelada bateu em meu rosto, fazendo-me despertar do meu pequeno cochilo. Ali era um ótimo lugar para um mendigo dormi pouca iluminação, sem ninguém. Estava quase deitando naquele banco. Olhava para todos os lados, imaginando o tal cara loiro do papel chegar. Não parava de pensar onde os outros semideuses estavam, onde Jardel estava e por que Apolo tinha passado essa missão para mim, já que sabia que tinha poucas chances de voltar vivo. O pior era que nem sabia como ir em bora daquele lugarzinho no meio do nada, e principalmente de madrugada. Quando decidi que iria dar um fora dali, sinto uma mão em meu ombro esquerdo. Minha reação foi pegar a foice de imediato, mas alguma coisa me dizia para não atacar, então, fiquei apenas segurando o cabo da arma. Encarei aquele rapaz que estava parado perto de mim. Ele era loiro e tinha olhos bem azuis. Era alto e magricela e tinha as orelhas estranhas. Loiro...Alto... Demorei um pouco para ligar os fatos, mas assim que percebi, fui direto ao ponto.
- Eu... Eu quero um documento falassificado. – Me sentia até meio intelectual falando essas palavras difíceis.
O homem me encarou e fez uma expressão de duvida
- Falsificado, não?
Puxei de dentro do bolso o mais rápido possível o pedaço de papel que Apolo tinha escrito. A iluminação estava ruim, mas ainda sim consegui ler a palavra. F-A-L-S-I-F-I-C-A-D-O. Nem liguei todo mundo já falou errado, não é mesmo?
O loiro me lançou um sorriso torto o que me fez repensar no que estava fazendo. Nunca tinha visto esse cara e já estava pedindo um documento? E se ele fosse um estuprador? Ou um Maníaco que colecionava orelhas de meninos virgens? Um chefe de uma Casa de Suingue querendo me contratar? Estava me sentindo ameaçado, iria ligar para minha mãe vir me buscar. Só que antes, teria que pedir emprestado o celular do moço.
O homem tomou a palavra novamente.
-Talvez você não tenha notado, mas eu sou Hermes, deus dos ladrões e dos viajantes.
Hermes, como assim? Não, aquele não era o deus Hermes, deveria ser algum outro deus, ou um cara com  o nome parecido. Ele deve ter falado Heberts, não Hermes.
Mesmo assim, ainda conseguia sentir alguma coisa de diferente em está perto daquele suposto deus. Sentia uma sensação estranha, difícil de descrever, mas ainda sim fiz uma reverencia. Como nunca tinha feito aquilo antes, ponho a mão direita para frente e a rodo algumas vezes. Curvo para frente a parte de cima de meu corpo, fazendo um cumprimento esplendoroso.
- Bem, provavelmente Apolo quer as pedras pra tirar Perséfone do submundo, eu não vou dar ela assim. – Disse o deus, fazendo com que eu volte à posição normal -  Ele vai querer o amor dela e teremos que disputar tudo de novo, como foi feito com Quione...
- Não! – falei desesperado, mas tive que me controlar – Não, senhor Hermes. É que o acampamento está sofrendo muito com aquele frio. Sabe, é que a deusa Despana...
- ...Despina, Despina. Como você errou o nome da sua meio-irmã divina?
- É Despina! Ela se irritou por algum motivo e congelou tudo. E se não conseguirmos trazer Perséfone do Submundo, irá acontecer uma desgraça para todos os campistas e os futuros meios-sangues que virão!
- Entendo... Poderei entregar a pedra, mas uma condição. – Hermes pediu para que eu me aproximasse dele.
Ele me disse que ele me venderia a pedra. Como não tinha dinheiro não sabia o que fazer. Hermes me disse que eu teria que roubar para conseguir esses tais pesos. Ótimo, estava virando um ladrãozinho!
O deus encerrou a conversa me dando algumas dicas de furtos e disse que era melhor eu dormi, tinha que descansar para a manha, como estava exausto e com um pouco de ardência na área das costelas, não hesitei em deitar no banco da praça e de imediato, cai no sono.
 
Não sabia a hora, só percebi que era tarde quando vi aquele fluxo de gente passando pela praça. De noite, não tinha absolutamente ninguém ali, agora, estava realmente lotada. Levantei-me e pude perceber uns olhares tortos. Tirei um matinho do rosto e comecei a encarar aquela multidão. Eu teria que roubar. E não estava nem um pouco feliz com isso.
Só estava prestes a fazer esse ato, por causa de meus colegas no acampamento (e porque se não fizesse Apolo me queimaria vivo), eles iriam me retribuir de algum jeito.
Como não sabia direito o que estaria por vir, tentei realizar a primeira técnica que o deus me mandara fazer. Distrair e passar a mão.
Uma senhora de idade estava sentada em um banco sozinha, usava um grande chapéu de palha e um vestido florido. Sua pele cobertas de rugas, fazendo a mesma parecer um monstro mitológico.  Sua bolsa estava em seu lado, direito e como suas mãos estavam ocupadas fazendo alguma coisa de crochê, seria fácil aquele furto. Cheguei de mansinho por trás da senhora e fique de pé ao seu lado. Ela demorou um pouco para olhar para mim, e pude perceber que ela usava um óculos muito grande. A cumprimentei com um aperto de mão, e comecei como o planejado.
- Dia quente, não?
- Hoy en día es muy caliente por cierto! – Não consegui entender nada.
- Érhh... O que é aquilo ali! – Falei me levantando e apontando para a esquerda.
A mulher olhou de imediato e tentou procurar o que eu estava falando. Não perdi tempo enfiando a mão dentro da bolsa da senhorita e puxando a sua carteira. Como eu era travesso. Ponho a carteira no bolso de trás da calça e tento não parecer nervoso. Quando a moça olha para mim, tento inventar uma desculpa.
- Era... um...Cachorro. Acho! Até!
Saio correndo dali, já tinha feito o primeiro assalto.


Post: 003~ Roupas: Casaquin E Shortin~ Musica:Na Garrafa - Trupe chá de Boldo~ Notas: Quem será o Homen Loiro?~
@ Oops!

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------




Burro | Mano do Mano | Prole de Deméter

Allen Souke™

credits @Demetria for MDD
avatar
Allen Souke
Cavaleiros De Héstia
Cavaleiros De Héstia

Mensagens : 63
Data de inscrição : 17/08/2013
Idade : 19
Localização : Localização 'u'

Ficha Meio-Sangue
Nível: 8
HP:
135/135  (135/135)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Allen procura a pedra de Hermes

Mensagem por Apolo em Dom Nov 17, 2013 11:14 am


Pega, ladrão!







Hermes estava sentado no banco de sempre, sem camisa e tomando um banho de sol. Allen pegou a carteira da senhora e viu o que podia encontrar. Havia cartões de crédito e o valos de 85 pesos argentinos. Ele tinha tirado a sorte grande... o filho de Deméter caminhou até o deus dos ladrões e jogou o dinheiro em cima dele.

-Tem 85 pesos aí, quanto falta?
-Ah... - Hermes se levantou - Muito bom... faltam 115 pesos. Boa sorte no próximo roubo.

Allen suspirou e partiu para o segundo assalto. Até que não parecia tão ruim...

Regras:
-Você tem até 14h15 do dia 19/11/2013 pra postar.
-Narre todo o meu post do seu ponto de vista.
-Faça o próximo roubo.
-Poderes dos cavaleiros de Héstia e dos filhos de Deméter até o nível 4. O que você ganhar atemporalmente não conta.
-Boa sorte, me surpreenda!


thanks mseller @


-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 26
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Allen procura a pedra de Hermes

Mensagem por Allen Souke em Dom Nov 17, 2013 3:23 pm



Part. 2
Roubo N° 2





Com a carteira em mãos, abro a mesma e começo a ver o que tem dentro. Puxo alguns cartões de credito e por fim vejo o dinheiro. Conto o dinheiro todo e acho que tinha oitenta e cinco pesos. Jogo a carteira fora e ponho o dinheiro no bolso do short, junto com os cartões, talvez eles pudessem ser úteis. Vou até o banco onde tinha dormido e sabia que Hermes estaria lá. Foi só pensar que pude ver o deus sem camisa olhando para o alto. Estava pegando uma corzinha.
- Tem 85 pesos aí, quanto falta? – Falei jogando o dinheiro no colo de Hermes.
- Ah. – ele deu uma pausa e se levantou. - Muito bom... Faltam 115 pesos. Boa sorte no próximo roubo.
Encarei o senhor e me virei de costas. Fui para o meu próximo ato.

Passo por algumas pessoas e consigo ver um homem distraído de cabelos escuros falando no telefone. Sua carteira estava um pouco para fora do bolso de trás de sua calça jeans. Era minha chance. Ando rápido, tentando acompanhar o ritmo do cara e quando chego perto, tento puxar sua carteira. Por sorte, percebi que tinha um menininho pequeno no colo da mãe, olhando para mim. Se eu pegasse o item do moço, ele veria e poderia contar para alguém. Então eu seria pego e preso. Andei um pouco mais rápido e fingi que esbarrei no homem.
- Ei, olha por onde anda! – Gritei para o homem do telefone.
Ele não tinha se importado com o grito, continuou em seu telefone. Só que puxei a carteira na hora do impacto com o homem. O rapaz não pareceu notar na hora, mas quando ele me viu correndo percebeu que tinha alguma coisa errada. Como eu já tinha pegado uma distância razoável dele, consegui despista-lo facilmente, passando por várias pessoas e seguindo um outro caminho. Corro para trás de uma arvore e pego todo dinheiro da carteira. Deixo-a no chão e saio dali. Corro para o banco para tentar encontrar Hermes.


Post: 004~ Roupas: Casaquin E Shortin~ Musica: Desaparecidos - Fiesta Loca~ Notas: Ladrão?~
@ Oops!



-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------




Burro | Mano do Mano | Prole de Deméter

Allen Souke™

credits @Demetria for MDD
avatar
Allen Souke
Cavaleiros De Héstia
Cavaleiros De Héstia

Mensagens : 63
Data de inscrição : 17/08/2013
Idade : 19
Localização : Localização 'u'

Ficha Meio-Sangue
Nível: 8
HP:
135/135  (135/135)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Allen procura a pedra de Hermes

Mensagem por Apolo em Ter Nov 19, 2013 10:02 am


Pega, ladrão!







Agora Hermes estava escalando uma árvore, em busca de alguma fruta ou algo para se alimentar. O filho de Deméter se aproximou do local onde o deus estava e mostrou o dinheiro que havia conseguido, nada mais que cinquenta pesos argentinos.

O deus dos ladrões adicionou as notas ao conjunto anterior.

-Muito bem... faltam sessenta e cinco pesos. - Disse o deus - Boa sorte

Allen partiu para o próximo roubo, a fim de terminar logo aquela jornada.

Regras:
-Você tem até 13h00 do dia 21/11/2013 pra postar.
-Narre todo o meu post do seu ponto de vista.
-Faça o próximo roubo.
-Poderes dos cavaleiros de Héstia e dos filhos de Deméter até o nível 4. O que você ganhar atemporalmente não conta.
-Boa sorte, me surpreenda!


thanks mseller @


-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 26
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Allen procura a pedra de Hermes

Mensagem por Allen Souke em Ter Nov 19, 2013 11:52 am



Part. 2
Roubo N° 3




Nem tinha contado os pesos, apenas segui para onde eu deveria. Passei por um grupinho de jovens que estavam comendo algum tipo estranho de sanduíche. Ou já estava na hora do almoço ou eles estavam tomando o café da manhã atrasado. Quando finalmente cheguei ao banco, não vi Hermes. Olhei em volta e não consegui encontra-lo. Quando ouvi um barulho e olhei para cima, vi um homem sem camisa em cima da arvore. Era o deus.
Quando ele desceu, entreguei o dinheiro a ele.
-Muito bem... Faltam sessenta e cinco pesos. Boa Sorte. - Falou Hermes.
Nem falei com ele, estava tão nervoso e arrependido de ter roubado uma senhora e um pobre homem que não conseguia nem me despedir de um deus. Talvez poderia levar uma punição para tal ato, mas eu era RBD, gostava de um friozinho na barriga.

Estava de cabeça baixa, não queria ser reconhecido. Olhava discretamente para os lados a procura de alguém sozinho. Depois de uns dez minutos, consegui achar duas mulheres sentadas conversando. Ambas estavam de costas para mim, logo, não perceberam minha chegada. Elas pareciam felizes, riam o tempo todo e não paravam de se olhar. Suas bolsas estavam encostadas uma na em baixo do banco onde as mesmas estavam sentadas. Como eu iria pega-las, isso eu não sabia. Passo ao lado das duas moças tentando não chamar atenção. Tentei olhar discretamente para as bolsas e reparei que uma delas estava aberta, então eu teria que ser muito rápido.
Passei na frente do banco de pedra onde elas estavam sentadas e me joguei no chão um pouco perto das bolsas. Não foi uma das minhas melhores encenações. Comecei a tremer simulando alguma doença que eu não sabia. As mulheres correram para me ajudar, bem na hora em que eu enfiei a mão dentro da bolsa que estava aberta, tentei achar a carteira ou algo parecido. Demorou alguns segundos para uma das meninas percebe o que eu estava fazendo. A mesma começou a gritar em espanhol rapidamente. Só que palavras não me impediriam. Assim que achei a carteira, levantei-me e sai correndo dali. Enquanto corria, abri a carteira e peguei todo o dinheiro de papel, deixando só as moedas e os documentos da coitada. Olhei para trás e pude ver que as duas estavam paradas, olhando para mim. Joguei com toda minha força a carteira para trás e botei o dinheiro dentro do meu bolso. Não parei de correr.


Post: 005~ Roupas: Casaquin E Shortin~ Musica: Trama – Pollo ~ Notas: Ladrão? ‘o’~
@ Oops!

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------




Burro | Mano do Mano | Prole de Deméter

Allen Souke™

credits @Demetria for MDD
avatar
Allen Souke
Cavaleiros De Héstia
Cavaleiros De Héstia

Mensagens : 63
Data de inscrição : 17/08/2013
Idade : 19
Localização : Localização 'u'

Ficha Meio-Sangue
Nível: 8
HP:
135/135  (135/135)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Allen procura a pedra de Hermes

Mensagem por Apolo em Qua Nov 20, 2013 9:11 am


Pega, ladrão!







Allen jogou o dinheiro na direção de Hermes assim que passou por ele e continuou correndo até chegar na mesma floresta de onde veio. Assim que parou de correr, um baú apareceu na sua frente... assim como a pedra de Hermes. Era acinzentada e emitia um brilho da mesma cor.

O garoto colocou a pedra dentro do baú e seguiu as novas direções do mapa, até chegar em um buraco no chão. Esse buraco tinha um brilho cinza e era grande o suficiente para que Allen pudesse colocar o baú dentro dele. Assim que o fez, o objeto foi sugado.

Allen sentiu sua energia acabar e acabou desmaiando, sendo sugado pelo buraco. Quando acordou, estava em uma cama quente e dourada, ao seu lado, estava seu irmão. Ele estava dentro de uma mansão, onde tudo era dourado e branco e a sua pedra não estava mais em suas mãos.

Regras:
-Não precisa mais postar. Fim da jornada.


thanks mseller @


-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 26
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Allen procura a pedra de Hermes

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum