Percy Jackson Olympian Alliance

Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Apolo em Qua Out 16, 2013 2:21 pm


Saída dos campistas







Um grupo de treze semideuses se dispuseram a ir até o Olimpo e pedir ajuda a mim. Não entendi aquilo, custava fazer algumas preces e ver se eu atendia? Aliás... provavelmente eles sabem que eu não costumo atender as preces. Bem, de qualquer modo, se aquele grupo de semideuses estivesse disposto a vir até meu trono e dizer "precisamos de você", talvez eles merecessem ser chamados de heróis. Afinal, várias vezes incinerei semideuses que vieram até o Olimpo pedir coisas ridículas para mim. 

Do Olimpo, observei o movimento no acampamento meio-sangue. Já eram onze horas da noite, o frio lá embaixo era uma coisa horrível, não sei como eles conseguiam viver naquele Tártaro em forma de gelo. Na van de argos, entraram os catorze semideuses. Eram eles: Jardel e Allen, filhos de Deméter; James e Ella, filhos de Ares; David, filho de Hipnos; Sansa, filha de Afrodite; Britany, filha de Hermes; Aria e Amy; filhas de Macária; Enzo e Sam, filhos de Apolo; Aaron, filho de Dionísio e por fim Miya, filha de Íris.

Agora todos deixavam o frio congelante do acampamento, até os mais durões tinham vontade de chorar, desistir e voltar para o acampamento, esperando a morte, mas agora, eles não tinham mais volta. Teriam que enfrentar a mim e apenas torcerem para voltarem ao acampamento vivos.  

Regras de postagem:
-Descrevam a saída do acampamento até o momento que Argos deixou você à duas quadras do Empire State.
-Sejam bastante descritivos, nada de posts brutos. Se seus posts forem muito ruins, eu posso desconsiderá-los e você morre.
-Cada um terá 36 horas para postar a partir do outro post. A ordem de posts será colocada abaixo.
-Lembrem-se de colocar suas armas em spoiler.


Ordem de posts:
 -Aaron 
-Allen
-Amy
-Aria
-Britany
-David
-Ella
-Enzo
-James
-Jardel
-Miya
-Sam
-Sansa

thanks mseller @



Última edição por Apolo em Seg Nov 11, 2013 12:29 pm, editado 6 vez(es)

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 27
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Aaron Bertolazzo em Qua Out 16, 2013 8:05 pm

This place about to blow


Fim de semana, alguns diriam que seria o tempo perfeito para preparar uma festa ou simplesmente ficar de boa no chalé, mas fazia algum tempo que o acampamento não sabia o que era relaxar, tudo por causa de uma megera que achou divertido transforma o lugar em uma nova Groenlândia.

Eu e mais alguns campistas havíamos nos voluntariado para fazer uma visita ao meu querido titio Apolo, para pedir encarecidamente que ele nós desse uma "luz", assim ajudando o reestabelecimento da tranquilidade no acampamento, e era por esse motivo que estávamos reunidos no topo da colina, praticamente congelando, aquela hora da noite.Se minha conta nos dedinhos estivesse certa,no total eramos 14, o que era  muito arriscado por conta dos monstros, por isso Argos iria nos levar ao nosso destino : O Olimpo.

Assim que o ultimo componente do grupo chegou,soltei um suspiro - que logo em seguida virou uma nuvenzinha de vapor - aliviado e corri para a porta que dava lugar ao acompanhante do motorista. - Eu vou na frente - gritei entusiasmado, logo em seguida ouvi alguns murmúrios de reclamação - Ahh,vamos logo seus bebés chorões u.u - e finalmente fechei a porta e a tranquei,só por precaução. Olhei para Argos e lhe lancei o meu melhor sorriso que mostra todos os dentes - Olá Argos,tudo bem? - De imediato os alguns olhos do chefe de segurança se viraram para mim,ele concordou com a cabeça e deu partida no carro. Quando já estávamos na estrada indo em direção Empire State,me virei novamente para Argos e perguntei - O rádio da Van esta prestando? - Acho que o homem imaginou o que eu estava planejando,pois alguns dos seus olhos de arregalaram e ele negou rápido de mais com a cabeça. Dei de ombro,pouco me importando - Ahh,não tem problema,eu sei cantar - então coloquei a cabeça para o lado de fora da janela,tomei ar e comecei a cantar - 1,2,3 PATINHOS FORAM PASSEAR,ALÉM DAS MONTANHAS NA BEIRA DO MAR...

[...]

- ... Tonight, we're taking over.No one is gettin' out - Continuei cantando o caminho inteiro,no momento em que paramos a umas duas quadras do Empire State e eu estava começando a minha 4º música - Ué, por que paramos? - coloquei novamente minha cabeça para dentro do carro e ergui uma sobrancelha.Ouvi as portas laterais da van se abrirem e as pessoas começaram a desocupá-la,achando melhor acompanhar os outros,peguei minha coisas e sai do carro. Encontrei meu irmão gêmeo,Pietro,na causada com o resto dos campistas e percebi que alguns estavam com uma cara assustada.
Spoiler:
Adaga de Bronze [ Item Padrão ]

Espada de vinho: Uma espada roxa, feita de bronze celestial com um cabo dourado. Só pode ser empunhada por filhos de Dioniso ou mênades, quando se acerta um golpe no corpo do adversário, produz uma sensação de embriaguez no corpo do oponente, fazendo com que ele fique tonto por 2 turnos. (Item Obrigatório)

Tirso da perdição: Um tirso, com hera venenosa em sua ponta. Quando o oponente recebe um golpe desta arma, ele é envenenado, ficando com uma coceira que o distrai e o deixando tonto. (Obrigatório)

Arco da loucura: Um arco feito de bronze sagrado, tem uma aljava invisível que aparece quando seu dono precisa, sua flechas são infinitas e podem deixar o inimigo louco ou bêbado, dependo do narrador.(Item Opcional)



thanks juuub's @ cp!



Última edição por Aaron Bertolazzo em Dom Out 20, 2013 11:43 am, editado 2 vez(es)

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Aaron Bertolazzo



Supremo Dlç do Fórum, Amor da vida do mano, Charmander da Pika, BFF da Lillian, Bode da Britany e Princeso da Areia u.u  
Credits: @
avatar
Aaron Bertolazzo
Filhos De Dionísio
Filhos De Dionísio

Mensagens : 52
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 22
Localização : Aonde você desejaria estar :P

Ficha Meio-Sangue
Nível: 5
HP:
102/120  (102/120)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Allen Souke em Qui Out 17, 2013 5:22 pm


 
Acampamento ou não
Quem está disposto a salvar o acampamento?




 
- Eu estou disposto a pedir ajuda a Apolo. – fui um dos meios-sangues que se voluntariaram.
Aquele frio no acampamento era descomunal. Depois daquela reunião de emergência, todos os semideuses que se voluntariaram nem tiveram tempo de repensar em sua escolha. Tivemos que voltar em nossos chalés somente para tomar nossos banhos e pegar nossos itens e depois de um tempo, voltar para a van onde Argos estava nos esperando. Finalmente eu poderia me livrar daqueles casacos e calças!
Vários semideuses estão ali, mas só reconheci Jardel, meu meio irmão. Logo quando estavam todos dentro da van, o “passeio” começou. A viagem até o Empire State seria bastante longa, então não hesitei em cochilar até lá.
 
(...)
Assim que a van parou, acordei de instantâneo. Dava para ver as luzes do grande prédio de longe, percebi que não tínhamos parado na porta do Empire State, deveríamos ir andando até lá. Não sabia a hora que eram só sabia que já estava bem tarde e eu estava morrendo de sono. Alguns semideuses estavam com expressões estranhas, não sabia se era a ideia de ir a encontro com o deus Apolo, ou a ideia de sair em uma missão com tantas pessoas. Logo começamos a anda r em direção ao prédio. Ou melhor: em direção ao Olimpo.
OFF:

Malz o post ruim, tô de sem PC até sábado, tive que entrar escondido   ;/

Spoiler:



Adaga de Bronze
Foice da Natureza: Foice curta, feita de bronze puro. Leve e bastante ágil para o semideus dono dela, mas para os outros que a usarem ela se torna extremamente pesada; sua lâmina também é afiadíssima e é capaz de cortar até as raízes mais resistentes.
♣ Escudo Natural: Escudo redondo, bastante resistente, pois é feito com a madeira da árvore Yggdrasil (usada apenas pelos filhos de Deméter), também é de fácil manejo. Abençoado por Deméter, contém a imagem de um narciso na sua frente, podendo causar hesitação no ataque do seu inimigo. [
♣ Colar do Grou: Colar pequeno com a forma de dois grous se trespassando. Também feito com madeira da Yggdrasil. Ao ser apertado pelo semideus, todos os animais presentes num raio de 100m obedecendo ao chamado do filho da deusa da natureza, partem imediatamente na direção do inimigo da prole de Deméter. (Só pode ser usado em caso de emergência, em outros casos ele não funciona).

- Punhal de Prata




Post: 018~ Roupas: ‘-‘~ Musica: Talvez – Clarice Falcão~ Notas: Ida ao Olimpo *O*~
@ Oops!

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------




Burro | Mano do Mano | Prole de Deméter

Allen Souke™️

credits @Demetria for MDD
avatar
Allen Souke
Cavaleiros De Héstia
Cavaleiros De Héstia

Mensagens : 63
Data de inscrição : 17/08/2013
Idade : 19
Localização : Localização 'u'

Ficha Meio-Sangue
Nível: 8
HP:
135/135  (135/135)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Amy B. Hughes em Qui Out 17, 2013 6:16 pm





get ready

neve, neve e mais neve para todo lado, socorro!

[
Aparentemente não fui a única a achar toda aquela neve e frio incomum. Assim que soubemos que havia algo errado, eu e mais doze meios-sangues fomos à procura de Quíron. Não era comum a saída de tantos meios-sangues do acampamento, mas até mesmo o velho e sábio quadrupede sabia que era preciso. Em minha humilde opinião deveríamos estar em maior número; não por força, mas sim por simples e mera vontade de salvar o acampamento, o nosso lar. 
De qualquer modo, assim que fomos dispensados da reunião com o chefe do acampamento, tivemos minutos para entrar em nossos chalés e pegar coisas que precisaríamos para enfrentar a missão que se aproximava. Apressei-me para arrumar tudo e antes de sair do quarto gritei para minha meia-irmã, Aria:

 _Hey, já estou indo, tenho uma coisa a fazer! - e sem esperar parti chalé a fora.
 
Enquanto caminhava para o chalé de Hipnos não me arrependi por um segundo de ter vestido tantas blusas, aquele frio estava me matando como socos que me atravessavam, poderia viver sem aquilo facilmente.

 Ao chegar ao meu primeiro destino bati na porta algumas vezes até ouvir passos e enfim ver David abrir a porta.
 _Só garantindo que não adormeceu. - disse com um sorriso - Te encontro lá, não se atrase! - me despedi com um beijo na bochecha dele e sai antes que pudesse responder.

 O topo da colina estava ainda mais frio, todos os campistas que ali já estavam pareciam atordoados com tanta neve, assim como eu. Logo que Argos nos deixou entrar na van, Aaron, filho de Dionísio se dispôs a ir à frente, era de se esperar. Quando tomei meu lugar observei o resto das pessoas entrarem e se acomodarem tentando aproveitar o pingo de calor humano que sobrou. Poucos minutos depois, David apareceu e se sentou ao meu lado. 
 _Antes tarde do que nunca! - brinquei.

A viagem durou algumas horas e não pude fechar os olhos por um minuto se quer, enquanto alguns conversavam outros como o filho de Dionísio cantava sem parar, isso me fez lançar um olhar para minha irmã a minha frente de "por que namora com isso?". Meu corpo parecia muito acordado apesar da lua pairar a fora, diferente do filho de Hipnos que dormia encostado em mim; o encarei por alguns segundos e depois passei meus braços ao redor dele tentando relaxar, "vai ficar tudo bem", era tudo que podia pensar.

Quando a van parou todos despertaram, alguns do sono, outros da preguiça, e logo os quatorze semideuses saíram do carro. Argos havia nos deixado a algumas quadras do Empire State,talvez uma caminhada faça bem ou talvez aquilo era o mais próximo permitido, tantos filhos de deuses, tantos monstros por ai. Entrelacei meus dedos com os de David e todos fomos para o lugar esperado, Monte Olimpo.

Armas:
Ϯ Espada Infernal: Uma espada de bronze sagrado, que é do tamanho e peso adequado do semideus. Quando fere o inimigo, este perde 20 de HP. Mas a noite ou no Submundo, a espada retira 30 de HP. Desativada, virá um anel de uma aranha. Para ativar a espada, é necessário retirar o anel do dedo. [OBRIGATÓRIO]
Ϯ Arco da Sombra: Um arco feito das sombras, que quando a corda é puxada, uma flecha feita das sombras aparece. Essa flecha, perfurada no inimigo, retira 20 de HP do mesmo. Desativado, o arco virá a sombra do usuário, porém, para ativá-lo, é necessário o filho ter sua sombra projetada
- Foice de Punho Pequeno
✰ Lírio do campo (Primavera/Terra): É um pingente prateado, o qual quando ativado se transforma em uma espada de prata (feri tanto semideuses, quanto monstros e humanos.) O punho é lilás é se adéqua perfeitamente a mão do semideus. Ao longo de sua lâmina, pequenas trepadeiras estão trançadas, dando um efeito bonito a arma. Ela emana o perfume das flores. (OBRIGATÓRIO) [By:Perféfone]
 

valeu @ cács!





Última edição por Amy B. Hughes em Sex Out 18, 2013 6:33 pm, editado 1 vez(es)

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


amy b. hughes
Filha de Macária.Cavaleira das Estações.Namorada do David
THANKS, LU.
avatar
Amy B. Hughes
Cavaleiros das Estações
Cavaleiros das Estações

Mensagens : 46
Data de inscrição : 20/08/2013
Idade : 20

Ficha Meio-Sangue
Nível: 6
HP:
118/125  (118/125)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Aria R. Bouvier em Qui Out 17, 2013 11:16 pm




galway girl ,


she was just a girl 


As ferias de verão acabaram, levando embora a maioria dos semideuses e trazendo o inverno, mas dessa vez foi diferente, não parecia ser o frio natural de todos os anos, tudo congelara dentro do acampamento meio-sangue, os campos de morango, o lago da canoagem, flocos de neve se aglomerando pelo chão, aquilo não era normal. Comecei a suspeitar que algo estava errado quando a maioria dos campistas que iam embora assim que as ferias acabavam, estavam de volta ao CHB. 

E eu não estava errada, em um fadigo almoço, Quíron nos deu a noticia, nosso lar estava sendo ameaçado por, bem, ele ainda não sabia nos dizer quem era o malfeitor, continuou dizendo que pressentia que um grupo de semideuses devia pedir o auxilio do deus do sol, vulgo Apolo. É claro, não ficamos animados com a noticia, enfrentar um deus cara-a-cara não esta nos planos de nenhum de nos. Mas alguém tinha que fazer o trabalho, tínhamos que arriscar, mais uma vez, nossas vidas em por uma causa maior. Pouquíssimos semideuses se voluntariaram para ir nesta missão, 14 para ser mais exata e eu era uma dessas pessoas. 

Depois do anuncio de Quíron, todos os envolvidos na missão se levantaram e dirigiram-se para seus respectivos chales, caminhei para o destinado aos filhos de Macária com Amy ao meu lado, minha irmã mais velha também resolveu embarcar na missão. Ao chegar em meu destino, pus tudo que achei necessário em uma mochila, mudas de roupa, dracmas e afins, separei as armas que levaria, enquanto me trocava ouvi minha irmã gritar algo sobre já estar indo, não tive tempo de responder, a garota sem educação já havia saído do chalé. Assim que estava pronta, peguei minha mochila e rumei para a colina, tendo a impressão que rolaria a qualquer instante por conta de tantas roupas que eu usava. 

Nem todos estavam ali, então os esperamos dentro da van, tentando não ser congelados. Assim que os outros chegaram, pudemos partir. David foi o ultimo a chegar, meu cunhado e filho de Hipnos, sentou ao lado de Amy - Sim, ele roubou minha irmã - , e não demorou muito para estar dormindo encostado nela, mas eu não podia culpa-lo, ser filho de deus do sono deve ser cansativo. Me sentei a frente de Amy, já que alguém roubou meu lugar ao seu lado, bem, sentar não seria a palavra certa para descrever minha situação, que estaria mais para estar ajoelhada no banco, ficando virada para ela, não queria me sentir isolada já que, repetindo, alguém roubou meu lugar ao lado de minha irmã. 

Amy olhou por sobre meu ombro, me virei para acompanhar seu olhar, encontrando Aaron, filho de Dionísio e meu namorado, cantando no banco da frente, ao lado de Argos, por um momento senti pena do homem de muitos olhos, voltei meu olhar para minha irmã e dei de ombros.

-Cada doido com sua mania 

Ela revirou os olhos e riu, eu balancei a cabeça e me ajeitei direito no banco, havia percebido olhares zangados que alguns dos olhos de Argos lançava em minha direção. Encostei minha cabeça na janela e comecei a refletir sobre a missão, talvez fosse perigosa, talvez Apolo estivesse de bom humor e nos ajudasse, tudo dependeria da nossa sorte, coisa que nos, semideuses, não podemos contar muito.

~~~~~~~~~~~~~~


Só me dei conta que havia dormido quando Amy me cutucou ate eu acordor, sai da van coçando os olhos e me espreguiçando, levando algum tempo para perceber que não estamos na porta do Empire State, mas não estávamos muito longe, dava para ver o longo edifício. Abracei meu próprio corpo, tentando me manter aquecida, o frio parecia estar ainda pior, se é que isso era possivel, com um suspiro, coloquei a mochila na costa e, junto dos demais, rumei em direção ao nosso alvo, o Olimpo.  



Armas:


Ϯ Arco da Sombra: Um arco feito das sombras, que quando a corda é puxada, uma flecha feita das sombras aparece. Essa flecha, perfurada no inimigo, retira 20 de HP do mesmo. Desativado, o arco virá a sombra do usuário, porém, para ativá-lo, é necessário o filho ter sua sombra projetada.

Ϯ Espada Infernal: Uma espada de bronze sagrado, que é do tamanho e peso adequado do semideus. Quando fere o inimigo, este perde 20 de HP. Mas a noite ou no Submundo, a espada retira 30 de HP. Desativada, virá um anel de uma aranha. Para ativar a espada, é necessário retirar o anel do dedo. [OBRIGATÓRIO]

✰ Lírio do campo (Primavera/Terra): É um pingente prateado, o qual quando ativado se transforma em uma espada de prata (feri tanto semideuses, quanto monstros e humanos.) O punho é lilás é se adéqua perfeitamente a mão do semideus. Ao longo de sua lâmina, pequenas trepadeiras estão trançadas, dando um efeito bonito a arma. Ela emana o perfume das flores. (OBRIGATÓRIO) [By:Perféfone]

✰ Bracelete Solarium (Verão/Fogo): O Bracelete se torna um escudo de ferro, com o emblema de um sol no centro. Ele é de fácil manuseio e tem uma aura que aumenta a temperatura do lugar aonde estiver. (OBRIGATÓRIO) [By:Perféfone]


THANKS ♥

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


How can I love when I'm afraid to fall? 
Aria Rosalie Bouvier

avatar
Aria R. Bouvier
Cavaleiros das Estações
Cavaleiros das Estações

Mensagens : 186
Data de inscrição : 26/03/2013
Idade : 19

Ficha Meio-Sangue
Nível: 7
HP:
125/130  (125/130)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Britany A. Baudelaire em Sex Out 18, 2013 10:23 am



A jornada - 1ª parte

-------------------- "E todas as estradas que temos que percorrer são tortuosas" ------------------
 
O começo desta nossa jornada não estava sendo nada fácil, mas era absolutamente claro que isso não era nada perto do que viria. Claro que todos ali estavam cientes das dificuldades pelas quais passariam ao se voluntariar para esta... missão.

Assim que acordei naquela manhã, meu coração começou a bater mais forte, como se alguma coisa fosse acontecer... um pressentimento. Geralmente, quando essas coisas acontecem com semideuses, nunca falham. Depois do almoço, Quíron havia nos explicado tudo e não hesitei ao me candidatar também. Era preciso fazer algo para salvar nosso lar... Combinamos de nos encontrar no topo da colina, á noite. E assim foi até este momento, quando avistei os 13 semideuses que já entravam na van, a qual Argos dirigiria.

E aqui estava eu agora. Enquanto caminhava até o topo da Colina Meio-Sangue, deixei várias marcas de pegada na neve e pude ver coisas que pareciam anjos feitos por pessoas, talvez elas fossem desocupadas o suficiente para ter tempo para isso, ou então somente estavam procurando uma forma de amenizar a situação, esquecer as preocupações por um tempo...

Alguns floquinhos de neve estavam caindo sobre o capô e sobre a minha cabeça também, que estava coberta com um capuz. O frio se tornava cada vez mais insuportável, eu não conseguia nem sentir meus dedos, e minhas unhas estavam todas roxas. Deduzi que meus lábios também, mas essa não era a ocasião apropriada para abrir a mochila e procurar protetor labial ou luvas. Entrei depois de Aria, uma filha de Macária, e me aconcheguei (o melhor que consegui) no fundo do automóvel, encolhendo-me e tentando fazer meus dentes não baterem, afim de não incomodar ninguém.

Durante todo o percurso, ouvi burburinhos de conversas entre as outras pessoas e alguém cantando, alegremente. Só pode ser o Aaron, pensei. Era incrível como ele conseguia tornar as coisas engraçadas mesmo quando o nosso mundo parecia desabar.

Eu prestava atenção a cada detalhe da paisagem, lembrando-me da época que passara a França. Foram anos maravilhosos! Lembro também também que, até então, a neve era uma coisa mágica para mim, como nos contos da carochinha, parecia que as fadas fabricavam cada floco de neve com suas pequeninas mãos, eles eram tão perfeitos! E únicos também, nunca consegui achar dois iguais... E agora? O que eu pensava? Ah! Todos os meus sonhos e fantasias foram levados com essa maldição...

Nem me dei conta de quando chegamos, só quando a van freou minha cabeça bateu no banco da frente. Como ainda assim, ninguém conseguia entender porque eu odiava física?

Fomos saindo aos poucos, eu seria uma das últimas, já que tinha ficado no fundo. Ainda não conseguia acreditar nisso, eramos quase heróis de verdade, lutando para ajudar outras pessoas. Esperava que papai se orgulhasse de mim, e me perdoasse por todas as travessuras que já havia feto no decorrer da vida. Pensava nessas coisas em vão, sabia muito bem que ele não tinha tempo para olhar para cada um de seus filhos, era um homem ocupado, mas eu o desculpava por isso. Ao menos, tinha me reclamado.

Aquele prédio gigantesco, que eu já visitara algumas vezes nos poucos passeios que fiz com o Orfanato de NY, estava estático, a nossa frente. Desci do carro com os olhos levantados, vendo o pico do edifício - ou o que exite acima dele.

O nervosismo tomou conta de mim, assim como a adrenalina. Seguíamos agora para, nada mais, nada menos, que o Olimpo.

Armas:
Adaga de Bronze [ Item Padrão ]

♦ All Star Alado: Um par de all star, onde crescem duas asinhas ao comando de voz "Maia!". {Muda de cor de acordo com a vontade do dono} [By: Nyx]

♦ Adaga Rápida: Uma adaga de bronze celestial que faz com que os movimentos do usuário fiquem mais rápidos do que o comum. A chance de errar um golpe é muito remota. [By: Nyx]

♦ Saco do Ladrão: Um saquinho de pano que dá a possibilidade de o filho de Hermes roubar qualquer coisa que ele queira do adversário enfiando a mão dentro - basta vislumbrar o objeto. [By: Nyx]

- Espada de Punho Médio

- Escudo Grande

NOTE: 600º andar, por favor COM: Semideuses e Argos ONDE: Empire Olimpo States  

Thanks @Lilah!

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


O tempo não cura tudo. Aliás, o tempo não cura nada.
Prole de Hermes ✖️ Mana do Jardel ✖️ Best do Pietro ✖️ Lonely Girl ♥️
avatar
Britany A. Baudelaire
Filhos de Hermes
Filhos de Hermes

Mensagens : 216
Data de inscrição : 09/07/2013
Idade : 20
Localização : Em outra missão! \õ/

Ficha Meio-Sangue
Nível: 22
HP:
205/205  (205/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por David J. Gilmour em Sex Out 18, 2013 7:06 pm


David?
Frio · Colina · Amy
Infelizmente o verão acabou. Eu até voltaria pra casa, mas meu chalé estava tão quentinho e a companhia da Amy quando eu acordava não era nada ruim, menos quando ela me acordava.
Acabei acordando devido ao enorme frio que se fazia, era de noite e eu fui jantar esperando que fosse tudo normal, até notar o frio que se fazia no refeitório, pensei que era só ali até ouvir o anúncio do Quíron. Quando olhei pela janela e vi a neve que caia, fiquei de boca aberta ao ver. Minha primeira vez vendo neve, mas não era tão feliz como parecia. Eu ainda estava com uma roupa comum o que me fez sentir muito frio, até chegar o sono pós jantar, dai fiquei apenas com sono mesmo. 
Fui seguindo Amy para a reunião que fariam para uma missão. Sem saber, acabei aceitando. Apenas depois de um tempo descobri sobre o que se tratava e comecei a pensar "Dane-se, alguém mais pode ir, vou é dormir." E segui para o chalé com esse intuito até alguém bater na porta e ver que era Amy pronta para ir, ela falou comigo e se despediu com um beijo na bochecha, suspirei e comecei a me arrumar. Peguei as armas que eu achei necessário, como a adaga que ganhei do acampamento, do meu pai a flauta, minha outra adaga e o cobertor que me esquentaria. Da Perséfone fui com o Pingente, o bracelete e duas luvas que ironicamente congelavam tudo. Peguei várias roupas e sem me esquecer do elmo que havia comprado. Coloquei várias roupas quentes e ainda o cobertor em cima, ainda sentia frio.
Na colina, acabei vendo alguns semi deuses, conhecia alguns e outros não. Simplesmente entrei no ônibus, me cobri com o cobertor e sentei com a cabeça apoiada no ombro da Amy e dormi. Dormi feito um anjinho, até chegarmos na cidade e alguém acabou me acordando. Comecei a perguntar onde estávamos e o que iríamos fazer, como não responderam simplesmente fui seguindo num passo devagar. Quando vi minha mão estava segurando a de Amy, sorri pra ela:

-Calma amor, eu te protejo.

Disse com um sorriso sincero, mas eu apenas pensava no conforto dela. E em dormir, é claro. Fui seguindo até o Olimpo com o pessoal, esperando saber o que fazer.

Armas:
Adaga de Bronze [ Item Padrão ]

Ϯ Flauta Mágica: Pode fazer com que usuários mais fracos durmam e com que usuários mais fortes fiquem sonolentos, além de funcionar como um escudo invisível quando for de sua vontade. Se quiser reverter o feitiço basta tocar a canção ao contrário. Dura 2 rodadas. [By: Nyx] (Obrigatório)

Ϯ Adaga Transfiguradora: Uma adaga de prata que pode se transformar em uma espada também de prata quando o botão vermelho no punhal é acionado. A lâmina de ambas as armas causa sonolência no usuário que atinge. [By: Nyx] (Obrigatório)

Elmo Comum

Ϯ Cobertor da Invisibilidade - Cubra-se com o cobertor da invisibilidade e torne-se invisível. [By: Nyx] (Opcional)

✰ Lírio do campo (Primavera/Terra): É um pingente prateado, o qual quando ativado se transforma em uma espada de prata (feri tanto semideuses, quanto monstros e humanos.) O punho é lilás é se adéqua perfeitamente a mão do semideus. Ao longo de sua lâmina, pequenas trepadeiras estão trançadas, dando um efeito bonito a arma. Ela emana o perfume das flores. (OBRIGATÓRIO) [By:Perféfone]

✰ Bracelete Solarium (Verão/Fogo): O Bracelete se torna um escudo de ferro, com o emblema de um sol no centro. Ele é de fácil manuseio e tem uma aura que aumenta a temperatura do lugar aonde estiver. (OBRIGATÓRIO) [By:Perféfone]

✰ Luvas da Ilusão (Inverno/Água): O par de luvas brancas ou negras é de seda pura. Quando você está usando elas, tudo o que tocar irá congelar. Por 3 turnos. (OPCIONAL) [By:Perféfone]

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------

avatar
David J. Gilmour
Cavaleiros das Estações
Cavaleiros das Estações

Mensagens : 49
Data de inscrição : 19/07/2013
Idade : 19

Ficha Meio-Sangue
Nível: 7
HP:
110/130  (110/130)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Ella S. Lanfort em Sex Out 18, 2013 9:50 pm



E que venha o Olimpo...

"...Basta que me se aproxime e olhe no fundo dos meus olhos para que saiba quem sou de verdade."


Gelo se espalhava pelo acampamento inteiro tornando o local menos movimentada e trazendo perguntas até a mente da maioria dos campistas questionando sobre a causa daquele frio que nunca haviam enfrentado em seus dias de vida, a sensação de que algo muito era grande até a confirmação de que estávamos passando por um ameaça ainda não conhecida, mas todos sabíamos que se tratava de algo possivelmente devastador. Talvez tivéssemos uma salvação, porém, estava bem claro que não seria algo muito fácil de se conseguir e que até mesmo pudesse ser impossível pois não é todo dia que  semideuses são mandados ao Olimpo em busca de ajuda, principalmente quando buscam ajuda de um deus como Apolo; E ele iria ajudar? Bom, isso é uma pergunta que só poderei responder em um futuro, se será breve não posso afirmar, mas que peço que a resposta seja positiva posso lhes assegurar...

Lá estava eu surrando  meu saco de pancada particular no meu espaço dentro do chalé V, minhas mãos se movimentavam rapidamente em golpes eficazes que faziam com que o saco se movimentasse em um sincronizado balançar para frente e para trás enquanto meus golpes se adaptavam, já era tarde da noite e a maioria dos campistas já deviam estar ao menos se preparando para uma noite de sono, porém, minhas expectativas de estar certa foram contadas pela reunião que se fazia ao mandato de Quirón anunciando a ameça e a tal "missão",  eu já me preparava para o melhor, ou pior para muitos, estava com sede de aventura e por uma boa briga, bom, não poderia negar essa vontade quem corre em minhas veias. Havia chegado a hora de conhecer os campistas "sortudos", poucos se apresentavam e aquilo me dava nos nervos, queria que mais tomassem ao menos um pigo de vergonha na cara e se voluntariassem para salvar o acampamento assim como eu e James, meu irmão, e outros 12 campistas de progenitores variados,esperava ver ao menos um pouco de animo nos rostos dos meus companheiros, mas tudo que podia ver era preocupação, já conseguia saber que poucos ali estava mesmo preparados para aquilo, mas agora era tarde e teria de se virar no futuro quer que fossem sozinhos ou com a ajuda de nós outros.
Após o anuncio, todos os semideuses que partiriam rumo ao destino da missão se direcionaram até seus respectivos chalés, eu e James caminhávamos lado a lado trombando um no outro rindo  a cada trombada que ficava cada vez mais violenta, talvez estivéssemos tentando esconder a pontinha de ... ah deixa para lá, não tem essa de esconder algum sentimento nada digno de um filho de Ares. Chegamos ao Chalé V e finalmente nos separamos, rumei até meu quarto  em busca de minha mochila e de minhas armas espalhadas em baixo de minha cama, sei que aquele não era o melhor lugar para se guardar armas, mas era onde eu conseguia encontrar as coisas; Arrumei a mochila com roupas(mesmo não sabendo se era preciso),dracmas e minhas primeiras luvas de Muay Thai que tive, eu não saia sem elas pois de alguma forma sentia que elas me traziam sorte.

Tudo pronto, agora eu caminhava colina a cima lutando contra o vento gelado que sismava em fazer com que meus cabelos ricochetearem em minha face deixando pequenas marcas vermelhas, eu olhava em volta até encontrar a van que serviria com transporte e por minha surpresa a maioria dos campistas já estavam presente, apenas alguns que eu ainda não conhecia faltavam além de meu irmão... Báh! James e sua mania de atrasar. Depois de todos acomodados dentro da van demos inicio em nossa viagem, foram horas entediantes e de extrema tortura sendo obrigada a escutar Aaron cantarolando o caminho inteiro, eu sentia vontade de lhe socar a boca e quebrar todos os dentes, mas pela primeira vez consegui manter o controle, talvez por conta da ansiedade ou porque não conseguia me movimentar dentro da van.
Logo estávamos parados não muito longe do Impire, aliás, eu tanto havia ouvido falar daquele tal  edifício, mas nunca tive a oportunidade de ao menos vê-lo, culpa de meus irmão que me mantinham presa naquele acampamento com exceção nas missões que recebia, mas agora eu conseguia ver a imensa construção a qual o "topo" ocultava nosso destino.

Agora o que nos resta? Seguir nosso destino ou sair correndo feitos bebês chorões... admito que prefiro a primeira opção.

armas:
Adaga de Bronze [ Item Padrão ]

➢ Espada da guerra - A única espada com uma lâmina vermelha como o sangue e com um dos cortes mais afiados do mundo. Ela é leve e causa duas vezes mais dor no oponente do que uma espada normal.


➢ Escudo do medo - Um escudo indestrutível, faz com que o oponente sinta um medo ao ver o próprio reflexo nele.

➢ Lança elétrica - Uma lança afiadíssima capaz de eletrocutar e paralisar o inimigo por dois turnos.

➸ Arco da precisão - Este arco aumenta em 50% a precisão da sua flecha, muito útil para aqueles que não se dão bem com essa arma. [Presente da Annabeth Chase]

➸ Aljava com 80 flechas de fogo - Quando essas flechas são lançadas, pegam fogo no ar e queimam o oponente. [Presente de Annabeth Chase]
"A sede de vingança e guerra esta em meu sangue"
CLUMSY @ SA!
avatar
Ella S. Lanfort
Filhos De Ares
Filhos De Ares

Mensagens : 21
Data de inscrição : 10/07/2013
Idade : 23
Localização : Acampamento

Ficha Meio-Sangue
Nível: 3
HP:
64/110  (64/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Jason Blackwood em Sab Out 19, 2013 7:43 pm



Visitar meu pai...


 
Desde que soube de uma ida ao Olimpo para falar com Apolo eu me candidatei, até por que o deus que todos queriam pedir ou ver se teria como acabar ou minimizar esse frio mágico que atingiu o acampamento é meu pai. Observando o lado de fora do chalé eu percebia a hora, um irmão meu também arrumava suas coisas para partir junto de outros tantos campistas, todos afetados pelo inverno duro e ríspido.
 
Vestia uma camisa preta fina com mangas longas, uma habilidade herdada do meu pai não deixava que eu sentisse frio, botei uma calça jeans, um sapato negro e carregando algumas armas minhas, como minha aljava mágica nas costas com seu arco, meu escudo em forma de relógio, meu anel nos dedos entre outros, porém o que mais me perturbava é como será a recepção do meu pai com tantos semideus indo até ele pedir alguma coisa, espero que ele esteja de bom humor.
 
Os semideuses já entravam na v]a de Argos, o vigia barra motorista do acampamento iria nos levar ao Empire State nessa noite gélida, todos se protegiam do frio como podiam ressaltando que esse fenómeno não era meramente natural, normalmente a barreira do Pinheiro de Thalia é suficiente para reter a neve ou deixar passar apenas uma parte, todavia tudo estava congelado. Sentei na janela de um dos cantos da nossa carona, fiquei calado enquanto um filho de Dionísio cantava lá na frente, outros dormiam e outros conversavam, eu estava completamente sem sono por isso apenas observava a estrada pelo vidro embaçado.
 
Depois de algum tempo chegamos a mu dos prédios mais famosos dos Estados Unidos, quem nunca viu o King Kong batendo no peito e caindo do topo desse monumento? A verdade é que todos saiam lentamente de seus assentos, era quase que total o sentimento de apreensão antes de encarar o deus do Sol de cara, eu tinha dúvidas se o deus que eu veria era o pai que me salvara da morte na floresta ou um soberano mandante exercendo seu papel divino, tomara que ele esteja realmente de bom humor.
 


itens levados:

*Arco e flecha envenenados - Um arco feito todo em ouro e uma aljava de flechas infinitas. Cada flecha possui um veneno mortal em sua ponta, caso o inimigo receba mais de três flechadas é fatal. Se a pessoa que empunhar o arco não for um filho de Apolo, o arco esquentará e queimará a mão dela. 

*Lira mágica - Uma lira que coloca a pessoa que ouvir sua melodia em um sono profundo por dois turnos, suas cordas são indestrutíveis 

⇝ Escudo celestial - Este escudo é muito forte, ele se transforma em um relógio de pulso e quando ativado, você pode fazer com que ele cresça cobrindo seu corpo inteiro. [Obrigatório]

⇝Anel da água - Este anel pode invocar muita água vinda de suas mãos, ao atingir o inimigo, esta água entra em estado fervente e o queima. [Opcional]


-Pingente do tempo. Um pingente com o simbolo de uma nuvem. Ele muda de forma de acordo com o clima e é ativado quando o dono o joga para o alto, ele vira uma espada com o simbolo dos ventos no cabo. Indestrutível [Apenas Luke pode usar] [Recompensa da missão "Em busca da harpia perdida"]









Prince of Son, Guardian of the Ocean...
--------------------------------------------
@Lilah
avatar
Jason Blackwood
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 137
Data de inscrição : 16/04/2013
Idade : 19
Localização : Indo visitar meu pai

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
178/205  (178/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por James Di Angelo em Sab Out 19, 2013 10:43 pm




Salvar o Acampamento
 

O acampamento passa por uma era glacial, bom todo local pode acontecer isso não é? Correto. Mais não no acampamento, pois seus limites são protegidos e o clima sempre é agradável. Mais de uns tempos para cá nos campistas estamos passando digamos por um estágio para pinguim.

Já tinha feito algumas seções de exercícios como abdominais, flexões e levantamento de peso, algumas coisinhas que tenho em meu quarto. Os voluntários que se colocaram a disposição para sair em busca de ajuda ao acampamento em uma missão foram poucos, o que me deixava irritado. Ao todo eram catorze heróis entre eles uma irmã minha. O que me deixava preocupado, quer dizer... ela é corajosa como todos os de Ares mais me deixava preocupado. Saio de volta para o chalé com minha irmã me fazendo companhia e trombando em mim até chegarmos. Sigo para meu quarto e ela para o dela. Temos que organizar as coisas para a missão. Visto uma blusa de mangas longas, calça jeans, e botas estilo militar. Olho minhas armas que estão em cima da cama e em seguida ponho minha faca na parte de trás de minhas costas junto ao cós da calça, faço o mesmo com minha lança, em seguida olho minha espada que esta embainhada e prendo-a na cintura, por ultimo mais não menos importante prendo meu escudo no antebraço esquerdo.

Saio de meu quarto e bato na porta do de minha irmã, não escuto nenhum barulho e percebo que ela já tinha saído. Fora do chalé o vento frio estava matando. Saio andando apressado até o topo da colina e quando chego observo que os outros heróis já estavam. Chego perto de minha irmã mais nem tive tempo de falar, pois a van chega e todos nós caminhamos em direção e ela.

Dentro da van sento ao lado de Ella e seguimos viagem, fico a viagem todo com a mão segurando a espada e observando, sabia que não precisava está fazendo aquilo afinal Argos tinha muitos olhos e estava de olho em tudo. Respiro fundo tentando me controlar com o Aaron cantando 1,2,3 patinhos. De repente a van para e todos nós descemos. Olho para os lados e por ser tarde não se via movimento de pessoas. Olho minha irmã ainda segurando a espada e bastante a atento e falo:

- Olha toma cuidado, estamos em um grande numero, se um semideus já atrai monstros imagina catorze, melhor ficarmos de olho.

Ponho minha mão esquerda na parte de trás das costas sentindo minha faca enquanto olho ao redor com atenção.
 


Tags: aqui  Post:  aqui  Notes: aqui

Thanks @Lilah!
 



Spoiler:
➢ Espada da Guerra: Espada de bronze sagrado banhada em sangue de guerra. Cada ataque executado pelo filho do deus da guerra que arrancar sangue do seu oponente, irá fortalecer seus ataques. 

➢ Escudo do Medo: Escudo feito de prata e banhado com bronze celestial. Quando  seu inimigo olhar fixamente para o escudo, vê seu pior pesadelo. {Uma vez por treino e por missão} 

➢ Lança Elétrica: Lança feita de prata sagrada, possui o dom da eletricidade. Ao ferir seu alvo emite uma carga elétrica capaz de imobilizá-lo por 1 rodada.
avatar
James Di Angelo
Filhos De Ares
Filhos De Ares

Mensagens : 54
Data de inscrição : 28/03/2013
Idade : 22
Localização : Acampamento Meio Sangue

Ficha Meio-Sangue
Nível: 7
HP:
99/130  (99/130)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Jardel L. Heavensbee em Dom Out 20, 2013 9:29 am






Allegiant

Estava voltando da enfermaria, pois havia me machucado um pouco no meu último treino; nada demais, mas preferi deixar que um curandeiro visse. Ele falou que a dor era apenas superficial, me deu um copo para que eu tomasse apenas alguns goles. Até porque o volume de neve e o frio no acampamento aumentavam diariamente, por isso não podia ficar desprotegido em um momento desses.

Passei rapidamente pela frente da casa grande e vi Quíron no meio do que parecia ser uma reunião de semideuses. Aproximei-me e ouvi a conversa; decidi que também iria ao Olimpo com eles para pedir ajuda ao deus Apolo. O centauro um pouco triste e ao mesmo tempo orgulhoso por nós termos nos disponibilizado para ajudarmos o nosso lar meio-sangue, pediu para irmos até nossos respectivos chalés e após arrumar nossas armas e outros itens, nos encontrássemos no topo da colina, onde Argos estaria nos esperando na van.

Eu estava literalmente “tremendo de coragem”, preferi pensar assim. A ideia de falar cara-a-cara com um olimpiano me assustava e me causava ansiedade. Quando estava a apenas alguns metros do chalé 4, corri e adentrei-o rapidamente. Dirijo-me para o dormitório masculino e ao chegar lá apanho rapidamente minha mochila verde escura e lá coloco poucas peças de roupa, uns dracmas que ainda me restava e as armas que achei necessário levar. Tomo um rápido e revigorante banho e visto uma roupa confortável e quente, mas além do casaco grosso, nada pesado.
Saio do meu chalé e olho para trás, penso que aquele poderia ser a última vez em que o via, ou não. Vou andando num passo rápido e chego até o local em que os outros estavam esperando, entrei na van e percebi que fui o penúltimo a chegar. Sentei ao lado do meu novo irmão Allen.

A viagem foi longa e fiquei o tempo todo olhando pela janela e pensando em tudo que iria fazer se saísse com vida dessa empreitada. De repente meu rosto foi de encontro ao assento que estava na minha frente. Olhei atordoado para o lado e vi que os outros estavam descendo, acompanhei-os e olhei para o Empire State. Aquele prédio é magnífico, nunca o vi de perto, só em fotos e na televisão. Na verdade eu sentia um pouco de saudades do mundo fora do acampamento; nunca tinha saído para uma missão externa, por isso fiquei olhando admirado para tudo ao redor.


ARMAS:
♣ Colar do Grou: Colar pequeno com a forma de dois grous se trespassando. Também feito com madeira da Yggdrasil. Ao ser apertado pelo semideus, todos os animais presentes num raio de 100m obedecendo ao chamado do filho da deusa da natureza, partem imediatamente na direção do inimigo da prole de Deméter. (Só pode ser usado em caso de emergência, em outros casos ele não funciona). [Opcional] {By: Pã}

Adaga de Ouro Imperial

✩ Arco e flecha sônico - Uma aljava de flechas infinitas e um arco dourado. Cada flecha lançada possui uma velocidade maior que todas as outras. Uma vez por missão, ela faz um barulho irritante e que causa surdez temporária [By: Apolo] [Obrigatório]

Espada Negra - Esta espada possui uma magia e uma aura quase negra, um corte profundo na pele do inimigo o faz explodir em dor. Ela é feita de bronze e tem uma cor mais escura que o normal. Seu poder funciona apenas uma vez por batalha. [Recompensa da missão "Hey, Apolo!] [By: Apolo] 

✩ Escudo do sol - Esse escudo tem a forma de um sol, possui lâminas extremamente afiadas em sua borda. [By: Apolo][Opcional]



Com quem: Semideuses ★ Vestindo: Link ☼ Música: Equalize - Pitty ♫  Lugar: Empire State ➹ Post:001



Credits @



Última edição por Jardel L. Heavensbee em Ter Out 22, 2013 7:55 pm, editado 1 vez(es)

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------

son of deméter | guer. do sol | mano da brit e do allen | monitor do chalé
 
Jardel Lugema Heavensbee
 ~ A palavra é meu domínio sobre o mundo. ~
avatar
Jardel L. Heavensbee
Guerreiros do Sol
Guerreiros do Sol

Mensagens : 148
Data de inscrição : 19/06/2013
Idade : 20
Localização : Chalé 4, Acampamento Meio-Sangue.

Ficha Meio-Sangue
Nível: 22
HP:
175/185  (175/185)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Apolo em Ter Out 22, 2013 6:19 am

Miya perdeu a vez.
-10 pontos de respeito às regras
Próximo post: Sam


Última edição por Apolo em Ter Out 29, 2013 6:19 am, editado 1 vez(es)

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 27
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Sam Winchester em Ter Out 22, 2013 5:44 pm






Elevator to Heaven


Um frio terrível e inesperado atingiu o acampamento, então uma incursão ao olimpo com catorze semideuses foi armada pelo velho centauro. É claro eu logo me voluntarie para essa jornada, afinal o deus qual íamos pedir ajuda era  meu pai. Depois da reunião onde foi deliberado os riscos da jornada os catorze semideuses foram à seus devidos chalés para arrumar suas coisas para perigosa viagem, não fiz diferente dos outros. Enquanto pegava minhas coisas percebo que um irmão meu fazia a mesma coisa, nenhuma palavra foi trocada entre nós naquele momento, afinal nós dois sabíamos que havia a possibilidade de nosso pai não ser tão bondoso e querer nos ajudar.
 
Demorei um pouco para arrumar minhas coisas então fui um dos últimos a chegar no ponto de encontro onde Argos nos levaria à nosso destino o monumental Empire State Building  vulgo Olimpo.
 
 
- Eae galera vamos logo porque eu já to cansado desse clima de pinguim. 
 
Eu esfregava minhas mão uma na outra tentando esquentá-las um pouco. Pouco a pouco os campistas iam entrando na van, entrei na van me sentando no fundo, ia ser uma longa viagem. Depois de alguns minutos acabei pegando no sono, afinal eu me entediava fácil.
 
O Argos nos deixou algumas quadras do nosso destino. Logo todos desembarcaram, eu desci do carro bocejando e me espreguiçando. Quatro quadras pode não ser uma longa distancia, mas com aquela quantidade de semideuses reunidas ali, com certeza ia ser as quatro quadras mais longas da vida de todos nós.      
 
 
Itens Levados:

*Arco e flecha envenenados - Um arco feito todo em ouro e uma aljava de flechas infinitas. Cada flecha possui um veneno mortal em sua ponta, caso o inimigo receba mais de três flechadas é fatal. Se a pessoa que empunhar o arco não for um filho de Apolo, o arco esquentará e queimará a mão dela.  [Obrigatório]
 
Bracelete Solarium (Verão/Fogo): O Bracelete se torna um escudo de ferro, com o emblema de um sol no centro. Ele é de fácil manuseio e tem uma aura que aumenta a temperatura do lugar aonde estiver.
 
Luvas da Ilusão (Inverno/Água): O par de luvas brancas ou negras é de seda pura. Quando você está usando elas, tudo o que tocar irá congelar. Por 3 turnos. 
 
Lírio do campo (Primavera/Terra): É um pingente prateado, o qual quando ativado se transforma em uma espada de prata (feri tanto semideuses, quanto monstros e humanos.) O punho é lilás é se adéqua perfeitamente a mão do semideus. Ao longo de sua lâmina, pequenas trepadeiras estão trançadas, dando um efeito bonito a arma. Ela emana o perfume das flores.
 
*Lira mágica - Uma lira que coloca a pessoa que ouvir sua melodia em um sono profundo por dois turnos, suas cordas são indestrutíveis
  


 

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------

avatar
Sam Winchester
Cavaleiros das Estações
Cavaleiros das Estações

Mensagens : 21
Data de inscrição : 21/05/2013
Idade : 23
Localização : Na Batcaverna

Ficha Meio-Sangue
Nível: 2
HP:
95/105  (95/105)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Luce Price em Ter Out 22, 2013 7:26 pm

Frio de arrepiar


 Um frio arrepiante rondava o acampamento fazia um tempo, o que não era normal porque o acampamento sempre tinha um clima agradável e quentinho. E tudo ficou ainda mais estranho quando alguns dos campistas que não passavam o ano inteiro no acampamento começaram a volta e Quíron chamou à todos para uma reunião.
A reunião envolvia uma ida ao Olimpo (Edifício Empire State) para pedir ao deus mais quente do Olimpo, Apolo, para dá uma esquentada no acampamento e fazer tudo voltar ao normal. Quatorze semideuses se voluntariaram para ir, eu estava entre eles. Seria uma missão difícil, principalmente por que todos sabiam que o humor de Apolo era inflamável e que ele poderia incinerar qualquer um de nós. Isso metia medo em todos nós (eu em especial estava apavorada).
Depois da reunião, fomos dispensados e tivemos algumas horas pra arrumarmos nossos pertences e depois nos encontrarmos no topo da colina. Tomei um banho e troquei de roupa, colocando uma calça jeans, uma blusa branca de manga, um casaco rosa e uma bota preta. Arrumei meu cabelo em um rabo de cavalo e depois fui arrumar minhas armas. Peguei meu anel de prata que se transformava no meu chicote, meu bracelete que na verdade era meu escudo, uma faca de bronze celestial que ganhei do acampamento que coloquei escondida na bota e por fim, embainhei minha espada do amor e prendi na cintura.
Me despedi de minhas irmãs (que não deram a mínima pra mim) e depois saí do chalé, rumo a colina meio-sangue. O frio piorará desde que tinha entrado no chalé um pouco mais cedo, o vento frio batia no meu rosto ferozmente, meus lábios estavam rachados e provavelmente roxos, meus dedos estavam gelados quase congelados. Andei um pouco mais rápido, mas tentando não escorregar na neve.
Cheguei na colina, todos que iam já estavam lá, alguns eram conhecidos de vista meus, outros nem isso. Entramos na van e eu me sentei na cadeira atrás de Aaron, filho de Dionísio e irmão gêmeo de Pietro (meu namorado lindo).
                                              ...
Alguns dos semideuses dormiram durante a viajem, outros ficaram conversando e eu fiquei dando alguns chutes na cadeira do Aaron, que não parava de cantar músicas irritantes. Quando a van parou subitamente, os que dormiam acordaram, os que conversavam se calaram, Aaron finalmente fechou a matraca e eu parei de chutá-lo. Saímos todos da van, estamos algumas quadras antes do Empire State. Não entendi aqui, mas talvez fosse mais seguro a gente ser deixado ali (ou não). Comecei a girar meu anel de prata, estava começando a ficar nervosa e extremamente preocupada, tinha acabado de cair a ficha de todos os perigos que poderíamos enfrentar. Soltei um suspiro tentando me acalmar e disse para mim mesma:
- Bem, aqui estamos! E provavelmente nada será fácil a partir de agora! 
 

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Luce Price - Filha de Afrodite
avatar
Luce Price
Filhos De Afrodite
Filhos De Afrodite

Mensagens : 102
Data de inscrição : 27/03/2013
Idade : 20

Ficha Meio-Sangue
Nível: 5
HP:
102/120  (102/120)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Apolo em Qua Out 23, 2013 8:40 am


Sejam rápidos







Os semideuses agora estavam a mercê da sorte. Como sempre fazia, Argos disparou novamente para o acampamento, sem dar chance de alguém gritar "Por favor, eu não quero morrer, me leva de volta!" . Todos encararam o grande edifício ao mesmo tempo, com as mãos em suas armas, prontos para qualquer ataque surpresa. Amy olhou para o lado, a procura de David, mas não o encontrou. O garoto saiu da van, mas em seguida entrou rapidamente sem que ninguém notasse. Agora eles eram apenas doze semideuses.


Bem... havia monstros lá, mas eu os espantei, acho que seria interessante conversar com esses semideuses, ou matar todos carbonizados sem nenhuma piedade. Quando ele morriam para os monstros, não tinha graça nenhuma... muito mais honorável você morrer nas mãos de um deus.


Por fim, os grupo começou a caminhar. Todos muito unidos, sem se separar em nenhum momento. Levaram cerca de oito minutos para alcançar a porta do Empire State. Os mortais passando pela rua faziam uma cara de desaprovação, provavelmente eles estavam enxergando um grupo de adolescentes bebendo ou fazendo bagunça em vez de um grupo de semideuses nervosos e nem um pouco prontos para me encarar.


Meu filho Enzo passou à frente de todos, ele contou até três e todos entraram se atropelando dentro do edifício. Não foi um plano muito inteligente da parte dele. Assim que todos se levantaram, eles encararam o guarda que dormia com um boné de segurança no rosto. Aaron retirou o boné da cara dele e gritou, típico dos filhos de Dionísio.


Aria respirou fundo e empurrou o namorado para trás dela.


-Seiscentésimo andar, por favor. - Disse a garota. O guarda retribuiu com um sorriso malicioso e a porta do elevador se abriu.

-Subam até seis de cada vez, não mais que isso... ou o elevador cairá e vocês visitarão Hades.


Foi decidido entre eles quem seriam os primeiros. Os mais fortes do grupo subiram. A primeira a entrar no elevador foi Britany, ao lado dela, Enzo e ao lado dele foi Jardel. As irmãs Amy e Aria entraram logo em seguida e por fim, Sansa entrou no elevador.


Os demais semideuses se sentaram em alguns bancos e aguardaram ansiosos a volta do elevador. Aaron era o que demonstrava estar mais perto de entrar em desespero. Afinal, seu irmão havia ficado para proteger o acampamento e agora sua namorada e sua cunhada estavam subindo num elevador, rumo ao Olimpo.


[...]


Enquanto isso, no elevador, a música era "Stay'n alive". Ironicamente, a missão maior daqueles semideuses era manter-se vivos. Nenhum dos semideuses ali presentes disse nada naquela subida, Britany a todo momento fazia movimentos com a cabeça, como se tudo aquilo fosse um sonho e agora ela queria acordar. Jardel e Enzo estavam pensativos, olhando para o chão do elevador. Aria e Amy estavam de mãos dadas, como se dessem forças uma para o outra. Sansa era a mais inquieta, toda hora parecia querer voltar, estar preocupada com algo... ou alguém.

A porta do elevador se abriu. A luz ofuscou os olhos dos semideuses, que saíram rapidamente do elevador e o mesmo desceu. Havia um caminho de pedras levando a um grande monte. Os sete semideuses começaram a sua caminhada, rumo ao monte Olimpo.

Naquele momento, ele estava vazio. Só havia eu, sentado em meu trono, impaciente. Estava envolto apenas com uma parte da minha toga, que servia para não deixar "certas partes" expostas. Andava de um lado para o outro.

[...]

O elevador chegou. Os semideuses que estavam lá em baixo não sabiam se respiravam aliviados ou se entravam em desespero. O primeiro a entrar foi Aaron, em seguida Allen, Miya, Sam, James e Ella. Todos estavam inquietos naquele caminho. Finalmente o elevador se abriu e os treze semideuses se reuniram novamente. Britany se virou.

-Eu vou subir. Venham junto se quiserem. - Ela disse.

Logo ela começou a subida do Monte Olimpo. Aquilo demoraria muito tempo e eu acabei perdendo a paciência. Bati palmas no salão dos doze completamente vazio e desapareci. Reapareci novamente na frente de Britany, assustando a todos, especialmente a ela.

-Parem de ser lentos! - Eu gritei

Em seguida, envolvi todos numa luz e em questão de segundos, eles estavam no Monte Olimpo. Arrumei a minha túnica e me sentei no meu trono. Pigarreei e olhei para aquele grupo de criancinhas assustadas. Ah! Aquilo sim seria divertido.

-Então, porque vieram me perturbar agora? - Perguntei.

Os três mais fortes tomaram a palavra.


Regras de postagem:
-Descrevam meu post do ponto de vista de vocês
-Sejam bastante descritivos, nada de posts brutos. Se seus posts forem muito ruins, eu posso desconsiderá-los e você morre.
-Cada um terá 40 horas para postar a partir do outro post. A ordem de posts será colocada abaixo.
-Três mais fortes=Brit, Jardel e Enzo.


Ordem de posts:

-Aaron
-Allen
-Amy
-Aria
-Britany
-Ella
-Enzo
-James
-Jardel
-Miya
-Sam
-Sansa

thanks mseller @



Última edição por Apolo em Seg Nov 11, 2013 12:31 pm, editado 3 vez(es)

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 27
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Aaron Bertolazzo em Qui Out 24, 2013 9:55 pm

This place about to blow

                         



Argos não tardou em pisar no acelerador assim que os voluntários desceram, saindo do nosso campo de vista em poucos segundos. Logo todos perceberam que não havia mais volta, então se viraram em direção ao imponente prédio Empire State, para nós também era um sinônimo para Olimpo, que estava a alguma quadra dali.

Eu estava começando a entender a apreensão que todos demonstraram durante a viagem e a senti-la também. Estávamos prestes a encontrar um deus com um temperamento um pouco arisco, sem contar o número de monstros que já havíamos chamado a atenção até aquele momento. Quando finalmente começamos a andar, levei uma mão até o cos da calça, onde tinha uma adaga escondida por debaixo dos vários casacos que estava usando.

Percebi que meus companheiros de aventura faziam o mesmo, alguns disfarçaram e outros nem tanto, mas o que importava é que estávamos prontos e unidos. Durante o percurso prestei atenção no grupo, atrás da única pessoa com cabelos ruivos ali presente, assim que a encontrei fui para seu lado e segurei sua mão. Aria, filha de Macária e também minha namorada, pareceu se assustar com a presença repentina, mas assim que percebeu que era eu, me lançou um sorriso de incentivo.

Não demoramos muito para chegarmos ao nosso destino. Enzo, um dos vários filhos do titio Apolo, sugeriu que entrássemos todos juntos, o que achei estranho até para uma mente perturbada como a minha, mas decidi não contrarias, afinal, o garoto tinha mais experiência nesse ramo de missões. Bem, aconteceu o que era esperado, todos caíram uns por cima dos outros, mas até que tinha sido engraçado. Falo isso porque eu fui um dos que tiveram sorte de ficar por cima e não fui esmagado. Assim que voltamos a uma postura civilizada, nos dirigimos a bancada onde tinha guarda que dormia com um boné de segurança no rosto. Ouvi alguém perguntar o que iriamos fazer, então dei meu melhor sorriso maroto e disse – Deixa comigo.
 
Cautelosamente tirei o boné da cara do homem, tomei ar e gritei – ACORDA VAGABUNDO.TE PAGO PRA ISSO NÃO !! – Com o susto, o guarda pulou da cadeira, quase caindo desta, e olhou atordoado para todos nós. Alguns, assim como eu, acharam graça da situação, porém, antes eu pudesse gozar completamente do momento, minha belíssima namorada me empurrou para trás dela e tomou a palavra - Seiscentésimo andar, por favor. - O guarda a olhou, lhe lançou um sorriso, que na minha opinião foi muito indiscreto e antiprofissional, e a porta do elevador se abriu - Subam até seis de cada vez, não mais que isso... ou o elevador cairá e vocês visitarão Hades – Disse o cara de limão azedo.

Nos agrupamos num círculo e sem delongas decidimos que o melhor seria que os mais experientes fossem na frente. Sendo assim, os seis primeiros a entrarem no elevador foram: Cabrita Britany, Enzo, Jardel, Amy, Aria e por fim, Sansa, minha querida cunhadinha.

Apenas me restou tentar esperar sentado juntos com os demais que sobraram, porém, seja por causa da hiperatividade ou porque estava muito nervoso, não consegui passar mais de 2 segundos com o bumbum pregado num banco, então decidi ser útil. Caminhei até a porta fechada do elevador e comecei a pular enquanto sussurra – Desce, desce,desce,desce,desce,desce...  

[...]
Soltei um suspiro aliviado quando finalmente o elevador chegou. Fui o primeiro a pular dentro dele, sem nem deixar que as portas se abrissem direito, seguido por Allen, Miya, Sam, James e Ella. Imediatamente voltei a fazer minha mandiga, só que ao invés de desejar que o elevador descesse logo, pedi que ele subisse. E, demorando menos tempo do que nas duas últimas viagens, as postas do elevador se abriram novamente, só que dessa vez trazendo ao nosso campo de visão o que deveria ser uma cidade grega nos seus tempos de gloria. Passado o momento de contemplação, os que chegaram primeiro vieram para perto de nós e a Cabrita Brit disse - Eu vou subir. Venham junto se quiserem.

De imediato ela começou a subir o Monte Olimpo com o resto nós no seu encalço . Percebi que ai demorar até chegarmos ao local,então me apoiei nas costas da Areia,fiz biquinho e falei - Mô,me carrega?
 
Então do nada aconteceu uma explosão de glitter dourado e junto com ele apareceu a Apola Poderosa o titio Apolo -Parem de ser lentos! - Ele gritou,fazendo assim com que todos se assustassem,depois envolveu-nos numa luz,o que me fez pensar que era nossa morte,imediatamente fechei os olhos,mas nada aconteceu e quando os abri novamente,estávamos no Monte Olimpo. 

Ainda petrificado por causa do medo,observe atentamente Apolo.Ele não parecia ter mais de 23 anos e suas características eram muito parecidas com a de seus filhos,mas ele tinha algo a mais, uma aura inconfundível de poder.
 
-Então, porque vieram me perturbar agora? - Perguntou o deus.
 
Vi que alguns engoliram em seco,então empurrei  a Britt,o Jardel e Enzo,para que eles explicassem tudo,como havíamos combinado lá embaixo.
 



thanks juuub's @ cp!


-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Aaron Bertolazzo



Supremo Dlç do Fórum, Amor da vida do mano, Charmander da Pika, BFF da Lillian, Bode da Britany e Princeso da Areia u.u  
Credits: @
avatar
Aaron Bertolazzo
Filhos De Dionísio
Filhos De Dionísio

Mensagens : 52
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 22
Localização : Aonde você desejaria estar :P

Ficha Meio-Sangue
Nível: 5
HP:
102/120  (102/120)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Allen Souke em Sex Out 25, 2013 11:54 am



Acampamento ou não
“Talvez, se eu fosse menos louco.”





Assim que aquele “homem” com vários olhos nos deixou a algumas quadras do nosso destino, nos organizamos para começar a andar. Começamos a caminhar em direção ao grande edifício, quando percebemos que o filho de Hipnos tinha voltado para a van. Não liguei muito, enquanto a namorada do menino olhava a van sumir de vista. Tentei andar junto de meu meio irmão, mas ele não estava querendo muita conversa e então comecei a caminhar sozinho, olhando para o chão. Como minha foice estava em mãos, não sabia como os mortais que passavam por ali não estranhavam aquela arma. Não só eu estava com armas em mãos, quase todos já estavam armados. Todos que passavam por nos, nos encaravam com um olhar de reprovação. Ao olhar para uma das meninas que estavam com a gente, percebi que ela estava segurando ao invés de uma espada, uma garrafa de vinho. Então entendi o motivo pelas caras feias dos mortais. Pensavam que nos éramos um grupo de bêbados, ou até mesmo mendigos. Quando finalmente nossa caminhada acabou, ficamos alguns segundos olhando para o grande prédio.
Um garoto tomou a frente de todos e com seus dedos, contou até três. Todos nos sabíamos o que era para fazer quando chegasse o três , e assim foi feito. Como uma manada de elefantes, adentramos ao edifício levando tudo que estava em nossa frente. Quando um semideus caiu, levou todos nos com ele. O menino que estava cantando na van, se levantou rapidamente e foi em direção ao segurança que estava dormindo com os pés no balcão. Quando todos já se ajeitavam, o menino tirou o boné da face do homem e deu um berro. O cara acordou com um pulo, já puxou sua faca de bronze celestial. Quando percebeu que só se tratava de adolescentes, fez o favor de guardar a mesma. A namorada do filho do deus do vinho empurrou ele para trás e se dirigiu ao homem.
-Seiscentésimo andar, por favor. – A menina falou.
Com um sorriso entranho, o segurança disse:
-Subam até seis de cada vez, não mais que isso. – Depois de uma pausa ele continuou-  ou o elevador cairá e vocês visitarão Hades.
Não precisou falar mais nada para que os seis se apressassem logo. Entre aqueles seis, Jardel já estava no elevador. Logo quando a porta daquele elevador se fechou, fui o primeiro a procurar algo para me sentar. Vi no fundo do saguão, alguns bancos e não hesitei em seguir até lá.
Enquanto estava sentado, fiquei pensando. Porque nenhum monstro ainda não tinha atacado, principalmente por ser um grupo tão grande de semideuses como esse? Como seria a reação do deus em saber de nosso pedido? Essas perguntas logo, logo seriam resolvidas. Quando percebo, todos já estão sentados nos bancos, aflitos, esperando o elevador voltar a descer.
Logo quando o elevador desceu Aaron, o menino que não calava a boca foi o primeiro a entrar, seguido de mim e de todos os outros. Quando ativaram o botão que apareceu repentinamente, o elevador começou a subir rapidamente. Não sabia o que estava para acontecer, o que Apolo faria ao ouvir nosso pedido, como seria o Olimpo e tudo mais. Olhei para o painel de lead e os números iam passando rapidamente, 400, 407, 416... E finalmente chegamos ao Monte.
A primeira vista foi tudo de bom, um lugar maravilhoso. A menina, filha de Hermes, estava na frente. Logo quando ela se virou, já foi falando.
- Eu vou subir. Venham junto se quiserem.  
Claro que todos iriam com ela.
Não demorei em começar a andar, não queria me perder do grupo. Quando estávamos quase terminando de passar pelo grande arco de pedra, de repente surgiu na frente de nossa “líder” um homem loiro de túnica branca. Todos não aguentaram e soltaram um gritinho de susto, eu até cai no chão, digo na pedra. O suposto homem, todos já sabiam que ele era o deus Apolo, menos eu. O deus gritou alguma coisa que eu não consegui escutar, estava recolhendo meus itens e ainda estava abalado pelo susto, então de uma hora pra outra, uma forte luz nos circulou e de repente não estávamos no final do arco de pedra e sim, no salão dos Doze. Estávamos dentro do Olimpo.
Apolo estava maior, não era do tamanho normal de um humano. Ele estava sentado em seu incrível e luxuoso trono, enquanto os meios-sangues. Nos todos nos mexíamos inquietos, até que finalmente Apolo tomou a palavra novamente.
-Então, porque vieram me perturbar agora? – O deus disse.
Três pessoas tomaram a frente e então, começaram a falar...



Post: 002~ Roupas: ‘-‘~ Musica: Empire State  Of Mind - Glee~ Notas: Chegada ao Olimpo *O*~
@ Oops!

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------




Burro | Mano do Mano | Prole de Deméter

Allen Souke™️

credits @Demetria for MDD
avatar
Allen Souke
Cavaleiros De Héstia
Cavaleiros De Héstia

Mensagens : 63
Data de inscrição : 17/08/2013
Idade : 19
Localização : Localização 'u'

Ficha Meio-Sangue
Nível: 8
HP:
135/135  (135/135)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Amy B. Hughes em Sab Out 26, 2013 8:31 pm





get ready

neve, neve e mais neve para todo lado, socorro!


Assim que descemos o carro foi possível ouvi-lo acelerar e voltar em disparada para o Acampamento, lugar de onde não deveríamos ter saído. Alguns passos em direção ao Empire State depois, percebi que o filho de Hipnos, David, não estava mais ali. O seu sumiço não foi explicado, mas eu possuía a minima ideia do que fosse, respirei fundo e continuei meu caminho junto aos outros semi-deuses.
 Alguns minutos depois nos vimos entrando pela porta do estabelecimento, estava mais para um "invadir", mas, entramos sem mais delongas. Em sua mesa de recepcionista estava um homem que poderia ser dito como "monstro enorme", ele dormia tranquilamente até que meu Cunhado, Aaron, o acordou gritando coisas sem sentido, segurei uma risada ao ver que minha irmã não achara graça. 
 - Seiscentésimo andar, por favor - Aria tomou a dianteira. O homem abriu um sorriso horrivelmente malicioso, me fazendo repulsar; de qualquer modo, ele nos guiou até o elevador e então disparou:
 - Subam até seis de cada vez, não mais que isso... Ou o elevador cairá e vocês visitarão Hades - a ideia não parecia tão ruim, mas não era para isso que estávamos aqui. Depois de uma rápida discussão, decidimos subir em grupos separados por "experiência", assim, tomei a mão de minha irmã e subimos ao lado de Britany, Enzo, Jardel e Sansa.
 Durante nossa subida ao topo do prédio ficamos todos inquietos, olhava para Aria a cada dois segundos e respirava fundo tentando conter a inquietação. A porta se abriu e soltou aquele barulhinho básico de elevador, me fazendo revirar os olhos. Esperamos nossos outros companheiros e então a filha de Hermes disse - Eu vou subir. Venham junto se quiserem - estava pronta pra dizer algo como "ah claro, ficamos então", mas, minha ideia foi reprimida por uma luz ofuscante, claramente, todos se assustaram e assim que foi possível ver, lá estava Apolo, sim, O Apolo. Prendi minha respiração com a proximidade do deus e logo fomos envolvidos por outro clarão e em um piscar de olhos estávamos no Monte Olimpo. O deus agora sentava-se em seu trono esplendido e disse arrumando sua túnica - Então, por que vieram me perturbar agora? - Demos espaço para os semideuses mais experientes falarem e aguardamos tentando criar confiança.    

valeu @ cács!




-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


amy b. hughes
Filha de Macária.Cavaleira das Estações.Namorada do David
THANKS, LU.
avatar
Amy B. Hughes
Cavaleiros das Estações
Cavaleiros das Estações

Mensagens : 46
Data de inscrição : 20/08/2013
Idade : 20

Ficha Meio-Sangue
Nível: 6
HP:
118/125  (118/125)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Aria R. Bouvier em Dom Out 27, 2013 8:54 am




galway girl ,


she was just a girl 


Assim que pisamos os pés fora da van, qualquer resíduo de brincadeira ou animação foi embora, só ficou a apreensão, que era quase palpável. Nem precisei olhar para traz para saber que aquele cantar de pneus fora Argos indo embora, nós deixando sem uma rota de fuga, agora estávamos sozinhos. Enquanto eu procurava por Amy e David, senti alguém segurar minha mão e sorri ao perceber que era Aaron, e não um louco agarrador de mãos.

Sem delongas, começamos a caminhar em direção ao Olimpo, não foi uma caminhada longa, andamos por poucos minutos, mas estranhei o fato de que 11 semideuses - Um, no caso o David, resolveu abandonar a missão por motivos desconhecidos por mim - estivessem tão perto e nenhum monstro tenha aparecido para tentar nos devorar. Mas é claro que eu não reclamei, estava preocupada demais em encontrar o deus e tentar não morrer carbonizada. 

Enzo tomou a dianteira, dizendo para que todos nós entrássemos no três, não precisa ser um gênio para descobrir que não deu certo, todos fomos parar no chão, pagando um belo de um mico na frente de todos que estavam na recepção do Empire. Rapidamente me levantei, assim como todos os outros, e novamente juntos caminhamos ate o guarda, este que dormia um um boné no rosto, se a intenção dele fosse que ninguém percebesse, fora uma tentava falha, seu ronco era perceptível ate fora do edifício. 
Meu namorado se voluntariou para acordar o guarda, mas ninguém esperava que fosse daquele jeito, ele retirou o boné do rosto do homem e gritou algo quase que indecifrável, fazendo que este acordasse de forma brusca, eu não sabia se ria da expressão do homem ou ralhava com Aaron por tal feito. Escolhi a segunda opção, puxando-o para traz de mim, mas não antes de beliscar seu braço. 
 - Seiscentésimo andar, por favor -  Revirei os olhos, ignorando o sorriso malicioso que o guarda dava

Ele nos guiou ate o elevador e pediu para que fossemos de 6 em 6, só para ter a certeza que ele não ceda e todos morrêssemos antes mesmo de chegar ate Apolo. Depois de uma breve discussão, fora decidido que Brit, filha de Hermes, Enzo, filho de Apolo, Jardel, filho de Deméter, eu e Amy e Sansa, filha de Afrodite subíssemos primeiro. O trajeto fora no minimo tenso, eu tinha meus dedos entrelaçados no da minha irmã, como se desejávamos passar confiança uma para outra, mas meus pensamentos estavam longe, ou nem tão longe assim, mais especificamente no Olimpo. Todo semideus sonha em um dia ter a honra de conhecer o lar dos deuses, mas não na circunstancias que nós encontrávamos, sem garantia nenhuma de que voltaríamos inteiros ou vivos para o CHB. Balancei minha cabeça, me livrando dos pensamentos negativos, saindo do elevador, ficamos parados ali, esperando os outros, todos inquietos. Assim que todos chegaram, Britany disse que começaria a subir e quem quisesse, poderia ir com ela, e foi o que todos fizeram, afinal, não era muitas as opções que tínhamos.   

Não estávamos nem a dois minutos andando quando Aaron se encostou em mim, pedindo para que eu o carregasse, não sei o que ele estava pensando, mas não sou burra de carga e nem estava aguentando comigo mesma, imagina com ele. Mas antes que eu pudesse responder, uma luz branca e ofuscante apareceu em nossa frente, fazendo com que todos tomassem um belo susto. Ele gritou algo sobre sermos lerdos, e no segundo seguinte, todos estávamos na sala dos tronos, tive essa grande percepção ao ver enormes tronos formando um U. 
-Então, porque vieram me perturbar agora? - O deus perguntou 
Eu não seria a audaciosa de responder, então fiquei no meu canto, esperando que os mais experientes tomassem a palavra.


THANKS ♥

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


How can I love when I'm afraid to fall? 
Aria Rosalie Bouvier

avatar
Aria R. Bouvier
Cavaleiros das Estações
Cavaleiros das Estações

Mensagens : 186
Data de inscrição : 26/03/2013
Idade : 19

Ficha Meio-Sangue
Nível: 7
HP:
125/130  (125/130)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Apolo em Ter Out 29, 2013 6:04 am

Exceção aberta para Britany por imprevisto em off. Até 12h05 pra postar.


Última edição por Apolo em Ter Out 29, 2013 9:44 am, editado 1 vez(es)

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 27
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Britany A. Baudelaire em Ter Out 29, 2013 9:42 am



A jornada - 2ª parte

-------------------- "E todas as estradas que temos que percorrer são tortuosas" ------------------
 
Quando todos - ou quase todos, já que David sumira misteriosamente - estavam reunidos na calçada, tomamos coragem e começamos a caminhar até a portaria e, confesso, nessa hora, meu coração gelou.
Lá fora alguns mortais aqui e outros ali, se perguntavam o que poderia estar acontecendo, e, de uma única coisa tenho certeza, eles não tinha a mínima ideia da verdadeira razão por estarmos ali.

O porteiro logo soube o que éramos de verdade quando foi lhe dito que desejávamos ir até o andar 600º. Mas um último aviso foi dado:

- Subam até seis de cada vez, não mais que isso... Ou o elevador cairá e vocês visitarão Hades.

E assim, nos dividimos em dois grupos: Eu, Aria e Amy - de Macária, Enzo - Apolo, Jardel, de Deméter e Sansa de Afrodite. Fui a primeira a entrar no elevador, os outros me seguiram aleatoriamente.

No elevador, tocava uma música irritantemente irritante que eu não gostaria de saber o nome. Deixei meu pensamento voltado para os monstros... aonde estariam eles afinal? Será que os deuses olhavam por nós? Sem que eu sequer notasse, minha cabeça começou a se movimentar como se estivesse em uma aula de aquecimento. Meu pescoço fazia movimentos circulares (ou nem tanto assim). Como eu queria poder despertar deste devaneio maluco!

Não consegui me concentrar nos demais semideuses presentes, mas sabia que algo tínhamos em comum: O medo do que estava por vir.

Subitamente, a porta se abriu mas... será que já havíamos chegado? Ou o elevador emperrou e iriamos morrer? Ou eu não tinha percebido o tempo passar? Ou...

Bom, sem tempo para pensar, segui as pessoas que e assim que todos estávamos do lado de fora, o elevador desceu mais rápido do que você possa imaginar. Tive que franzir a testa devido a forte luz que era emitida do lugar. Alguns minutos depois, os demais se reuniram a nós:

-Eu vou subir. Venham junto se quiserem. - disse impaciente, queria acabar com aquilo de uma vez... ou começar.

Não tínhamos dado nem dez passos, quando eu quase cai de tão assustada. Ali, diante dos meus olhos, uma figura ilustre e bonita, como aqueles caras californianos, disse em tom bastante elevado:

-Parem de ser lentos! -

Meus deuses! Seria aquele... A-A... Não conseguia falar, mas nem teria oportunidade, não agora. Fomos envolvidos por uma luz quase cegante e quando tudo passou, pude ver que todo o ambiente tinha mudado. Todos os outros estavam abobados e me perguntei se eu também estava com cara de trouxa.

Nem consegui absorver a beleza do Monte Olimpo, aquele projeto de modelo divino ajeitou uma roupa (ou parte de uma roupa) e se sentou no trono que achei ser o seu (não tive capacidade de associar):

- Então, porque vieram me perturbar agora? - disse, de um jeito esnobe

Eu tremia feito uma vara verde, mas achei que teria que falar alguma coisa, né? Fiz uma reverência e disse, olhando para baixo:

- Meu senhor, queira nos perdoar. O Acampamento precisa muito de sua ajuda, acho que já deve saber. Todos os campos estão congelando e não vai demorar muito para que isso aconteça conosco. Por favor, ajude-nos

NOTE: *O* COM: Semideuses e Apolo ONDE: Monte Olimpo  

Thanks @Lilah!

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


O tempo não cura tudo. Aliás, o tempo não cura nada.
Prole de Hermes ✖️ Mana do Jardel ✖️ Best do Pietro ✖️ Lonely Girl ♥️
avatar
Britany A. Baudelaire
Filhos de Hermes
Filhos de Hermes

Mensagens : 216
Data de inscrição : 09/07/2013
Idade : 20
Localização : Em outra missão! \õ/

Ficha Meio-Sangue
Nível: 22
HP:
205/205  (205/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Apolo em Sex Nov 01, 2013 8:02 am

Ella perdeu a vez

-10 pontos de respeito às regras.

Próximo post: Enzo

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 27
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Jason Blackwood em Sab Nov 02, 2013 3:24 pm

Fui um dos últimos a sair do veículo do Argos, o qual nem esperou um “boa noite” nosso e já estava longe quando percebemos. Fitei ao redor empunhando minha lança, sinceramente eu esperava encontrar dezenas de monstros prontos para nos jantar nos primeiros passos, contudo quem mais me assustou foram os mortais os quais nos observavam como se estivéssemos fazendo algo errado, se bem que essa hora da noite o julgamento deles não estaria errado em condições normais.
 
Quando chegamos à porta do Empire State Building, também conhecido como Monte Olimpo que fica em seu topo, tomei a frente do grupo dizendo:
- Acho melhor entrarmos juntos.- Na minha cabeça eles entenderiam que era para irmos um atrás do outro sem desgrudar, para que ninguém ficasse para trás, porém todos quiseram ir contra a lei física que dois corpos não ocupam o mesmo lugar e se empurraram na entrada. Depois de retirar alguém de cima de mim e me recompor, percebi o saguão silencioso do local, até que um filho de Dionísio deu um grito no ouvido do porteiro.
 
Depois disso outra menina lhe pediu gentilmente que nos deixasse subir ao andar mais alto cuja função é ser a morada dos deuses. O rapaz informou que subíssemos seis de cada vez para que não fossemos em uma viagem direto ao Tártaro, logo os mais experientes tomaram a frente entrando no elevador. No momento que começamos nossa ida ao Olimpo que eu fiquei pensativo sobre tudo, afinal seria para mim um encontro familiar, ainda queria ter uma chance de agradecer o Senhor do Sol por ter me salvado da morte contra a rainha myrmeko, todavia o assunto do frio era pior, mas será que ele não já percebeu e queria ver como nos sairíamos? Essa era questão que rondava minha cabeça, poderia ser um teste isso tudo, porém guardei essa dúvida para mim apenas.
 
Quando as portas se abriram uma luz veio direto de encontro com meu rosto. Cerrei os olhos para não ficar cego com aquele brilho, depois admirei a arquitetura e magia que aquele lugar mostrava, feito com perfeição, pois cada pedra e ornamento estavam no local correto. Esperamos todos chegarem e quando isso aconteceu a Brit tomou a dianteira com passos corajosos, nem mesmo eu quis adiantar o encontro inevitável. De repente, depois de uma breve caminhada da filha de Hermes, o meu pai surgiu em sua frente com o mesmo belo rosto o qual vi no acidente da floresta.


- Parem de ser lentos!- Foi o grito que ele deu ao mesmo tempo em que uma luz nos cobria. Em questão de segundos, assim que abri meus olhos, percebi que estava no Salão dos Tronos, mas não fiquei observando ao redor por que nosso assunto era apenas com um deus. Naquele momento eu estava temeroso, qualquer ação ou palavra errada que fosse tomada como insulto oi falta de respeito poderia resultar em castigo ou maldição, mesmo sendo meu pai eu acho que não teria nenhum alívio para mim, mas a Brit tomou a primeira palavra, corajosa como sempre.


- Meu senhor, queira nos perdoar. O Acampamento precisa muito de sua ajuda, acho que já deve saber. Todos os campos estão congelando e não vai demorar muito para que isso aconteça conosco. Por favor, ajude-nos


Olhei para menina e me juntei a ela, ombro a ombro dizendo:


- Senhor Apolo, meu pai, o acampamento precisa de seu auxílio, uma frente fria que penso ser mágica ultrapassou até mesmo as barreiras mágicas que nos defendem, coisa que nunca vi antes. Como a Brittany disse, em questão de tempo tudo será congelado, precisamos de sua ajuda, por favor.
avatar
Jason Blackwood
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 137
Data de inscrição : 16/04/2013
Idade : 19
Localização : Indo visitar meu pai

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
178/205  (178/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por James Di Angelo em Seg Nov 04, 2013 4:58 pm

 


Vamos ver no que dá
 

Quando todos nós descemos do veículo partiu rapidamente. Eu olho ao redor e percebo que os mortais estão nos olhando como se esperassem que fizéssemos algo de ruim, pressiono a mandíbula e fico sério olhando para as pessoas esperando a qualquer momento ser atacado por algum monstro. Ponho a mão direita na parte de trás de minhas costas onde seguro minha adaga por precaução e saímos andando em direção ao nosso objetivo. Ao chegar na porta do Empire State Building foi a maior zorra, aquilo nem parecia um grupo de semideuses querendo salvar o acampamento e sim um monte de crianças mimadas querendo entrar em um brinquedo de algum parque de diversões. Depois que todos entraram eu os acompanhei e já escuto uma garota pedir ao moço que nos deixasse usar o elevador para ir ao monte olimpo. Ele informa que só era para subir seis de cada vez ou no lugar de visitar o deus sol iriamos visitar o deus dos mortos. Os mais experientes tomaram a frente e entraram no elevador qual foram em direção ao deu. O elevador volta e eu entro junto com os outros heróis, não posso negar sinto a apreensão no ar, eu também estava assim. Tentava me controlar conseguia me sair bem fazendo isso mais não estava totalmente relaxado afinal de contas iria ficar cara a cara com Apolo e qualquer palavra dita errada seja ela qual for viraríamos poeira junto com marcas de gorduras.
A porta abre e ponho uma mão na frente dos olhos para impedir a luz que estava machucando minha visão. Então pude observar como tudo é lindo. Não sou fã de arquitetura, sou mais destruir mais o monte olympo é diferente até poderia dizer que me sentia bem estando ali a não ser pelo fato de enquanto caminhávamos o deus que estamos à procura aparece em nossa frente gritando o que fez meu sangue esquentar. Sentia receio de Apolo afinal não sabemos quando um deus perde a paciência e nos mata.
Uma luz nos cobre e quando abro os olhos estamos no salão dos tronos. Não tive tempo para apreciar o lugar me pus de joelho com o esquerdo no chão e o direito como apoio, abaixo a cabeça e escuto meus colegas falarem.

 


Tags: aqui  Post:  aqui  Notes: aqui

Thanks @Lilah!
 
avatar
James Di Angelo
Filhos De Ares
Filhos De Ares

Mensagens : 54
Data de inscrição : 28/03/2013
Idade : 22
Localização : Acampamento Meio Sangue

Ficha Meio-Sangue
Nível: 7
HP:
99/130  (99/130)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Jardel L. Heavensbee em Seg Nov 04, 2013 6:14 pm






Allegiant

 Ainda observava atentamente o local em que tínhamos acabado de desembarcar, quando ouço o ronco do motor e o cantar de pneus. Argo já tinha partido e nos deixou ali, sozinhos e no sereno. Pelo visto o David também, deve ter preferido voltar para ficar dormindo no seu chalé.

Começamos a andar em direção ao nosso destino, eu permaneci o tempo inteiro segurando a minha nova espada; nunca se sabe quando um monstro disfarçado de gente iria se jogar contra um grupo de semideuses. Após passarem minutos que pareceram horas, chegamos até a entrada do prédio. E como não sabíamos direito o que fazer, decidimos seguir as instruções de Enzo que passou a nossa frente. E guiados pelo medo de ficar do lado de fora com monstros, todos resolvemos entrar no mesmo instante; o que não foi uma boa ideia já que o que se sucedeu foi uma queda feia.
Levantei-me junto com os outros e vi quando um guarda que dormia ali preguiçosamente foi acordado aos berros pelo Aaron. Uma das filhas de Macária fez o pedido do andar a que íamos, e o rapaz pediu que subissem seis de cada vez. Decidimos em consenso que os mais fortes subir até o Olimpo primeiro.
Entrei no elevador mais aliviado, pois com exceção de duas semideusas, os outros eu conhecia a um bom tempo. Passei a viagem toda pensando em possíveis reações do deus quando fizéssemos o pedido. Ainda olhando para o chão e lembrando do deus na vez que ele foi ao acampamento e perdeu seu óculos, fui interrompido pela luz ofuscante que adentrou no recinto quando as portas do elevador se abriu. Andamos rapidamente em direção ao caminho que dava ao Monte Olimpo e esperamos ansiosamente até os outros semideuses chegarem. Reparei que a organização dos prédios era perfeita, todas as cores em harmonia e principalmente as plantas em ótimo estado de saúde e beleza.
Finalmente eles desceram do elevador e assim seguindo a Britany, começamos a andar em direção ao deus do sol. De repente o mesmo se materializou a frente da filha de Hermes e no próximo instante uma luz mais forte ainda nos levou até o salão do trono. Ali estava a nossa frente, sentado em seu trono, um Apolo muitos metros maior do que eu havia visto no acampamento meio-sangue.
-Então, porque vieram me perturbar agora? – Falou o deus.
Britany, Enzo e eu tomamos a frente e decidimos mesmo temerosos falar com o olimpiano, pois éramos os mais fortes do nosso grupo. Nervoso e com as mãos suando, fiquei observando os tronos enquanto os filhos de Hermes e Apolo pediam. Enfim chegou a minha vez, decidi que não podia hesitar num momento desses, e já que eu cheguei aqui:

- Sim meu senhor, o nosso lar e refúgio está congelando rapidamente. Precisamos da sua ajuda ou em breve todas as plantas, animais e semideuses que ali vivem irão morrer. Os filhos de deuses com humanos não terão mais um lugar para treinarem e sentirem seguros contra os monstros, e assim todos eles também irão sucumbir.



Com quem: Apolo e semideuses  Vestindo: Link Música: Ontem - CPM 22   Lugar: Monte Olimpo  Post:002



Credits @


-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------

son of deméter | guer. do sol | mano da brit e do allen | monitor do chalé
 
Jardel Lugema Heavensbee
 ~ A palavra é meu domínio sobre o mundo. ~
avatar
Jardel L. Heavensbee
Guerreiros do Sol
Guerreiros do Sol

Mensagens : 148
Data de inscrição : 19/06/2013
Idade : 20
Localização : Chalé 4, Acampamento Meio-Sangue.

Ficha Meio-Sangue
Nível: 22
HP:
175/185  (175/185)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Início da trama - Os heróis vão ao Olimpo.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum