Percy Jackson Olympian Alliance

Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Perséfone em Qui Jul 18, 2013 11:30 am

Silêncio.
Nada se movia, com exceção das árvores, que se embalavam pelo vento, e das ondas que quebravam na margem da praia. O crepitar do fogo fazia faíscas se juntarem a paisagem. Naquela vastidão que era o tapete de areia, só uma coisa era possível de se ver com a luz da lua cheia, e as chamas que ardiam na fogueira: uma garota estava sentada e encolhida, remexendo com um pedaço de graveto na lenha para que o fogo aumentasse. Mas seu olhar estava distante, para além-mar; ela precisava de um sinal do que fazer, do contrário, o mundo seria destruído. Uma lágrima escorreu do seu olho, mas ela rapidamente a secou. Como pudera? Uma deusa nunca deveria ter deixado aquilo acontecer. Agora o destino do mundo estava em suas mãos e ela tinha muito pouco tempo para resolver o problema... Sozinha, seria impossível. Aquele ser era tão poderoso que havia ocultado todas as visões da deusa com uma magia inquebrável e só um semideus poderoso conseguiria ajudá-la; mas aonde encontraria um? e ainda mais, a essa hora? Perséfone suspirou e estalou os dedos; da palma de sua mão, saiu uma pequenina flor. A deusa soltou-a no ar, e ela ficou flutuando; parecia até que o vento a havia tirado para dançar...

A Rainha do submundo tomou a florzinha para si e esticou suas pétalas, elas eram elásticas e logo formaram o que pareceu um quadrado. Uma luz tremeluziu e então, toda a cena apareceu. O jovem rapaz estava diante do chalé 12, com sua "amiga", parecia extremamente feliz! Porém, quando viu aquela cena, seus olhos quase saltaram das órbitas. Perséfone não hesitou, e logo falou.

- Jovem semideus, preciso de tua ajuda e não tens escolha. Recorda-te do Vaso de Pandora? Pois bem, ele foi aberto mais uma vez e agora, nada resta dentro dele... a Esperança se foi, cavalgando pelos quatro ventos, ela partiu. Mas precisa ser capturada novamente, precisa ser conservada. A vida de todos estará acabada se não tivermos-na de volta. Eu preciso de sua ajuda, Pietro. Por favor. Vá ao Central Park daqui a uma hora, lá terá uma surpresa para ti. - E, com um click, a tela desligou.

O meio-sangue achou que poderia ter bebido demais e piscou algumas vezes. Mas ele soube que era verdade, tinha de ir.

A deusa se enrolou em seu manto e esperou que tudo desse certo.



Regras:
* Você tem 24 horas para postar aqui.
* Narre como se sentiu ao ver a deusa.
* Recolha suas armas e vá para o Central Park.
* Um Pégaso vai estra te esperando, ele te levará para uma praia em Lugar Nenhum

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



....Perséfone/Koré....
Se o inverno chegou, a primavera não estará distante

Deusa das Estações Filha de Deméter Irmã de Despina
avatar
Perséfone
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 378
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 30
Localização : Jardim de Perséfone

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinit
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Pietro Bertolazzo em Qui Jul 18, 2013 12:34 pm






Uma missão...


Pra variar, meus irmãos estavam fazendo uma festa no chalé sem meu pai ver, entre os convidados estavam os filhos de Hermes, Apolo e Afrodite e como era de se esperar, havia muita bebida contrabandeada pelos nossos "sócios" do chalé de Hermes.

É óbvio que eu estava no meio daquilo tudo, já tinha bebido uma garrafa de vinho quase inteira, quando Barbara se aproximou de mim... ela também veio de Nápole alguns dias depois de mim, era filha de Afrodite, loira e com belos olhos verdes, confesso que eu dava mole pra ela. Ela me chamou para irmos até a frente do chalé, o sol já estava escondido e deu seu lugar a lua.

-E aí, como você tá? - Ela perguntou, encostando as mãos no meu peitoral.
-Ótimo, e você? - Perguntei sorrindo.
-Melhor agora - Ela suspirou, em seguida olhou pro meu queixo, dando um beijinho ali. - Opa... não alcanço meu objetivo.

Dei um olhar malicioso pra ela, aproximei meus lábios do dela e então ouvi um barulho. Olhei para o lado e vi uma pequena tela que flutuava a minha frente, com uma menina mais bela que qualquer outra semideusa.

-Jovem semideus, preciso de tua ajuda e não tens escolha. Recorda-te do Vaso de Pandora? Pois bem, ele foi aberto mais uma vez e agora, nada resta dentro dele... a Esperança se foi, cavalgando pelos quatro ventos, ela partiu. Mas precisa ser capturada novamente, precisa ser conservada. A vida de todos estará acabada se não tivermos-na de volta. Eu preciso de sua ajuda, Pietro. Por favor. Vá ao Central Park daqui a uma hora, lá terá uma surpresa para ti. - A mulher disse, então a tela apagou.

Senti uma tontura e um enjoo leve, levei as mãos aos meus olhos.

-Pietro? Você tá bem? - Perguntou Barbara
-Eu... eu acho que perdi a imunidade... bebi demais, estou tendo ilusões. - Respondi, entrando no chalé.

Passei pela festa e me sentei na minha cama, eu poderia estar bêbado ou ter recebido uma missão. Depois de pensar um pouco, decidi que eu estava sóbrio. Então coloquei meu anel do mar, embainhei minhas duas espadas e coloquei meu escudo em forma de relógio no pulso esquerdo. Saí do chalé sem me despedir e fui até o portal de entrada, caminhando o mais rápido que eu conseguia. Argos estava lá, fazendo seu trabalho de vigilância.

-Argos, um pedido de missão. Afrodite! - Eu disse, mas não tinha certeza de que aquela deusa era a deusa do amor - Preciso ir pro Central Park

Ele fez sinal para que eu entrasse na van do acampamento e me levou até meu destino. Aquelas palavras que foram ditas pela deusa não saíam de minha mente durante o percurso...

Argos me deixou no destino pedido e voltou rapidamente para o acampamento. Olhei em volta de onde eu estava e não vi surpresa nenhuma... me sentei em um banco, desanimado.

-Eu estava bêbado! - Gritei comigo mesmo, deixando uma lágrima escapar.
-Sei como é - Alguém respondeu, era um homem sentado no chão, vestido em trapos e fedendo - Perdi meu emprego e...

As palavras do mendigo foram interrompidas por um relinchar. Olhei para trás e tomei um susto, lá estava um belo pégaso branco, com asas brilhantes. Tinha mesmo uma surpresa!

-Com licença senhor, tenho que pegar carona com um cavalo alado. - Respondi e subi no pégaso, montando-o, o bicho saiu andando e eu pude ouvir o mendigo gritar "Saia dessa vida de drogas enquanto é tempo!".


 



Onde: Central Park '-' ★ Com quem: Mendigo e.e  ★ Post: 001



Thanks Apolo from PJO Alliance 

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Pietro Bertolazzo



Guerreiro de Poseidon ♫ Filho de Dio  ♫ Monitor do Chalé ♫ Rich and Sexy

Credits: @
avatar
Pietro Bertolazzo
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 209
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 21
Localização : Bebendo no chalé XII

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
199/205  (199/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Perséfone em Qui Jul 18, 2013 1:05 pm

Não se passou muito tempo quando a deusa ouviu um relinchar; olhou para o alto e o alazão alado lhe fez uma reverência em pleno ar.

- Olá, amigão - ela acariciou sua cara e depois olhou ara o semideus que estava montado no animal- Vejo que entendeu o recado, Pietro. Te juro que se conseguir me ajudar nesta busca, serás bem recompensado.

As estrelas continuavam a brilhar, quando a deusa pareceu se lembrar de algo:

- Ah, sim. Meu querido, o Oráculo já foi consultado e lhe devo uma profecia:

" A Esperança deixou sua casa, em busca da liberdade.
O destino do mundo está em suas asas
A cada segundo, uma alegria se perde
As forças da mesma são consumidas pelas trevas.
De Norte á Sul, de Leste á Oeste
Busque e encontre; perigos surgirão em seu caminho
Não os tema, herói. Você vai conseguir"


Não posso lhe explicar muito agora, mas vou acompanhá-lo e ajudá-lo ao longo da missão. Que os deuses estejam contigo, rapaz. Vá, não temos tempo a perder. - Perséfone abaixou os olhos e um punhado de areia começou a se agitar ao seu redor, logo um redemoinho levou-a para longa dali, deixando o perfume das flores em todos os cantos. Ali estava ele, a mercê de seu próprio destino.

Regras:
* Você tem 24 horas para postar aqui
* Siga a profecia, começando pelo Norte.
* Eu lhe avisei que a missão seria longa, portanto, um passo de cada vez.


-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



....Perséfone/Koré....
Se o inverno chegou, a primavera não estará distante

Deusa das Estações Filha de Deméter Irmã de Despina
avatar
Perséfone
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 378
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 30
Localização : Jardim de Perséfone

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinit
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Pietro Bertolazzo em Qui Jul 18, 2013 1:48 pm






Meu encontro com Perséfone


O pégaso levantou voo e enquanto flutuávamos, encontramos com a deusa que havia me passado a missão. Era realmente uma das mais belas, mas não era Afrodite... era Perséfone, rainha do submundo. 

Ela acariciou o meu pégaso e em seguida olhou pra mim, fiquei extremamente sério e cogitei me jogar do pégaso e despencar para a morte. Porém, ela calmamente recitou a profecia da minha missão. Era o único jeito de eu me guiar durante aquela missão...

" A Esperança deixou sua casa, em busca da liberdade.
O destino do mundo está em suas asas
A cada segundo, uma alegria se perde
As forças da mesma são consumidas pelas trevas.
De Norte á Sul, de Leste á Oeste
Busque e encontre; perigos surgirão em seu caminho
Não os tema, herói. Você vai conseguir"

Então a deusa desapareceu, deixando um aroma tranquilizador no lugar. Este era o momento que eu parava pra pensar naqueles versos. Eu havia entendido que aqueles dois primeiros versos se referiam ao sumiço da esperança... queria saber quem foi o idiota que abriu a caixa novamente. Eu ainda não conseguia entender os outros dois versos, mas eu não tinha tempo para filosofar, precisava de um caminho o mais rápido possível.

Então pensei no próximo verso, pedindo que eu buscasse e encontrasse algo ao norte, sul, leste e oeste. "Algo" deveriam ser as tais alegrias que sumiam a cada segundo.

Suspirei e falei com o pégaso.

-Para o norte, parceiro.

 



Onde: Céu *-* ★ Com quem: Pégaso .-.  ★ Post: 002



Thanks Apolo from PJO Alliance 


Última edição por Pietro Bertolazzo em Sab Jul 20, 2013 4:35 pm, editado 2 vez(es)

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Pietro Bertolazzo



Guerreiro de Poseidon ♫ Filho de Dio  ♫ Monitor do Chalé ♫ Rich and Sexy

Credits: @
avatar
Pietro Bertolazzo
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 209
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 21
Localização : Bebendo no chalé XII

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
199/205  (199/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Perséfone em Qui Jul 18, 2013 5:27 pm

Pietro não via nada, mas a deusa o acompanhava. O vento fazia com que os cabelos negros do semideus voassem para trás... Bóreas não estava nenhum pouco feliz com a notícia de que teria visitantes. Porém, ele muito tinha a dizer.

Eles não se davam conta da distância percorrida, já estavam no Canadá! O palácio do deus Norte não deveria estar longe, e antes da madrugada chegariam lá.

O cavalo alado pousou e deixou pegadas fundas na neve. Era ali, então...

Regras:
* Você tem 24 horas para postar aqui.
* Deixo a descrição do palácio a sua escolha.
* Você vai tentar entrar no local, mas guardas aparecerão; não se preocupe com eles, a deusa que te acompanha vai hipnotizá-los e você não vai ter problemas.

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



....Perséfone/Koré....
Se o inverno chegou, a primavera não estará distante

Deusa das Estações Filha de Deméter Irmã de Despina
avatar
Perséfone
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 378
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 30
Localização : Jardim de Perséfone

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinit
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Pietro Bertolazzo em Sex Jul 19, 2013 8:25 am






O Palácio congelado


Eu nunca tinha voado num pégaso antes... era realmente muito rápido. Distraído com os versos da profecia, eu mal pude perceber que já havíamos cruzado a fronteira dos Estados Unidos e entrávamos no território canadense. Eu ouvi semideuses contando sobre essa parte de norte e o Alasca, onde nós não tínhamos poderes. Será mesmo que Perséfone estava me enviando para a morte lá?

Meus cabelos esvoaçavam por conta do vento e eu já estava sentindo minhas bochechas doerem por conta do frio... provavelmente elas estavam roxas! Eu também sentia frio... quem mandou eu só trazer essas roupas de coleção verão da grife da minha mãe? Porém, eu não podia fraquejar perante isso, eu já sentia uma presença divina muito forte no local em que estávamos, foi ali que o Pégaso pousou, marcando a neve.

Estremeci... estávamos na frente de um enorme palácio, se estivéssemos em um filme, tocaria uma música de suspense ou dramática (mais ou menos assim). O palácio era um... hotel. Pelo menos eu descobri isso quando olhei pra baixo e vi que estava no topo de uma estrutura muito alta. Na entrada havia dois guardas... eu só tinha uma certeza: Aquele era o palácio de Bóreas e provavelmente os guardas eram Calais e Zeftes. 

Me aproximei dos dois, ambos tinham lanças nas mãos e apontaram suas pontas para mim.

-Quem é você e o que quer com Bóreas?
-Sou Pietro. Preciso de informações para uma missão.
-Vá embora, procure outro! Bóreas não quer visitas! - Eles disseram em uníssono.

Foi aí que eles olharam para algo atrás de mim e largaram as lanças, abrindo passagem de um jeito mórbido. Decidi que não olharia para trás também ou eu seria hipnotizado.. então apenas adentrei o palácio.
 



Onde: Palácio de Bóreas ★ Com quem: Perséfone '-'  ★ Post: 003



Thanks Apolo from PJO Alliance 


Última edição por Pietro Bertolazzo em Sab Jul 20, 2013 4:36 pm, editado 1 vez(es)

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Pietro Bertolazzo



Guerreiro de Poseidon ♫ Filho de Dio  ♫ Monitor do Chalé ♫ Rich and Sexy

Credits: @
avatar
Pietro Bertolazzo
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 209
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 21
Localização : Bebendo no chalé XII

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
199/205  (199/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Perséfone em Sex Jul 19, 2013 11:28 am

O semideus foi guiado por uma bóreade para dentro do palácio (após ter seu pégaso devidamente selado e preso em estábulo divino) e ficava boquiaberto com cada coisa que via. Vários outros guardas iguais aos da entrada estavam espalhados ao longo dos enormes salões, mas todos recuavam com a presença de Perséfone.

Lirah - a bóreade - deixou-o de frente a uma enorme porta branca como a neve (e fria também). O garoto deu três batidas que ecoaram por todos os lados, quem abriu a porta foi uma bela senhorita; trajava vestes claras e tinha nos olhos um profundo azul, seus cabelos brancos batiam na cintura e estava soltos:

- Peço desculpas, caro meio-sangue. Perdeu seu tempo ao vir aqui, meu pai não quer nada com ninguém - Quando ela falava um vento gelado (como se algo ali não fosse) saia de sua boca.

Ouviu-se então um pigarro, Quione olhou para algo que estava atrás de Pietro e, sem dizer mais nada, fez menção para que entrasse.

Esta sala era ainda mais bonita do que qualquer uma das outras. A deusa da neve tomou seu lugar no outro lado, em um trono feito de cristais de neve. Logo a sua direita estava um homem alto, gorducho e barbudo, que lembrava vagamente o Papai Noel. Ele falou com o menino em uma linguagem diferente, era francês.

- Qui êtes-vous? Que voulez-vous ici? Allez-vous parce que je vous hais. - Virou a cara e não fez mas nada.

Perséfone se adiantou em traduzir, e a voz suave logo alcançou Pietro. Ela dizia:"Quem é você? O que quer aqui? Vá embora porque já te odeio."

Regras:
* Você tem 24 horas para postar aqui.
* Narre a situação acima do seu ponto de vista.
* Explique a Bóreas o que foi fazer ali; mesmo ele dizendo que te odeia não vai te matar agora.



Legenda:
*Falas de Quione
*Falas de Bóreas
*Falas de Perséfone

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



....Perséfone/Koré....
Se o inverno chegou, a primavera não estará distante

Deusa das Estações Filha de Deméter Irmã de Despina
avatar
Perséfone
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 378
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 30
Localização : Jardim de Perséfone

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinit
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Pietro Bertolazzo em Sex Jul 19, 2013 11:59 am






Bóreas


Assim que entrei no palácio, vi coisas grandiosas. Passei tanto tempo boquiaberto que fiquei com medo de ter congelado meu maxilar. Fui andando vagarosamente sendo guiado por uma linda boréada que se apresentou como Lirah.

Por onde íamos, os guardas eram hipnotizados pela força atrás de mim, meu maior problema ali era resistir ao intuito de olhar para trás. Assim que chegamos a uma grande porta de gelo, Lirah pediu que eu batesse e sumiu após isso. Então, de três batidas que ecoaram por todo o palácio.

Uma garota loira e com uma pele alva abriu a porta e já se adiantou em dizer:

-Peço desculpas, caro meio-sangue. Perdeu seu tempo ao vir aqui, meu pai não quer nada com ninguém.
-Quione?

A deusa da neve olhou pra trás, foi aí que eu percebi que quem estava atrás de mim era Perséfone, pois Quione fez menção para que entrássemos logo em seguida. Ela se sentou em seu trono e ao seu lado estava o Papai Noel... digo, Bóreas. Ele disse algo em francês... eu sou italiano! Porque eles não podiam falar italiano?

Então ouvi a doce voz de Perséfone traduzir as palavras do deus.  "Quem é você? O que quer aqui? Vá embora porque já te odeio."

-Senhor Bóreas - Fiz uma reverência - A caixa de Pandora foi aberta novamente! A Esperança fugiu e estou em uma grande missão para recuperá-la... por favor senhor, me mostre onde ela está ou ao menos me de uma pista. - Tentei ser o mais cordial possível.

Eu estava com muito medo, pude ver estátuas de humanos congelados... eu não queria ser mais um na coleção. 


 



Onde: Palácio de Bóreas ★ Com quem: Perséfone, Bóreas e Quione e.e  ★ Post: 004



Thanks Apolo from PJO Alliance 


Última edição por Pietro Bertolazzo em Sab Jul 20, 2013 4:36 pm, editado 1 vez(es)

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Pietro Bertolazzo



Guerreiro de Poseidon ♫ Filho de Dio  ♫ Monitor do Chalé ♫ Rich and Sexy

Credits: @
avatar
Pietro Bertolazzo
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 209
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 21
Localização : Bebendo no chalé XII

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
199/205  (199/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Perséfone em Sex Jul 19, 2013 2:31 pm

-Oh, mon garçon, je pourrais très bien trouver que vous mentez, mais comme elle - e apontou para Perséfone com a cabeça - sont ici aussi ... ne devrait pas être un mensonge. Quant à l'espoir, oui, oui, je l'ai vu. Passé ici a un peu plus de - olhou para o pulso e verificou um lindo relógio de prata - 4 heures. C'est tout. Je ne veux pas recevoir de visites (voudrez pas), mais cette créature avait une aura si forte qui m'a convaincu. Dit quelque chose à propos de s'échapper à jamais, d'être libre.

O menino ouvia a tudo atento; Perséfone traduzia as falas de Bóreas.

"Je sais que tous les mortels et les dieux certains soins sur le bonheur des autres, mais je n'ai pas - e riu uma risada medonha - si je suis heureux Rien d'autre des questions."

O que Pietro precisava era de uma parte do Vaso de Pandora que estava no Palácio, afinal, de que adiantava capturar a fugitiva se não tivesse uma prisão? Mas Bóreas não a entregaria assim de mão beijada. Era algo valioso demais. Tão valioso que foi posto em seu cetro, encostado em uma das paredes. Estava disfarçado de anel, com uma pedra vermelho-viva em cima. Ele tinha de pegá-la e fugir.

Regras:
*Você tem 24 horas para postar aqui
*Recupere o anel e fuja antes de ser capturado por Bóreas ( se ele te pegar, não vai ter um final nada feliz).


Tradução das falas de Bóreas:
Ah, garoto, eu poderia muito bem achar que você está mentindo, mas como ela está aqui também... não deve ser mentira. Quanto a esperança, sim, sim eu a vi. Passou saiu daqui tem pouco mais de 4 horas. Isso mesmo. Eu não queria receber visitas (nunca quero) mas aquela criaturinha tinha uma aura tão forte, que me convenceu. Falou algo sobre escapar para sempre, sobre ser livre.

"Sei que todos os mortais e alguns deuses se preocupam com a felicidade alheia, mas eu não se eu estou feliz. nada mais me importa!"

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



....Perséfone/Koré....
Se o inverno chegou, a primavera não estará distante

Deusa das Estações Filha de Deméter Irmã de Despina
avatar
Perséfone
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 378
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 30
Localização : Jardim de Perséfone

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinit
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Pietro Bertolazzo em Sab Jul 20, 2013 10:40 am






Eu roubo um anel


O senhor Papai-Noel-deus-assassino-congelador-de-semideuses-inocentes falou mais coisas sobre a Esperança que foram docemente traduzidas por Perséfone que se mantinha ao meu lado. Segundo o deus, fazia quatro horas que a Esperança havia passado por lá e havia dito que seria livre para sempre.Fiquei muito preocupado com esse fato...

Bóreas disse que estava feliz, então não se preocuparia com a felicidade alheia. Então eu percebi que eu estava atrás da Esperança, mas se eu a encontrasse, onde a colocaria? Onde estava o vaso de Pandora?

Então percebi algo que ninguém normal perceberia, provavelmente foi a ação da deusa das flores sobre minha mente. O que eu notei foi que esta parte do Vaso de Pandora estava disfarçada em forma de anel no cetro de Bóreas, encostado em uma das paredes do palácio e perto de uma forma congelada de uma garota loira... provavelmente uma semideusa, pois tinha uma das mãos dentro de uma aljava.

-Senhor Bóreas... - Fiz uma nova reverência - Por favor, poderia me contar o que houve com aquela semideusa? Eu lhe prometo que se falar isto, irei embora e evitarei ao máximo que outros semideuses venham lhe visitar... sabe, tenho uma influência muito forte sobre minha espécie.

O deus parou pra pensar na minha oferta e eu fui me aproximando do cetro e consequentemente da estátua. Ele caiu na minha lábia, nada como ser filho de Dionísio! 

Corri até o cetro, peguei o anel e coloquei ele bem... dentro de uma de minhas roupas, mas não seria adequado dizer qual. Fiz isso porque era perigoso colocar em algum bolso da minha calça. Em seguida dei risada e saí correndo numa velocidade extremamente alta, Bóreas fechou as portas da "sala do trono" exatamente na hora que eu consegui escapar.

Eu sabia que ele mandaria os guardas do palácio atrás de mim, então fiz uma prece rápida a Perséfone para que me protegesse.

Poderes:
Teatro III: Seu poder sobre o teatro é tão grande que todos acreditam em tudo o que diz. Sua habilidade nessa área é a de uma pessoa que sempre viveu nesse meio.

Velocidade de Leopardo: Duas vezes por Evento/Missão meus filhos podem aumentar muito sua velocidade, se tornando quase um Leopardo.




Onde: Palácio de Bóreas ★ Com quem: Não sei ç.ç  ★ Post: 005



Thanks Apolo from PJO Alliance 


Última edição por Pietro Bertolazzo em Sab Jul 20, 2013 4:37 pm, editado 1 vez(es)

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Pietro Bertolazzo



Guerreiro de Poseidon ♫ Filho de Dio  ♫ Monitor do Chalé ♫ Rich and Sexy

Credits: @
avatar
Pietro Bertolazzo
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 209
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 21
Localização : Bebendo no chalé XII

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
199/205  (199/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Perséfone em Sab Jul 20, 2013 12:36 pm

Pietro fez uma jogada de mestre, não é a toda hora que se consegue enganar os deuses.

- Pourquoi, ce petit garçon effronté! Qu'est-ce que tu attends? Courir après lui, maintenant! - Bóreas não sabia mais o que fazer, e ventos muito fortes começaram a levar tudo o que conseguiam pelas janelas: mesas, cadeiras, estátuas de semideuses congelados, etc.

Por todos os lados começou uma agitação incontrolável, o lugar estava cercado.

Depois de...guardar o objeto, o garoto tentou fugir do palácio. Como ele estava pensando que chegaria ao seu próximo destino? A pé? Pois bem, seu pégaso ainda estava lá, quietinho e bem guardado. Antes de mais nada, ele tinha de recuperar o animal.

Em silêncio, fez uma oração para Perséfone, pedindo que a deusa o protegesse e assim que foi barrado por um exército de guardas, algo aconteceu com ele: Pietro não era mais Pietro, agora estava vestido exatamente igual aos demais ali, e seu rosto estava bastante diferente. Poderia facilmente ser confundido com um dos homens guardiões.

Agora ele só precisava chegar até os estábulos, é claro, sem deixar que ninguém pegasse o anel novamente.

Regra:
* Você tem 24 horas para postar aqui.





-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



....Perséfone/Koré....
Se o inverno chegou, a primavera não estará distante

Deusa das Estações Filha de Deméter Irmã de Despina
avatar
Perséfone
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 378
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 30
Localização : Jardim de Perséfone

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinit
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Pietro Bertolazzo em Sab Jul 20, 2013 4:33 pm






Voe, pégaso!


Bóreas realmente ficou furioso, ventos invadiram todo o palácio  os guardas vieram atrás de mim, meu único transporte era o Pégaso e ele estava nos estábulos, logo eu não conseguiria chegar lá sem ser morto pelos soldados do vento norte, porém... Perséfone ouviu minhas preces. Eu senti cócegas por todo o corpo, pude ver minha barba que antes era bem-cortada de um jeito sexy agora crescer, meus olhos diminuíram e minhas roupas mudaram, por sorte o anel continuava em seu esconderijo.

Fui barrado por um grupo de soldados que apontavam suas lanças pra mim.

-Você está preso! Devolva o anel! - Gritaram

Olhei pra eles, ainda caído no chão. Eles fizeram uma cara de surpresa e abaixaram as lanças. Dei um sorriso travesso e me levantei.

Foi aí que eu notei, eu havia me transformado em um dos soldados. Fui correndo na direção dos estábulos. Alguns soldados disseram "Já olhamos aí, ele não está!", ms eu simplesmente os ignorei e fui o mais rápido que eu consegui para os estábulos. O Pégaso já estava agitado, eu só precisava subir nele e sair do palácio de Bóreas.

Eu abri as portas do celeiro e montei o Pégaso.

-Voe, o mais alto e rápido que puder! - Ordenei

Alguns soldados vieram atrás de mim, mas o Pégaso já voava...



Onde: Palácio de Bóreas ★ Com quem: Pégaso *u* ★ Post: 006



Thanks Apolo from PJO Alliance 

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Pietro Bertolazzo



Guerreiro de Poseidon ♫ Filho de Dio  ♫ Monitor do Chalé ♫ Rich and Sexy

Credits: @
avatar
Pietro Bertolazzo
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 209
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 21
Localização : Bebendo no chalé XII

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
199/205  (199/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Perséfone em Dom Jul 21, 2013 11:29 am

Maravilha! A primeira parte da missão estava concluída; Pietro agora cavalgava no Vento Sul com seu Pégaso. A viagem até a próxima parada era um pouco longa, portanto a deusa que estava acompanhando-o estalou os dedos e o semideus caiu em um sono profundo, no qual teve um sonho...

"Uma tempestade terrível caia dos céus, as gotas da chuva eram como granizo; no meio da escuridão uma pessoa corria, estava coberta por um capuz e levava algo consigo... seria um vaso? De algum lugar um raio atingiu quem quer que estivesse ali, mas o mais estranho de tudo é que o raio não veio do céu e sim de um cetro que uma dama de negro segurava:

- Acabou para você. A esperança está liberta agora, ninguém pode fazer nada para recuperá-la. - Disse aquela mulher, seus olhos tinham uma cor muito estranha, te hipnotizavam se ficasse muito tempo olhando dentro deles.

A outra moça - agora que seu capuz havia caído, podíamos ver que era uma mulher - tentou, sem sucesso, pegar o vaso que, no impacto do raio, voou de seus braços e quebrou-se em 4 partes, cada um dos pedaços foi levados pelos ventos. Irada, ela levantou-se num impulso e caminhou na direção da feiticeira:

- Hécate, por que fez isso? O que ganha com a destruição? Me diga! - as palavras jorravam de sua boca.

A tempestade só piorava.

- Ah, pobrezinha, - a outra debochou - mas será que isso é certo? Afinal, quem é você para falar de destruição? A Rainha do Submundo; aquela que destrói. Perséfone, faça-me mil favores e suma daqui. Sou muito mais poderosa que você, além do que seu marido não vai gostar nada de vê-la ajudando os mortais.

- Ora, sua... bruxa. Não vou deixar isso barato. Você sabe muito bem quem sou e do que sou capaz. - ela fez um movimento com as mãos, como se esperasse que algo acontecesse, mas... nada.

Do outro lado, uma gargalhada tenebrosa:

- Acha mesmo que eu seria tão burra a ponto de permitir que você fizesse algo. Pedi ajuda de minha mãe. Você está com os poderes cada vez mais fracos. Acabou. Eu venci.

Um estrondo veio do céu e Hécate desapareceu na neblina noturna, deixando Koré sem saber o que fazer. A vida dos mortais corria perigo..."


O pégaso relinchou e inclinou-se para trás. Pietro acordou com o sobressalto, e passou a refletir aquele sonho enquanto se aproximava do território brasileiro, mas precisamente no Rio Grande do Sul. O palácio de Noto ficava por quelas regiões.

Regra:
* Você tem 48 horas para postar aqui.


Legenda:
Falas de Perséfone
Falas de Hécate.

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



....Perséfone/Koré....
Se o inverno chegou, a primavera não estará distante

Deusa das Estações Filha de Deméter Irmã de Despina
avatar
Perséfone
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 378
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 30
Localização : Jardim de Perséfone

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinit
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Pietro Bertolazzo em Seg Jul 22, 2013 12:04 pm






A bruxa


Mais uma vez fomos voando, invertemos a direção e fomo para o sul. Eu não sabia quanto tempo demoraria essa viagem, mas a única coisa que senti alguns minutos depois da "decolagem" foi um sono muito forte. Relutei para permanecer acordado, mas não resisti e acabei me encostando no pégaso e adormecendo, então aconteceu o que eu não queria... um sonho.

Eu estava em um campo  aberto, o dia estava escuro e nublado, com uma tempestade se aproximando, vários relâmpagos reluziam entre as nuvens. Em seguida se iniciou aquela forte chuva, mas ela não me atingia.

Pude ver uma mulher encapuzada correndo com algo na mão. Era... o vaso de Pandora! A mulher parecia desesperada com aquele objeto em mãos. Foi aí que a mulher foi atingida por um raio, este não vinha dos céus, mas sim de um cetro. Olhei para o lado e pude ver uma outra dama, vestida em negro. O vaso que a mulher segurava caiu e se dividiu em quatro partes, que foram levadas pelos ventos.

- Acabou para você. A esperança está liberta agora, ninguém pode fazer nada para recuperá-la. - Disse a bruxa.

O capuz da mulher havia caído, então eu reconheci Perséfone.

Hécate, por que fez isso? O que ganha com a destruição? Me diga!

As vozes de ambas as deusas me apavoravam, eu queria acordar, mas não podia!

- Ah, pobrezinha, - Hécate debochou - mas será que isso é certo? Afinal, quem é você para falar de destruição? A Rainha do Submundo; aquela que destrói. Perséfone, faça-me mil favores e suma daqui. Sou muito mais poderosa que você, além do que seu marido não vai gostar nada de vê-la ajudando os mortais.

- Ora, sua... bruxa. Não vou deixar isso barato. Você sabe muito bem quem sou e do que sou capaz. - Perséfone tentou usar algum tipo de poder que ela possuía. Hécate riu.

- Acha mesmo que eu seria tão burra a ponto de permitir que você fizesse algo. Pedi ajuda de minha mãe. Você está com os poderes cada vez mais fracos. Acabou. Eu venci.

Então, em meio a um estrondo, a feiticeira sumiu, deixando Perséfone desolada.



Acordei num susto, quase caindo do pégaso. Agora tudo fazia mais sentido, as quatro partes do vaso de Pandora estavam com os quatro deuses do vento... e agora eu ia para o palácio de Nótus. Mas... onde estava a esperança?

O pégaso pousou numa região também fria, mas não tanto quanto Quebec. Eu deveria estar perto do palácio do vento sul. Porém não fazia ideia de qual país eu estava.




Onde: Palácio de Nótus ★ Com quem: Pégaso *u* ★ Post: 007



Thanks Apolo from PJO Alliance 

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Pietro Bertolazzo



Guerreiro de Poseidon ♫ Filho de Dio  ♫ Monitor do Chalé ♫ Rich and Sexy

Credits: @
avatar
Pietro Bertolazzo
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 209
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 21
Localização : Bebendo no chalé XII

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
199/205  (199/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Perséfone em Seg Jul 22, 2013 3:09 pm

O semideus não tinha ideia de onde estava, vagamente fiz passar pelos seus pensamentos que ali era o Brasil! de qualquer forma, ele não podia perder tempo, o palácio de Noto não ficava longe, se ele pedisse ao pégaso que o levasse, obviamente o animal obedeceria. Tinha de chegar lá o mais rápido possível, a Esperança se afastava cada vez mais e ele tinha muitos lugares nos quais ir...

Regras:
*Você tem 48 horas para postar aqui
*Procure pelo palácio do Vento Sul. Ele está disfarçado em um casarão antigo. Quando achar, aguarde minha chegada, a menos que queira passar pela segurança sozinho.

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



....Perséfone/Koré....
Se o inverno chegou, a primavera não estará distante

Deusa das Estações Filha de Deméter Irmã de Despina
avatar
Perséfone
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 378
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 30
Localização : Jardim de Perséfone

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinit
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Pietro Bertolazzo em Qui Jul 25, 2013 12:54 pm






Segundo palácio...


Olhei tudo ao meu redor, finalmente reconheci que lugar era aquele... eu nunca tinha ouvido falar daquela região, mas daquele país sim... de alguma forma eu ouvi e senti que estava no Brasil. Com certeza foi a ação de Perséfone.

Enfim, eu não podia perder tempo de modo algum, então saí de onde estava e fui seguindo em frente, para o sul. Então percebi que jamais alcançaria meu destino naquela velocidade, mas fiquei com dó de pedir para o Pégaso me levar. Infelizmente, esse era o único meio de transporte que eu tinha... o anel ainda estava guardado em seu primeiro esconderijo... desejei ter um lugar realmente bom para esconder.

Montei o pégaso e saí voando, até chegarmos em um casarão que parecia abandonado, porém senti uma aura divina sair de lá. Com certeza era o palácio de Nótus...

-Pouse aqui - Eu disse ao pégaso, ele aterrissou no quintal do casarão e começou a comer a grama de lá. Pude ver guardas na porta da velha mansão, como os do palácio de Bóreas. Eu jamais conseguiria ultrapassar a barreira sozinho, então fiz uma nova prece a Koré.



Onde: Palácio de Nótus ★ Com quem: Não faço ideia '-' ★ Post: 008



Thanks Apolo from PJO Alliance 

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Pietro Bertolazzo



Guerreiro de Poseidon ♫ Filho de Dio  ♫ Monitor do Chalé ♫ Rich and Sexy

Credits: @
avatar
Pietro Bertolazzo
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 209
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 21
Localização : Bebendo no chalé XII

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
199/205  (199/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Perséfone em Sab Jul 27, 2013 9:44 am

Não demorou muito para que eles encontrassem o casarão no estilo inglês, Pietro parou na frente dele, hesitando em entrar; ele sabia que sozinho não iria conseguir. Como das vezes anteriores, pediu a ajuda da deusa que o acompanhava e foi atendido.

O semideus sentiu como se estivesse sendo transportado para a frente sem sair do lugar; as paredes da casa passava ao redor dele, mas seus pés continuavam fixos no chão, então ouve um baque e Pietro estava dentro do que deveria ser o palácio de Noto mas... era só um museu!

Ora, claro que o lar de um deus não poderia ficar ali para quem quisesse entrar e sair a qualquer momento e, assim como o Olimpo, tinha uma forma de se chegar lá. Havia uma espécie de guia no local, um quarentão de óculos e binóculo na mão, usava roupas iguais aos historiadores e admirava as velharias como se fossem a coisa mais bela do mundo. Um pequeno detalhe no homem atraiu a atenção do semideus: um colar com no mínimo 8 contas, todas de madeiras e cada uma com um desenho diferente. Aquilo só poderia significar duas coisas: ou ele era mesmo um meio-sangue, ou então tinha comprado o colar de algum camelô; havia ainda a possibilidade de ser um mostro disfarçado que matara um herói e guardara o colar de brinde, mas era melhor não pensar assim.

Antes de fazer qualquer coisa, o menino se lembrou novamente de que não sabia falar o idioma daquele lugar. Restava uma só alternativa: falar grego.

Regra:
*Você tem 72 horas para postar aqui.


-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



....Perséfone/Koré....
Se o inverno chegou, a primavera não estará distante

Deusa das Estações Filha de Deméter Irmã de Despina
avatar
Perséfone
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 378
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 30
Localização : Jardim de Perséfone

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinit
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Pietro Bertolazzo em Dom Jul 28, 2013 11:15 am






Eu estou falando grego?


Tão doce e boa Perséfone... pude sentir sua chegada quando a aura divina do lugar aumentou, mas não me fez sentir inferior, mas sim revigorado! Bem, logo após esse momento, eu senti um embrulho no estômago. Logo eu fui levado para a frente, mas de algum modo eu não mexia os pés, era a sensação mais estranha que eu já tinha sentido. Fechei os olhos, assim eu não vomitaria...

Eu olhei para a frente quando aquela sensação passou. Eu estava dentro de um museu! Um museu... achei que a Perséfone me transportaria para o casarão... Então olhei para trás e vi os guardas trabalhando na porta. Bem, isso significava que o palácio de Nótus não passava de um museu... mas se aquilo era um palácio... cadê a sala do trono?

Eu vi um cara de binóculos, velho e que parecia aqueles caras que amam história mais que a própria vida. Reparei no pescoço dele e vi que ele tinha um colar de contas, olhei para o meu. Ele tinha quatro contas, o do guia tinha oito. Imediatamente, percebi que ou ele era um semideus ou um monstro... em ambos os casos, talvez eu precisasse de minhas armas, então levei minha mão ao cabo da minhas espada marítima.

Me aproximei e comecei a falar...

-Hey dude! I wanna... - Ele me olhou com cara de desentendido... claro! O Brasil stá na América do sul, lá eles falam espanhol.

-Bién... yo estoy... - Ele continuou sem entender. Então me restou a última opção.

-Πού είναι το Νότο; - Perguntei, em grego. Para os semideuses era só enrolar a língua... podia parecer uma brincadeira, mas falávamos grego.





Onde: Palácio de Nótus ★ Com quem: Guia doidão '-'★ Post: 009



Thanks Apolo from PJO Alliance 

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Pietro Bertolazzo



Guerreiro de Poseidon ♫ Filho de Dio  ♫ Monitor do Chalé ♫ Rich and Sexy

Credits: @
avatar
Pietro Bertolazzo
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 209
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 21
Localização : Bebendo no chalé XII

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
199/205  (199/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Perséfone em Seg Jul 29, 2013 11:03 am

No exato momento em que o garoto proferiu as palavras em grego, o cara arregalou os olhos (que quase saltaram das órbitas). Ele começou a falar em um idioma desconhecido pelo semideus, mas logo também optou pelo grego:

- Ποιος είσαι, αγόρι μου? Γνωρίζατε ότι δεν μπορείτε να πάτε και έτσι εισέρχεται το παλάτι του θεού. - seus olhos estavam fixos na espada do garoto. Para os mortais aquilo era qualquer coisa, menos uma espada, mas o guia conseguia ver a verdadeira forma da arma.

Colocou as mãos no ombro de Pietro e o levou para uma área mais vazia, esperando explicações.

Regra:
*Você tem 72 horas para postar aqui.

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



....Perséfone/Koré....
Se o inverno chegou, a primavera não estará distante

Deusa das Estações Filha de Deméter Irmã de Despina
avatar
Perséfone
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 378
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 30
Localização : Jardim de Perséfone

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinit
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Pietro Bertolazzo em Ter Jul 30, 2013 2:12 pm






Eu estou falando grego?


O guia arregalou os olhos quando perguntei sobre Nótus. Será que ele era apenas um mortal que falava grego e eu assustei ele? Bem, provavelmente não, pois ele olhou para minha espada e se assustou, o que significava que ele podia enxergar através da névoa, se ele não for um semideus, nós o classificamos como clarividentes. São poucos os clarividentes, eu só ouvi falar de Sally, mãe de Percy Jackson - o filho de Netuno - e Rachel, o oráculo do acampamento.

Bem, voltando ao meu momento com o guia. Ele olhou pra mim me fez uma pergunta que eu entendi como "Afjjhd ghdf sdfd dsfg?! gsdfsdhty!". Fiz um sinal para dizer que não entendi e ele falou grego.

- Ποιος είσαι, αγόρι μου? Γνωρίζατε ότι δεν μπορείτε να πάτε και έτσι εισέρχεται το παλάτι του θεού.

 Ele colocou a mão no meu ombro e quase por instinto, ativei minhas garras e já ia arranhá-lo. Realmente, os semideuses eram como aqueles heróis de filmes de ação. Ele me puxou para uma parte vazia do museu e esperou minha resposta.

Sou Pietro ... semideus filho de Baco ... digo, Dionísio. Eu estou em uma missão em nome da rainha Perséfone. Preciso recuperar partes do vaso de Pandora e Nótus está com uma delas - respondi em grego.

Eu precisava parar de chamar os deuses gregos com nomes romanos, mas alguns nomes eu falo automaticamente como Baco, Febo, Mercúrio e Júpiter. Isso porque em meu país esse era o verdadeiro nome dos deuses. Por sorte sempre chamo Perséfone pelo seu nome, se eu chamar de Proserpina, temo que ela fique furiosa...



Onde: Palácio de Nótus ★ Com quem: Guia doidão '-'★ Post: 010



Thanks Apolo from PJO Alliance

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Pietro Bertolazzo



Guerreiro de Poseidon ♫ Filho de Dio  ♫ Monitor do Chalé ♫ Rich and Sexy

Credits: @
avatar
Pietro Bertolazzo
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 209
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 21
Localização : Bebendo no chalé XII

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
199/205  (199/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Perséfone em Qui Ago 01, 2013 11:17 am

Depois de alguns minutos refletindo o que o menino havia falado, Rodrigo (o nome que estava escrito no crachá do homem) soltou um suspiro:

- Então é você. De início eu pensei que fosse só um sonho normal, mas a deusa me visitou nos sonhos. Fazia tanto tempo que nada disso acontecia, desde que voltei para o Brasil nem tinha mais como me lembrar de que sou um semideus, os monstros não se aproximam muito daqui, ficam mais para os lados do Acampamento... enfim, o deus está a sua espera. Só temo que a visita não termine tão bem quanto imagina, jovem. -

Sem esperar nenhuma reação do menino, ele o levou até uma portinha que poderia passar despercebida para qualquer um; sua cor se misturava com a da parede e sua madeira estava muito velha (como se alguma coisa naquele mausoléu não fosse). O guia abriu ela com uma chave enferrujada e empurrou o garoto para dentro:

- Boa sorte! Ah! E, se conseguir voltar vivo para Nova York, mande lembranças minhas a Quíron! - A porta se fechou e Pietro pensou estar dentro de uma geladeira.

Aqui não era tão frio quanto no Canadá, mas a temperatura era muito baixa. Durante algum tempo nada aconteceu, mas então a porta se abriu e... tudo ficou diferente.

As paredes eram cor de âmbar e um perfume maravilhoso exalava de todos os cantos; várias ninfas das nuvens iam de um lado para outro, e nem repararam em Pietro. Ele andou um pouco e, quando olhou para baixo viu todas as pessoas, os turistas. TUDO! ele estava em cima do museu e um chão/teto mágico e incolor separava o Palácio do deus Sul dos mortais.

Houve o barulho de uma porta se abrindo e a voz chamou:

- Venha, estávamos a sua espera - a voz falou em grego, porém com um sotaque bastante estranho.

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



....Perséfone/Koré....
Se o inverno chegou, a primavera não estará distante

Deusa das Estações Filha de Deméter Irmã de Despina
avatar
Perséfone
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 378
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 30
Localização : Jardim de Perséfone

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinit
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Pietro Bertolazzo em Qui Ago 01, 2013 12:51 pm






A voz misteriosa


O guia parou pra pensar no que eu disse... proferiu algumas palavras sozinho e provavelmente em português. Logo após ele se virou pra mim e disse:

- Então é você. De início eu pensei que fosse só um sonho normal, mas a deusa me visitou nos sonhos. Fazia tanto tempo que nada disso acontecia, desde que voltei para o Brasil nem tinha mais como me lembrar de que sou um semideus, os monstros não se aproximam muito daqui, ficam mais para os lados do Acampamento... enfim, o deus está a sua espera. Só temo que a visita não termine tão bem quanto imagina, jovem.

Acho que essa é uma frase clássica quando se entra em palácios dos ventos. Será possível que não exista algum senhor do vento simpático e que possa realmente me compreender e ajudar? Mas enfim... o cara maluco me levou até uma porta que deveria estar camuflada, porque eu não havia percebido aquela coisa ali misturada com a cor estranha das paredes do museu.  Então ele abriu a porta com uma chave, velha pra variar.

Ele me desejou Boa Sorte e falou mais alguma coisa que não entendi. Roudraigo (pelo menos foi o que eu li no crachá) fechou a porta e me senti um frango que foi colocado para congelar... acho que todos os palácios são frios.

Dentro do lugar, as paredes tinham cor de âmbar. Algumas ninfas voavam sem me dar atenção... olhei para baixo e vi um grupo de pessoas andando e tirando fotos de paisagens e outras coisas. Deduzi que eu estava acima do museu, com algo nos separando dos meros mortais.

Ouvi um barulho de porta se abrindo.

-Estávamos a sua espera - Foi o que eu entendi. Meu coração disparou e eu me virei para a direção da voz.




Onde: Palácio de Nótus ★ Com quem: Sei lá o.O ★ Post: 011



Thanks Apolo from PJO Alliance 

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Pietro Bertolazzo



Guerreiro de Poseidon ♫ Filho de Dio  ♫ Monitor do Chalé ♫ Rich and Sexy

Credits: @
avatar
Pietro Bertolazzo
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 209
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 21
Localização : Bebendo no chalé XII

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
199/205  (199/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Perséfone em Sab Ago 03, 2013 12:54 pm

O cara era alto e musculoso, usava roupas que certamente não eram dignas de um deus. Estava sentado em um trono simples e lixava as unhas sem parar. Olhou para o semideus que adentrava sua sala e falou, com desdém:

- Não pretendo perder muito do meu tempo com você, então por favor não me diga o que veio fazer aqui e blá, blá, blá. O que você quer está ali - e apontou para o topo de um armário. Uma espécie de fita de cetim que tinha a cor mais bela que você pode imaginar, esvoaçava. Era mais uma parte do vaso de pandora. - Pegue-a e te darei uma informação que necessita para ir atras da Esperança - ele falava isso com a maior tranquilidade - Mas como não poderia faltar, temos um porém... - e então o deus estalou os dedos. Três ventis apareceram diante do armário. - Lute com eles para provar que merece isto, meu caro.

Regras:
*Você tem 72 horas para postar aqui.
*Lute com os três ventis, mas faça uma luta coerente. Ganhe ela http://r25.imgfast.n

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



....Perséfone/Koré....
Se o inverno chegou, a primavera não estará distante

Deusa das Estações Filha de Deméter Irmã de Despina
avatar
Perséfone
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 378
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 30
Localização : Jardim de Perséfone

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinit
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Pietro Bertolazzo em Dom Ago 04, 2013 12:04 pm






Eu quase morro pela primeira vez


Me virei e vi quem estava falando. Era um cara alto e musculoso, lixando as unhas em um trono. Eu me recusava a pensar que aquele cara desleixado era um deus. Ele olhou pra mim, Perséfone me mostrou indiretamente onde estava a próxima parte do vaso de Pandora. Nótus disse que não perderia muito tempo comigo e me mostrou a fita que estava em cima de um armário e disse também que se eu pegasse ele me mostraria a próxima pista par encontrar a Esperança.

Porém... nem tudo era flores, estava mais que óbvio que esses deuses são criaturas insuportáveis. Ele disse que só me deixaria pegar a fita de cetim se eu lutasse contra três monstros, como era de se esperar... três espíritos da tempestade. Putz! Esses eram os únicos monstros que eu não fazia ideia de como derrotar... teria que confiar em meus instintos de semideus. As três criaturas brotaram do nada na minha frente, pareciam anjos malignos, mas feitos de vento.

A primeira coisa que me veio na cabeça foi que eles eram gelados, então o que aconteceria se eu jogasse água fervente neles? Ah... coisa boa não ia ser. Assim que o primeiro venti fez um movimento na minha direção, estiquei a minha mão e lancei água fervente neles. Eu acertei o primeiro, pois ele foi pego desprevenido e ele caiu no chão, sumindo no ar, em seguida. Os outros dois conseguiram usar o vento para desviar a água que saía de meus dedos e acabaram criando uma chuva no palácio. O espírito que havia sumido apareceu mais uma vez, porém ele estava menor e mais fraco.

Ok... era hora de atacar.

-Espero que gostem de bebidas - Provoquei-os.

Dois avançaram na minha direção exatamente na hora que eu desembainhei minha espada de vinho e cortei o ar a minha frente, mas eu senti que a lâmina acertou alguma coisa. Um vento muito forte me acertou, caí de costas no chão e juro que parei de respirar por uns trinta segundos. Olhei para a frente, por sorte eu não havia perdido minha espada, eu tinha sido acertado por um sopro do espírito menor. Os outros dois estavam tontos e tentavam ainda se orientar, como eles são feitos de ar, não vi sangue, mas acho que furei eles (-q).

Embainhei a espada de vinho e peguei a espada marítima. Uma distração seria muito mais útil naquela luta. Cortei o ar novamente e vi a água que saiu da espada ir contra os espíritos. Consegui acertar apenas um nos olhos e o deixei completamente desorientado. O espírito que foi atingido pela água no início colocou as mãos para o céu e começou a formar um pequeno tornado acima dele. Ok, eu precisava de bronze celestial... novamente troquei de espada e avancei na direção do espírito atordoado pelas duas espadas e aproveitando que ele mal podia voar, lhe desferi um corte na perna. Ele gritou e começou a se desfazer em ar aos poucos até sumir completamente. 

-Agora é sua vez - Eu disse para o outro espírito bêbado.

Quando fui correr até ele, meu pés saíram do chão e eu fui jogado para trás violentamente, batendo em uma parede. Aquela foi a sensação mais dolorida que eu já vivi, minha visão escureceu e pensei que seria o meu fim. Mas... eu era um semideus, Perséfone contava comigo, eu não podia falhar. Com muita dificuldade, eu me levantei e encarei o espírito que me atingiu. 

Imediatamente, fiz com que ele sentisse uma forte tontura e foi o que aconteceu. Em seguida eu fiz água gelada surgir sobre ele, na mesma hora ele caiu no chão. Andei até ele e por mais que ele tentasse desviar, eu consegui cravar minha espada no peito dele e a deixei ali até o espírito virar ar.

Olhei para o outro espírito, ele já avançava contra mim, mas eu lhe cortei mais uma vez. Minha respiração estava ficando cada vez mais pesada, mas eu derrubei o último espírito e esperei até o efeito do bronze celestial matá-lo. Assim que ele se desfez em pó, caí de joelhos no chão, sem mal poder respirar e com machucados nas costas. Ainda assim, olhei para Nótus.

-Consegui - Falei, ofegante. 




Onde: Palácio de Nótus ★ Com quem: Nótus e Ventis ç.ç ★ Post: 012



Thanks Apolo from PJO Alliance 

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Pietro Bertolazzo



Guerreiro de Poseidon ♫ Filho de Dio  ♫ Monitor do Chalé ♫ Rich and Sexy

Credits: @
avatar
Pietro Bertolazzo
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 209
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 21
Localização : Bebendo no chalé XII

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
199/205  (199/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Perséfone em Dom Ago 04, 2013 5:56 pm

- Ma...Mas como? Isso é impossível - o deus praguejava - Eles eram meus melhore espíritos do vento. Ah! Por Éolo, terei de contratar novos e... - É claro que ele estava enrolando para não cumprir com sua promessa, mas Perséfone (que ainda tinha um tiquinho de poder) fez com que ele não aguentasse mais. Sem ter muita noção do que estava fazendo, ele fez a fita de cetim levitar até as mão de Pietro. Em seguida despejou - A Esperança foi para o Leste, no palácio de meu grande amigo. Você tem de chegar lá antes da meia noite, as pistas que ela deixa tomam formas por apenas 24 horas.

Depois de perceber o feito, praguejou em grego antigo e se enfureceu; Pietro tinha de deixar o palácio o mais rápido que pudesse, só tinha um problema: as únicas saídas eram as janelas e seria impossível para um mortal pular de la. O pégaso do garoto estava no térreo... bom, ele tinha de pensar em algo.

Regra:
*Você tem 72 horas para postar aqui.

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



....Perséfone/Koré....
Se o inverno chegou, a primavera não estará distante

Deusa das Estações Filha de Deméter Irmã de Despina
avatar
Perséfone
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 378
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 30
Localização : Jardim de Perséfone

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinit
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Em Busca da Esperança [Missão narrada para Pietro]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum