Percy Jackson Olympian Alliance

[FP] - Zachary L. Michaelis

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[FP] - Zachary L. Michaelis

Mensagem por Ártemis em Ter Jul 02, 2013 7:58 pm



Zachary Phantomhive Michaelis



 NOME: Zachary Phantomhive Michaelis

IDADE: 16 anos

NACIONALIDADE: Britânico

3 CARACTERÍSTICAS FÍSICAS Olhos azuis, caucasiano e cabelos escuros.

3 CARACTERÍSTICAS PSICOLÓGICAS Sério a maior parte do tempo. Tímido quando perguntam sobre minha mãe. Gosta de ficar sozinho.

COMO DESCOBRIU SER UM MEIO-SANGUE Enquanto fazia intercâmbio nos Estados Unidos, conheço um garoto que aparenta possuir a mesma idade do que eu, tirando pelo o excesso de pelos por seu corpo e a acne em sua face. Ele parecia ser normal, a única diferença é que ele utilizava muletas para andar, o motivo era que ele havia sofrido um acidente grave de carro com a sua família, por sorte, apenas as pernas deles foram afetadas, bom, isso foi o que ele havia me explicado que aconteceu. Ele foi um dos poucos que não brigava, ria, ou fazia piadas de mim. Em pouco tempo nos tornamos amigos, mesmo possuindo dificuldade em entender o que ele dizia. Vivi anos na Inglaterra apenas ouvindo e dialogando em inglês britânico, então de repente vou para os Estados Unidos e me torno amigo de um garoto que até o inglês americano que é o idioma que ele sabe, fala incorretamente. O colégio que eu estudava é bem rigoroso, até mais que os de Londres, mas isso foi ideia de minha mãe para que eu melhore nos estudos o mais rápido possível e ela deve ter escolhido os Estados Unidos para meus problemas não a afetarem tanto, entretanto, ela diz que o motivo disso é para que eu conheça mais o país que mais dá lucro na empresa dela. Sim, ela é presidente de uma empresa multinacional, mas eu nunca contei isso para alguém na América, possuo medo de chamar atenção no país que minha mãe diz ganhar tanto dinheiro, os jornalistas poderiam me encontrar e em pouco tempo eu estaria nas revistas e televisões como o filho burro de uma inglesa rica e famosa mundialmente.
Um dia eu saia do apartamento que moro indo para a escola, no caminho vejo dois cães estranhos, o estranho era o tamanho tremendo dos dois seres que pareciam estar farejando algo, então rapidamente eles olham para mim como se me avaliassem. Fico com medo deles e tento correr, mas o medo me paralisara ali. Fico observando os cães monstros que pareciam estar prestes a me atacar. Um deles dá um passo que faz meu sangue congelar, mas então concentro um pouco de coragem para fugir, não seria louco de ficar ali com dois cães maiores do que eu literalmente. Jogo minha mochila no chão para carregar menos peso assim podendo alcançar uma velocidade maior. Depois de correr por alguns minutos, diminuo minha velocidade e observo se os cães me seguiram. Vejo que eu estava fugindo de nada, os cães gigantes haviam sumido, restaram apenas algumas pessoas na rua que passavam rindo e outras me olhando como se eu fosse um doido. Uma mão toca meu braço direito e eu salto para frente, depois me viro para olhar quem me tocara. Meu amigo, Derick, o meu melhor amigo nos Estados Unidos, na verdade ele é o meu melhor amigo em qualquer lugar, já que na Inglaterra eu não possuía amigos. Derick ri de meu susto e então pede para eu contar porque estava correndo. Digo o motivo e ele fica sério, me assustando, pensava que ele riria de uma história dessas. Ele me pede para segui-lo e diz que iria me contar o motivo da perseguição, mas que não poderia dizer no momento por ainda poder ser perseguido por cães monstros ou seres piores. Com medo de que isso ocorresse e por curiosidade de saber o motivo, sigo ele até um acampamento. No caminho ele me dissera o motivo. Sou um meio-sangue, filho de uma mortal e um deus grego... Mesmo não acreditando nisso, fico no acampamento por dizerem que não posso ser perseguido novamente estando aqui, e depois de ver Quíron, comecei a acreditar no que eles diziam.

FAÇA UM TESTE DE AÇÃO AONDE NARRE AO MENOS UMA BATALHA COM QUALQUER MONSTRO DE SUA ESCOLHA. No acampamento  meio-sangue, preciso treinar para sobreviver caso tenha que sair dali para alguma missão ou até para caso ocorra uma invasão. Ainda não fui reclamado, mas isso não é motivo para ficar sentado sem fazer nada. Não possuía nenhuma arma além de uma adaga, então fui até o arsenal para pegar emprestado uma espada de bronze celestial e um escudo médio também de bronze celestial. Corro em direção à jaula dos monstros e fico parado os encarando. Não fazia ideia de com qual batalhar, já conhecera os cães infernais e não estava pronto para reencontrá-los. Solto um ciclope, já havia falar que eles não são inteligentes, mas compensam isso em uma força descomunal. Corro me distanciando do monstro que sai com passos lentos de sua jaula. Ele parecia mais um bebê perdido, mas quando seu grande e único olho me visualiza, sua expressão muda totalmente de bebê procurando a mãe para gato que viu um rato. Ele começa a correr em minha direção causando um pequeno tremor com cada passo que ele dava. Totalmente assustador.  Quando ele ficara a cerca de dois metros de distância, saltei para o lado direito. O ciclope me perde, então começa a gritar.
 - Hey! Estou aqui! – chamo a atenção dele para ele correr até mim mais uma vez. Então rapidamente ele me encontra e corre novamente em minha direção, mas dessa vez eu tinha um plano. Começo a fugir dele para que ele adquirisse mais velocidade, então me viro e espero ele chegar perto. Ele direciona seu punho direito para frente com a intenção de me acertar, mas então eu me viro e corto seu braço. O que o faz gritar por causa da dor. Ele cobre a ferida com a mão esquerda e depois olha para mim com tanta raiva que me fez ficar com mais medo dele. Lanço meu escudo no rosto do ciclope que consegue se defender com seu braço esquerdo, mas o real motivo desse ataque na verdade foi para poder fazer um ataque direto sem que ele percebesse. Quando o ciclope me visualiza, minha espada estava prestes a matá-lo, então corto seu pescoço o decepando. O monstro se transforma em pó e eu caio no chão exausto, possivelmente por causa do medo que acabara de enfrentar. Depois de alguns minutos, me levanto e saio do local deixando as armas onde eu havia pegado.


PS: Crie um tópico com a sua ficha com o título: [FP] - Convidado  Assim que a lermos ela será movida para o fórum de fichas Aceitas ou Recusadas. Só poderá fazer o teste de reclamação quando sua ficha for aceita.

Ártemis
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 180
Data de inscrição : 25/03/2013
Localização : -

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infiinito
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum