Percy Jackson Olympian Alliance

FP - Alicia_teodoro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

FP - Alicia_teodoro

Mensagem por Convidado em Sex Maio 31, 2013 8:18 pm

NOME: Scarlet Delia

IDADE: 14 anos

NACIONALIDADE: Americana

3 CARACTERÍSTICAS FÍSICAS: Ruiva, com sardas, olhos verde-escuros,um pouco baixinha

3
CARACTERÍSTICAS PSICOLÓGICAS:
Espirituosa, teimosa e
cabeça-dura, gosta de liderar e de estar com muitas pessoas por perto,
mas valoriza os pequenos atos de amizade e lealdade

COMO
DESCOBRIU SER UM MEIO-SANGUE:
Será narrado abaixo, junto com o teste de ação.


FAÇA UM TESTE DE AÇÃO ONDE NARRE AO MENOS UMA BATALHA COM QUALQUER MONSTRO
DE SUA ESCOLHA:
Eu estava na aula de biologia quando a diretora me chamou pra sua
sala. Me levantei, entediada imaginando o que seria dessa vez, mas
quando vi o olhar preocupado do meu melhor amigo, Sam, fiz um sinal de
que estava tudo bem. Na sala da diretora, ela começou a discursar sobre
como eu deveria me esforçar mais, blá blá blá. Queria ver ela tirar
nota boa em matemática com todos aqueles números dançando na frente
dela. Mas quando eu estava pronta pra dar essa maravilhosa desculpa e
sair logo dali, o discurso da diretora começou a ficar menos, digamos,
construtivo. Quase pude sentir o veneno saindo da boca dela quando ela
cuspia suas palavras maldosas em mim, o fogo ardendo em seus olhos. Me
levantei, estava decidindo entre começar a gritar com ela ou
simplesmente sair dali quando sua voz começou a ficar rouca, áspera como
uma faca raspando pedra, seus olhos se tornaram como de felinos e ela
ficou de pé. Fiquei tão surpresa que não conseguia me mexer, até que ela
mostrou seus dentes amarelos horríveis, sua língua de cobra e empurrou a
mesinha para o lado. Foi então que vi as duas coisas parecendo caudas
de cobras no lugar das pernas, e isso pareceu me acordar. Saí correndo
bem na hora que ela pulou pra onde eu estava. Rapidamente esquadrinhei a
sala para ver se tinha alguma coisa que pudesse usar como arma. Ela
jogou uma cadeira em mim, mas consegui me esquivar na última hora. Corri
para o extintor de incêndio, mas não consegui arrancá-lo da parede, ela
veio correndo em minha direção, arreganhando a boca venenosa, em cima
da hora acionei o extintor, jogando-a para longe. Corri para a porta:
estava trancada por fora. A coisa que tinha sido minha diretora já
estava se levantando, corri para o canto da sala e me agachei atrás de
um armário bem na hora que ela jogou outra cadeira em mim. Juntei um
pedaço da cadeira e joguei na cabeça dela. Acertei, pelo menos pra
alguma coisa tinha servido ficar jogando dardos na parede o tempo todo.
Fiquei feliz, dois a zero pra mim, mas sabia que não tinha muito tempo.
Procurei outra porta. Não tinha. Janelas, tubo de ventilação, nada. ela
se levantou, dessa vez estava mesmo com raiva, investiu contra mim com
toda a velocidade, a boca pingando veneno, fechei os olhos e me preparei
mas ao invés do impacto, senti um mão me puxar para trás. Sam fechou a
porta na cara da diretora/cobra e saímos correndo pelo corredor. Ele
tinha um jeito estranho de andar, mas nunca o tinha visto correr daquele
jeito. Disparamos para fora do colégio, ele já estava com minha
mochila, nem perguntei nada, peguei e continuei correndo até chegarmos
na
minha casa. Corremos para dentro, ele fechou as portas e janelas. Eu
estava perplexa, borbulhando de perguntas. "Pega papel e caneta." ,ele
falou, "Quê
?" ,respondi
atordoada, "Só pega logo!". Nunca tinha visto meu amigo falar daquele
jeito, mas obedeci. Quando voltei, ele estava no meu quarto arrumando
uma mala. "O que você ta fazendo?!", perguntei, "eu vou explicar tudo,
tá? prometo. Mas agora preciso que você faça tudo que eu falar, é muito
importante Em." Aquela voz tranquilizadora e o fato dele usar um apelido
com o meu nome do meio, Emily
, eram minhas
coisas favoritas no meu melhor amigo. "Tudo bem", falei, "Ok, então
preciso que você escreva um bilhete pro seu pai. Diga para ele que você
está comigo, que está tudo bem. Diga que você está passando esses dias
na minha casa
, que logo entrará em contato."
e eu fui escrevendo, inventanto a melhor história pro meu pai. Pelo
menos com isso eu já tinha prática. "Deixa uma mensagem de voz no
celular também, pra ele ficar mais tranquilo" falou. Na verdade, Sam
sabia que meu pai dificilmente reconheceria minha letra. Acabei o
bilhete e deixei em um lugar visível. "Sam, quanto tempo vamos ficar
fora?" falei. Ele notou que eu estava com a mão no colar que tinha sido
da minha mãe. O pingente era uma medalhinha com o desenho de uma maçã,
uma balança e uma ampulheta, com asas em volta. Era a única lembrança
que eu tinha dela. "É melhor levar." falou. Ele se referia a uma
caixinha, onde eu guardava minhas melhores lembranças. Percebi que
aquilo significava que talvez jamais voltsse àquela casa. Guardei a
caixinha na mala e corremos para fora. Já tinha um táxi esperando por
nós na frente da minha casa. Nem quis imaginar como tinha chegado ali,
apenas entrei no carro e deixei meu amigo tomar conta de tudo. Fechei os
olhos e permiti minha mente vagar por algum tempo. Havia tantas
perguntas, tanta coisa sem explicação, eu nem sabia por onde começar.
Quando percebi, o taxi tinha parado. Pagamos e quando olhei em volta,
estávamos no meio do nada. "Rápido" Sam falou "não temos muito tempo.
Corremos por alguns minutos, já estava sem fôlego quando dêmos de cara
com uma colina. "É aqui" ele disse. Pensei o que poderia haver ali de
tão importante. Quando chegamos no topo da colina, tive uma surpresa.
Nem a primeira, nem a última do meu dia. Lá embaixo havia uma casa
enorme, vários chalés dispostos em forma de "u", uma plantação de algo
vermelho, pareciam ser morangos e um bando de adolescentes por aí.
"Chegamos Em, bem vinda à colina meio-sangue".


PS: Recusada. Você não respondeu a pergunta (mesmo que esteja no teste de ação você tem de responder a pergunta) , além disso, o nome não é o mesmo utilizado em seu nick, e você não utilizou o Template, porfavor, refaça a ficha. Boa sorte.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum