Percy Jackson Olympian Alliance

Arena do acampamento

Página 5 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Convidado em Qui Jul 04, 2013 8:18 am

Ortografia - 15/25 Houveram muitos erros, principalmente ortográficos e de concordância.


Coerência - 20/25 Me perdi um pouco devido aos erros e falta de pontuação
adequada.

Criatividade - 18/25 Foi um treino comum, clichê.

Uso de armas e poderes - 20/25 Foi bem, mas tenho certeza que poderia ser melhor.

73XP // - 20HP - 10MP

ATUALIZADO!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por James Di Angelo em Sab Jul 06, 2013 3:46 pm

 


Treino
 

Estava em meu quarto lendo um livro deitado em minha cama, estava com insônia não sabia o que ou como mais não estava conseguindo dormir de forma alguma quando penso, sabe de uma coisa? Tenho que treinar, não vai adiantar nada eu ficar lendo esse livro afinal não é contando a história do livro que vou vencer meus adversários. Levanto e vou até o compartimento secreto que ficava minhas armas, pego a armadura e sem perder tempo a visto a mesma já estava com minha espada embainhada presa na parte de trás então apenas recolhi meu elmo e sai com ele embaixo do braço. Fora do chalé estava frio devido à hora quatro da manhã não havia ninguém fora dos chalés ainda, ando lentamente sem pressa curtindo o frio e a brisa do vento quando chego à arena, o silêncio era total nem os monstros faziam barulhos, caminho até as jaulas e fico olhando para os adversários disponíveis andando de um lado para o outro pensando em qual devo enfrentar, logo descido que seria um lestrigão e imediatamente ponho meu elmo em seguida abro a jaula, corro ficando a uma distância inicialmente segura quando vejo o monstro saindo da jaula com cara de raiva, o mesmo olha para mim e fala:


- Já não gosto de semideus e ainda essa hora, vai morrer!

Sorrio com sarcasmo e falo:

- Se você diz vem matar.

Ele corre em minha direção e eu na dele, ao se aproxima o mesmo tenta me acertar um soco em meu rosto no qual consigo desviar, percebo a força e a velocidade do golpe e acerto socos seguidos no estomago dele que se curva um pouco sem muito efeito, de repente sou pego de surpresa com um chute em minhas pernas fazendo com que eu caísse bem aos pés do lestrigão, o mesmo ergue o pé esquerdo na tentativa de mim pisar rapidamente rolo para o lado e sinto o golpe passar bem próximo de meu rosto acertando o lugar onde eu estava a pouco intente, giro meu corpo e acerto um chute na parte de trás do joelho do mesmo que sede caindo de joelhos, sem perder tempo salto dando um chute rodado no rosto do lestrigão que gira a cabeça com o efeito do golpe, sabia que tinha efetuado com perfeição e fico em posição de batalha quando vejo o rosto do mesmo sangrando sorrio de satisfação e falo com desdém:

- Desculpa se bati muito forte, é que estou treinando novos golpes e ainda não tenho total controle sobre eles.

Percebo que ele notou o sarcasmo na minha voz e não gostou nadinha, levanta passa a mão direita na boca e me ataca do nada, não tive tempo de desviar e recebo um soco no rosto fazendo eu dá vários passos para trás, sinto o gosto de sangue surgir em minha boca então sorrio e falo:

- Agora é a minha vez de atacar, pronto grandão?

Corro na direção dele que ergue os braços para me atacar era o momento em que eu estava esperando, ativo meu poder fazendo com que ele tivesse receio de mim atacar e ficasse até com medo, o mesmo não teve reações e ficou parado como se tivesse visto assombração, então retiro minha espada e rapidamente em um único golpe cravo minha espada no ombro do mesmo fazendo ela atravessar e no momento em  retiro a espada e me afasto, pois ele estava gritando de dor e tão louco de uma forma que estava girando os braços na tentativa de evitar outra futura aproximação minha, um sinal de medo claro. Estava me divertindo com aquilo quando corro ao redor dele e falo dando gargalhadas demoníacas:

- Cuidado com o bicho papão, ele está vindo te pegar kk.


Nesse momento desativo o poder, foi besteira pois como estava muito próximo recebo um chute no peito fazendo eu voar metros para trás, caio arrastando as costas no chão com muita raiva mais sabia reconhecer que ele era bom, levanto rapidamente e ativo a habilidade de meu elmo conseguindo ficar invisível, outra vez ele ficou espantado com o que eu conseguia fazer e não notou minha aproximação quando estava pronto para cravar minha espada no peito dele o lestrigão ergue o punho para me acertar, logo ativo a habilidade de minha armadura que faz com que o soco dele fosse inofensivo a mim, ele ficou abismado e com os olhos arregalado já sabendo que era seu fim quando cravo minha espada no peito dele que tenta em um ultimo golpe me acertar, mais antes disso a lamina da espada entra mais dentro do peito dele que imediatamente se transforma em pó, olho para o céu e vejo os primeiros raios de sol então olho para o pó e falo:

- Do pó viemos ao pó retornaremos.

Saio da arena me sentindo muito bem, sentia que estava melhorando a cada treino.
 


Tags: aqui  Post:  aqui  Notes: aqui

Thanks @Lilah!
 


Poderes:
Level 02:Aura Obscura: Você tem uma aura poderosa,amedrontadora.É normal que evitem ficar perto de você.No caso de uma luta,isso faz com que seu inimigo sinta medo e insegurança em lhe atacar. 
avatar
James Di Angelo
Filhos De Ares
Filhos De Ares

Mensagens : 54
Data de inscrição : 28/03/2013
Idade : 22
Localização : Acampamento Meio Sangue

Ficha Meio-Sangue
Nível: 7
HP:
99/130  (99/130)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Convidado em Dom Jul 07, 2013 8:51 am

Ortografia - 17/25 Houveram muitos erros de concordância e pontuação.

Coerência - 19/25 Me perdi muito em seu treino devido a esses erros.

Criatividade - 21/25 Foi um treino comum, mas usou um pouco da criatividade.

Uso de armas e poderes - 20/25 Não foi muito ruim, mas pode melhorar

77XP // - 15HP - 10MP

ATUALIZADO!

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Luce Price em Qua Jul 10, 2013 3:50 pm

Primeiro Treino de Sansa Stark.
Era um dia meio frio no acampamento, eu tinha acordado animada, provavelmente por ter sido reclamada na noite anterior e descobrir que eu era filha de Afrodite, e era por volta das 10 da manhã. Tomei um banho quente para espantar o frio, depois coloquei uma calça jeans e a blusa do acampamento com um casaco rosa por cima e um tênis all star. Fiquei uns dez minutos no chalé procurando algo para fazer, então como não achei nada de bom lá, eu decidi que iria treinar na arena, para ver se eu prestava pra alguma coisa a não ser só maquiar pessoas e ser bonita. Peguei meu chicote elétrico, meu escudo de ouro divino espelhado e minha espada do amor. Enrolei o chicote e o prendi na cintura, coloquei o escudo em meu braço e a espada coloquei na bainha e a do lado oposto ao do chicote. Depois de esta devidamente preparada, sai do chalé e segui em direção pra arena.
Chegando à arena, fui escolher qual monstro iria batalhar. Passei pelas jaulas onde os monstros estavam presos e vi um pequeno cão infernal felpudo. Ele me pareceu inofensivo e calmo, talvez até fácil de batalhar, totalmente o contrário do outro cão infernal que eu tinha enfrentado durante a viajem até o acampamento e que tinha deixado uma cicatriz na minha barriga. Pedi para um campista mais experiente do que eu para abrir a jaula do cão infernal, e depois agradeci quando ele abriu a jaula. Desembainhei a espada e preparei o meu escudo enquanto o cão saia da jaula e caminhava lentamente na minha direção. Segurei a espada um pouco desajeitadamente e disse pro cão infernal que já tinha saído completamente da jaula:
- Prepare para encrenca... Para proteger o mundo da devastação... Para unir todos os povos da nossa nação... Para denunciar os males da verdade e do amor... Para estender meu poder às estrelas... Sansa Stark... Semideusa viajando na velocidade da luz... Renda-se agora ou prepare-se pra lutar! – e depois de falar todo o lema da Equipe Rocket com algumas modificações me lancei na direção do cão infernal com a espada apontada pro peito baixo dele.
O cão, ao notar que eu parei de tagarela e parti pro ataque, se preparou pro meu ataque e quando eu estava próxima a ele, ele se colocou sobre duas patas e jogou as patas dianteiras em cima do meu colo, me empurrando pra trás e arranhando e rasgando a parte superior da minha blusa. O arranhão não foi tão profundo, mas estava causando uma dor lancinante.
Mesmo sentindo dor, me lancei de novo contra com o cão, mas quando ele foi se por de pé de novo, usei meu escudo contra ele, batendo de baixo pra cima, no queixo dele. O cão após receber o golpe, cambaleou pra trás, balançando a cabeça. Aproveitei que ele não estava muito bem e corri em sua direção e levantei a espada acima de minha cabeça para tentar fazer um corte no pescoço dele, mas o movimento fez eu sentir a dor dos arranhões novamente, e meu braço fraquejou e abaixou rapidamente, fazendo assim eu corta um pedaço da orelha dele. Coloquei o escudo espelhado rapidamente na frente do rosto dele e o fiz olha pro próprio reflexo.
O cão grunhiu por causa do corte na orelha, mas logo em seguida surgiu o efeito da espada do amor e ele ficou apaixonado pela primeira coisa que viu na frente dele, no causo o reflexo dele no meu escudo espelhado. Ele começou a lamber o meu escudo, apaixonado por seu próprio reflexo. Senti um nojo imediato por ele ta sujando meu lindo escudo novo e presente da mamys, mas lembrei que era uma batalha.
Continuei segurando o espelho na frente dele para ele continuar distraído e levantei a espada devagar e calmamente, primeiramente pra eu não sentir a dor dos ferimentos e em segundo lugar pra ele não notar, e direcionei a ponta dela para a lateral esquerda do corpo dele.
O cão não notou nada, continuava apaixonado pelo seu reflexo felpudo no escudo. Então abri um sorriso maligno e perfurei o corpo dele, enfiando a espada profundamente em sua pele e soltando o punho dela. O cão grunhiu de dor e de tristeza por deixar o seu amado reflexo, e depois se transformou em pó.

Após acabada a luta, peguei minha espada do pó e dei uma limpada nela e segurei meu escudo, que estava todo babado e fiz uma careta pra ele. Sai da arena cansada e com dor, e me dirigi pra enfermaria para tratar de meus ferimentos, e quando saísse de lá iria pro chalé de Afrodite limpar minhas armas e descansar. 


Armas usadas:
♥ Chicote elétrico de prata - transforma-se em um anel de prata com o nome do semideus gravado em sua superfície [inquebrável][volta sempre pro dono][item obrigatório] {By: Afrodite}


♥ Um escudo grande de Ouro Divino espelhado - Pode transforma-se em qualquer acessório para um fácil transporte, Seu espelho pode mostrar qualquer localização. pode ajudar quando o filho de Afrodite está perdido, quando quer seguir os passos de alguem, quando quer partir pra algum lugar que não sabe onde fica ou quando tem algum objeto perdido.[inquebrável - volta sempre pro dono][item obrigatório] {by: Afrodite}


♥ Espada do amor - possui a lamina rosa, qualquer um que for atingido por esta fica temporariamente apaixonado pela primeira coisa que ver, dando ao semideus tempo para atacar [opcional] {By:Afrodite}

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Luce Price - Filha de Afrodite
avatar
Luce Price
Filhos De Afrodite
Filhos De Afrodite

Mensagens : 102
Data de inscrição : 27/03/2013
Idade : 20

Ficha Meio-Sangue
Nível: 5
HP:
102/120  (102/120)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por James Di Angelo em Qua Jul 10, 2013 7:05 pm

 


Treino
 

Não conseguia dormir e isso estava me deixando ao mesmo tempo com raiva e impaciente, precisava descansar mais não tinha sono e ficava rolando na cama de um lado para o outro, sento enquanto passo as mãos no rosto e nos cabelos um sinal claro de que não estava de boa em seguida olha no relógio que marcava cinco da manhã, vou ao banheiro tomo banho e escolho uma camiseta preta uma calça jeans desbotada com estilo, visto a armadura que já estava com a espada embainhada na parte de trás e por ultimo pego meu elmo e caminha a saída do chalé. Fora estava frio e nublado a neblina estava dominando todo o caminho à frente o que era bem legal, o céu ainda estava escuro ainda apenas com poucos raios de luz as plantas estavam com gotas de água devido à neblina, caminho até a arena onde o silêncio reinava absolutamente quando chego me direciono as jaulas e escolho duas dracaenae, ponho meu elmo e abro as jaulas, as mesmas saem sorrindo uma com espada e outra com uma lança a que estava com a lança fala:

- Que café da manhã saboroso teremos.
A outra sorrir e confirma com um gesto de cabeça, eu continuava sério sem perder tempo ataco a que estava com a espada pois na minha opinião era a menos experiente,  retiro minha espada quando estava bem próximo dela e na tentativa de acertar o peito da mesma nossas espadas se encontram fazendo barulho de metal e faíscas surgirem, me afasto falando sempre sério:

- Conclusão errada, não vai se repetir.

Ela olha sem entender nada e me ataca mais desvio da lâmina girando o corpo e a mesma passa por mim deixando as costas desprotegida, era minha chance acerto minha lâmina causando um ferimento enorme em todo a extensão das costas da dracaena, ela grita de dor além do ferimento minha espada liberou o veneno causando ainda mais dor. Estava distraído e acabei esquecendo a outra que sendo esperta me ataca pelas costas com uma das caudas fazendo com que eu caísse, quando olho para cima vejo ela com a lança erguida e pronta para perfurar meu peito no golpe, rolo no chão no momento do ataque por pouco não fui atingido no momento em que levanto pressinto a aproximação da outra que tenta me ferir pelas costas então dou um pequeno sorriso e falo:

- Quer descontar na mesma moeda k, tem que melhorar muito.

Avanço na direção dela mais a mesma desvia e acerta um soco em meu rosto de repente sou pego de surpresa, a outra dracaena tinha se aproximou e segurou meus braços me deixando assim impossibilitado de me soltar o reagir, sem perder tempo a parceira dela avança e acerta socos seguidos em meu estomago (o que não é nada agradável ficar sem ar), nesse momento faço minha aura expandir o que foi suficiente para que elas ficassem abaladas e eu conseguisse me soltar. Estava furioso quando ataco a que estava dando socos em mim como ela estava sobre o efeito da minha aura não teve ação de se defender o que para mim foi ótimo, crava minha espada no peito dela e retiro e novamente a perfuro o que fiz por algumas vezes e quando paro a mesma se transforma em pó. Volto minha atenção a sobrevivente, pelo menos por enquanto quando desativo meu poder e ela observa o pó no chão bem próximo e olha para mim com ódio e avança com a lança pronta para perfurar-me mais desvio e no momento em que ela passa corto uma das caldas dela, o veneno da minha lamina fez efeito imediatamente e ela ficou gritando quando novamente a ataco com socos muito fortes no rosto da dracaena que percebo sair sangue e em um golpe rápido com um giro de corpo corto a garganta dela que jorra sangue e logo se transforma em pó, logo respiro fundo e olhando para o céu percebo que o dia já estava raiando em seguida saio da arena.
 


Tags: aqui  Post:  aqui  Notes: aqui

Thanks @Lilah!
 


 
Poder:
[b style="margin: 0px; padding: 0px; color: rgb(148, 95, 95); font-family: arial; font-size: 12px; letter-spacing: 2px; line-height: 18.1875px; text-align: justify; background-color: rgb(0, 0, 0);"]Level 2[/b]

Aura Obscura: Você tem uma aura poderosa,amedrontadora.É normal que evitem ficar perto de você.No caso de uma luta,isso faz com que seu inimigo sinta medo e insegurança em lhe atacar.
avatar
James Di Angelo
Filhos De Ares
Filhos De Ares

Mensagens : 54
Data de inscrição : 28/03/2013
Idade : 22
Localização : Acampamento Meio Sangue

Ficha Meio-Sangue
Nível: 7
HP:
99/130  (99/130)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Apolo em Qui Jul 11, 2013 10:49 am

Sansa Stark

Ortografia - 17/25 - Não posso dizer que ficou ótima e nem péssima. Teve vários errinhos como repetição de palavras e na escrita.

Coerência - 20/25 - Faltou um pouco de descrição, deixando um texto confuso.

Criatividade - 21/25 - Teve alguns pontos clichês e alguns pontos criativos.

Uso de armas e poderes - 24/25 - Fez bom uso.



-5HP e -15MP

82XP - Parabéns


James Di Angelo

Ortogrtafia - 13/25 - Diversos erros de ortografia, falta de vírgulas, sinais de pontuação no lugar errado, troca no tempo verbal e uso de linguagem da internet no post.

Coerência - 10/25 - Eu poderia zerar esse quesito, pois a arena não está aberta às cinco horas da manhã e obviamente não temos treino nesse horário.

Criatividade - 16/25 - Muito clichê... tipo, muito.

Uso de armas e poderes - 23/25 - Até que foi bem.



-10HP e -20MP

62XP - '-'

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 27
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Ella S. Lanfort em Qui Jul 11, 2013 4:09 pm

..


Última edição por Ella S. Lanfort em Sab Out 12, 2013 3:44 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Ella S. Lanfort
Filhos De Ares
Filhos De Ares

Mensagens : 21
Data de inscrição : 10/07/2013
Idade : 23
Localização : Acampamento

Ficha Meio-Sangue
Nível: 3
HP:
64/110  (64/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Perséfone em Qui Jul 11, 2013 5:46 pm

Avaliação - Annye Evy Stark

Ortografia >> achei alguns erros, mas nada muito grave. 17/25

Coerência >> Foi boa neste requisito 20/25

Criatividade >> Achei um treino normal. Coloque mais emoção. 20/25

Uso de Armas e Poderes >> Foi bom, mas poderia ter sido melhor. 15/25

Total:62xp

Perdas: -3 de HP e -5 de MP

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



....Perséfone/Koré....
Se o inverno chegou, a primavera não estará distante

Deusa das Estações Filha de Deméter Irmã de Despina
avatar
Perséfone
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 378
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 30
Localização : Jardim de Perséfone

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinit
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Marshall Alexander Harvey em Sex Jul 12, 2013 3:35 pm


   
First Train.


    Havia pouco tempo em que eu tinha descoberto ser um filho de Zeus. Bom, não que já não fosse um pouco evidente para mim, mas foi bom ter aquele holograma azul de raio na minha cabeça. Eu precisava treinar. Era um filho de Zeus, não seria legal se as pessoas soubessem que um filho de Zeus não faz nada, a não ser ficar no seu chalé discutindo consigo mesmo sobre qual lançamento deste ano seria o Game Of The Year... Bem, era isso que eu fazia quando não estava com Lena. Eram 19:00 horas, o céu já estava um pouco escuro e eu gostava disso. Ainda tinha um pouco de luz, mas bem pouco. Logo as harpias já estariam por ali, era melhor eu me apressar um pouco. Saí do meu chalé com o meu pequeno raio, minha espada presa na cintura e segurava o Aegis com minha mão esquerda.


Saí do chalé e caminhei até a arena, com passos largos e firmes. Não queria que alguém parasse pra conversar comigo, tiraria toda a minha concentração para o treino. Não demorei nem um pouquinho para chegar, e como esperado, o local estava vazio. Apenas um sátiro que guardava algumas jaulas com monstros. Cães infernais, ciclopes, dracaenaes, nada que eu não pudesse enfrentar. Caminhei até ele, ajeitando meu cabelo loiro. Assim que me aproximei, encarei o único olho do ciclope, e sorri. Olá. Poderia abrir a jaula desse ciclope, por favor? Ele riu, não entendi o motivo do riso, mas forcei uma risada também. Minha voz saía firme e clara, num tom não alto, mas nem baixo. O suficiente para ele ouvir sem problemas, era uma forma que eu demonstrava meu progenitor divino. Acho que ele tinha entendido.


Ele abriu a jaula, e o ciclope saiu dali de dentro. Estava empunhando a minha espada elétrica na mão direita, sua lâmina de bronze encantada com eletricidade brilhava e ao mesmo tempo eu podia ver a eletricidade correndo por ela, querendo sair.  O ciclope me viu de novo (Também, seria difícil não me ver com aqueles olhos.), bati a espada no escudo para chamar sua atenção e ele veio. O grandalhão devia ter uns 5 metros ou mais, não era bom com medidas estimadas. Enfim, conforme ele corria até mim, causava um certo estrondo na arena, se aquele pézinho delicado pisasse em mim daquela forma, provavelmente eu seria esmagado, mas daria um jeito de eletrocutá-lo antes. Dei alguns passos para trás, fitando os olhos do ciclope. Lembro-me de ter visto alguns filmes de luta, em que se dizia para olhar no fundo dos olhos do seu oponente e tentar ler os seus movimentos. Também me lembro de alguém ter me dito que tudo em filmes são mentira, mas enfim.


Então, grandalhão. Como vai? É uma pena eu ter que matar um primo... Suspirei, realmente era uma pena. Ele era filho de Poseidon, meu tio, matar familiares não era legal. Entretanto, ele tinha sido o monstro que eu havia escolhido para treinar. Ele não se deu ao trabalho de responder, ao se aproximar apenas tentou me chutar como se eu fosse uma bola de futebol, o que eu fiz foi colocar o Aegis na frente. Quando o pé do ciclope bateu ali, eu fui metros para trás com o impacto, mas o ciclope ficou pulando por causa da dor no pé. Como meu escudo era inquebrável, ele ficou intacto, e eu corri para o o meu primo. Ia passar debaixo de suas pernas e cortá-las, mas não deu tão certo quando eu pensava. 


Ele fechou as pernas bem na hora. Girei o cabo da espada da minha mão, deixando a lâmina dela na vertical. Cravei no meio de suas pernas, onde ele tinha fechado a passagem, e com esforço, fui tentando girar novamente para abrir o caminho. Eu ainda não era tão forte pra isso, e ele me ergueu, mesmo recebendo os choques da espada. Ainda estava com minhas armas, enquanto ele me segurava perto de sua boca. Claro, eu não iria morrer assim para um ciclope. Me concentrei, antes que ele pudesse me jogar para dentro de sua boca e me engolir, e alguns fios elétricos surgiram do chão. Agarraram-se nos dedos do ciclope, que tomou um choque não muito forte, mas que me serviu mais para ele me soltar. É, cair de uma altura de 5 metros não era tão legal quanto nos filmes. 


Eu não era um gato para cair em pé, e caí de barriga para baixo, esticando a espada para o lado, já que ela poderia cair no meu peito e me matar, e coloquei o Aegis na frente. Mesmo com ele, o impacto foi grande. Pude sentir algumas costelas fazendo "crack", só não sei quantas. Me levantei com um pouco de dificuldade, ainda com minhas armas empunhadas. O pequeno raio ainda estava nas minhas costas, como eu pude esquecê-lo!? Me afastei um pouco do ciclope, que acabara de arrebentar os fios que eu havia criado. Deixei o Aegis no chão, pequei o pequeno raio e apontei na direção do ciclope. Uma trovoada foi seguida de uma descarga elétrica, bem na cabeça do grandalhão. Ele gritou, e ficou paralisado.


Essa era minha chance. Coloquei o Aegis nas costas, junto ao raio, corri o mais rápido que pude até suas costas, levando em consideração o fato de que tinha quebrado algumas costelas, e fui escalando as suas roupas com certa dificuldade. Meu corpo cismava em ir para baixo, talvez por causa da gravidade. Quando eu consegui, agarrei seu pescoço, e nesse exato momento, o efeito do raio tinha parado. Segurava firme minha espada, tomando cuidado para não acertar eu mesmo. O ciclope se debatia, se curvava e tentava me agarrar. Ele não conseguia alcançar as próprias costas, e eu tive que segurar o riso. Seria difícil fincar minha espada naquilo, mas tudo bem. Ele começou a caminhar pela arena, se debatendo, comigo em suas costas, e eu notei que ele iria bater as costas contra a parede. Com a força dele, isso me esmagaria. Encostei a ponta da lâmina no seu pescoço, deixando a eletricidade correr. Ele foi tendo espasmos musculares, e parando de se debater por conta deles. Eu estava o deixando paralisando de novo, e essa seria a minha chance.


Como se eu fosse deixar a espada cair, a soltei. Ela foi virando para baixo, e antes que descesse, agarrei seu cabo novamente. Agora, eu a segurava com a lâmina para trás, como se fosse uma faca. Daquele jeito, mirei a lâmina no olho do ciclope, e estoquei com tudo. Seu sangue jorrava por ali e sujava minha mão, meu braço e a lâmina da minha espada. Suspirei, enfiando mais forte. Em poucos segundos, aquilo tudo virou uma pilha de pó dourado. Eu comecei a cair, e a espada estava virada para mim. Eu tinha pouquíssimo tempo, só o que eu fiz foi virar ela novamente e segurá-la para cima, acabando com todos os riscos de eu me matar com a minha própria arma. Consegui cair de pé, mas mesmo assim, não foi o suficiente. Isso teria feito impacto em minhas costelas, nas quebradas também, me causando mais dor. Eu gritei, esse grito era alto e agudo, claramente de dor. O sátiro me lançou um olhar preocupado, mas não podia abandonar sua posição. Guardei a minha espada e acenei para ele, tentando transmitir um "Tudo bem.", e saí da arena, caminhando para a enfermaria. O céu já estava negro, logo as harpias apareceriam.


PODER USADO:

Fios de eletricidade: Você pode fazer pequenos fios parecidos com raios brotarem do chão e atacarem o inimigo, cada choque retira 10 HP e MP


Obs.: As armas são as que estão ali na minha ficha.

   
Day: Vai saber.    Place: Por aí na noite.    With: No one.    Humor: Normal.                    Clothing: -  
credits @
avatar
Marshall Alexander Harvey
Filhos De Zeus
Filhos De Zeus

Mensagens : 25
Data de inscrição : 23/06/2013
Idade : 21
Localização : Acampamento.

Ficha Meio-Sangue
Nível: 3
HP:
94/110  (94/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Luce Price em Sex Jul 12, 2013 5:50 pm


Sansa Stark

Um treino só para animar.

 

Era uma tarde fria, não passava das 18:00 horas, eu estava lendo um livro no chalé de Afrodite, vestida com uma calça legging, uma blusa de manga branca de botões com um colete jeans por cima e uma bota curta de salto baixo preta. Já estava ficando cansada de ler tanto, e o frio estava me deixando preguiçosa. Me levantei da cama, me espreguicei e decidi treinar para espantar o frio e animar. Como sempre peguei meu chicote elétrico de prata, minha espada do amor e meu escudo espelhado. Prendi o chicote do lado esquerdo do meu cinto, coloquei a espada na bainha do lado direito e prendi o escudo no meu braço e depois de estar preparada, sai do chalé e fui em direção a arena do acampamento.
Quando cheguei na arena, caminhei na frente das jaulas onde os monstros estavam presos e fiquei tentando decidir com qual iria lutar. Andei, andei, andei, até olha para uma jaula onde estava contida uma harpia pequena mas com cara de feroz. Pedi para um campista mais velho solta-lá, e enquanto ele fazia isso desenrolei meu chicote e preparei o escudo.
Quando a harpia saiu da jaula, ela lançou voo para o alto e depois embicou uma rápida descida para baixo na minha direção, com as garras apontadas para o meu rosto. Coloquei o escudo enfrente ao meu rosto, e ela bateu nele e depois ricocheteou para trás, cambaleando. Aproveitei que ela estava meio zonza e estalei o chicote na asa esquerda e depois bati na asa direita, com dois movimentos rápidos. A harpia caiu no chão, por causa dos choques elétricos do chicote. Ela estava atordoada com os choques, então me aproximei dela e lhe dei dois chutes, um no estômago e outro na face. A harpia ficou deitada no chão, parecia um pouco assustada. Me aproximei de novo dela para chuta ela novamente, mas quando cheguei próximo da mesma, ela arranhou minha perna, desde da coxa até a batata da perna. Senti uma dor lancinante e soltei um grito muito alto de dor. Coloquei a mão direita na parte superior do ferimento e depois me afastei um pouco da harpia. Ao me afastar, a harpia tentou se levantar, mas ainda estava fraca. Sentia a dor e o sangue escorrendo na minha perna. Praguejei em grego antigo e enrolei meu chicote e prendi-o no lado esquerdo, e desembainhei minha espada. A harpia se levantou e conseguiu voar novamente, mesmo com algumas quedas de altura as vezes. Me preparei pros ataques a qualquer momento dela, colocando o escudo na frente de meu rosto e a espada segurada de modo seguro. Ela se lançou contra mim outra vez, e eu tentei desferir um golpe contra seu pescoço, mas ela notou a tempo de se afastar da espada. Ela tentou me ataca pela lateral dessa vez. Me defendi com o escudo e empurrei ela para o chão, mas ela não caiu. Ela perdeu um pouco do equilíbrio por causa do peso que eu tinha posto em cima do escudo para empurra-la para baixo, e eu consegui um brecha para ataca-la. Eu ainda sentia as dores lancinantes do ferimento, mas ignorei-os e aproveitando a brecha, desferi um corte da asa esquerda até a barriga da harpia, mas não foi um golpe fatal. A harpia guinchou de dor e perdeu o equilíbrio caindo no chão mais uma vez. Logo em seguida ela sofreu o efeito (maldito) da espada e se apaixonou pela primeira coisa que vi, nesse caso eu (por isso maldito). Ela tentou começar a se levantar para me perseguir, mas caiu por causa dos ferimentos. Me afastei devagar dela por causa dos meus próprios ferimentos e tentando fugir dela. Ela reparou que eu estava me afastando e começou a se arrastar pelo chão se aproximando. Comecei a entrar em leve desespero e me afastando, mancando e soltando pingos de sangue pelo chão. Ela se aproximava ainda mais, parecia que o amor que ela tava sentindo por mim a deixava mais ágil.
Ela consegui chegar bem próximo de mim e agarrou minha perna machucada, gritei de dor e sem pensar desferi um golpe contra a harpia, bem no peito. Ela guinchou por um instante e depois se transformou em pó.
Sentei-me no chão com a perna ferida, embainhei a espada e descansando um pouco. Passei uns dois minutos ali, até que decidi me levantar lentamente por causa da ferida e depois ir pra enfermaria, e quando saísse de lá ir pro chalé dormir.


Armas usadas::
♥ Chicote elétrico de prata - transforma-se em um anel de prata com o nome do semideus gravado em sua superfície [inquebrável][volta sempre pro dono][item obrigatório] {By: Afrodite}


♥ Um escudo grande de Ouro Divino espelhado - Pode transforma-se em qualquer acessório para um fácil transporte, Seu espelho pode mostrar qualquer localização. pode ajudar quando o filho de Afrodite está perdido, quando quer seguir os passos de alguem, quando quer partir pra algum lugar que não sabe onde fica ou quando tem algum objeto perdido.[inquebrável - volta sempre pro dono][item obrigatório] {by: Afrodite}


♥ Espada do amor - possui a lamina rosa, qualquer um que for atingido por esta fica temporariamente apaixonado pela primeira coisa que ver, dando ao semideus tempo para atacar [opcional] {By:Afrodite}


 

Post: 001 Notas: Frio *o* By: @Lilah!


-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Luce Price - Filha de Afrodite
avatar
Luce Price
Filhos De Afrodite
Filhos De Afrodite

Mensagens : 102
Data de inscrição : 27/03/2013
Idade : 20

Ficha Meio-Sangue
Nível: 5
HP:
102/120  (102/120)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Perséfone em Sab Jul 13, 2013 10:54 am

- ALEXANDER HARVEY -

Ortografia >> Parabéns, não achei nenhum erro de ortografia! 25/25

Coerência >> Não tenho do que reclamar. Você sabe seus pontos fracos. 22/25

Criatividade >> Você realmente me impressionou, gostei bastante do modo como escreve. 20/25

Uso de Armas e Poderes >> Não poderia ter sido melhor! 25/25

TOTAL: 92xp

PERDAS: -2HP E -4MP

* * *

- SANSA STARK -

Ortografia >> Muito bem! Encontrei pequenos erros de digitação, apenas. 19/25

Coerência >> Só acho que você poderia ter sido um pouco mais coerente quanto aos chutes, afinal a monstra poderia ter te pego em algum deles e bem... não ia ser legal. 15/25

Criatividade >> Além de engraçado, não ficou cansativo apesar de não ter sido tão criativo. 22/25

Uso de Armas e Poderes >> Parabéns! 25/25

TOTAL: 81xp

PERDAS: -5HP E -7MP


Última edição por Perséfone em Sab Jul 13, 2013 10:56 am, editado 1 vez(es)

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



....Perséfone/Koré....
Se o inverno chegou, a primavera não estará distante

Deusa das Estações Filha de Deméter Irmã de Despina
avatar
Perséfone
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 378
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 30
Localização : Jardim de Perséfone

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinit
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Jason Blackwood em Sab Jul 13, 2013 12:39 pm

Acordei bem cedo, antes mesmo que a maioria de meus irmãos, o Sol ainda subia ao céu e eu já estava de blusa de manga longa, calça, aljava nas costas e arco nas mãos. Peguei um pedaço de pão que estava na mesa central do chalé e fui para Arena. O acampamento estava calmo, alguns semideuses acordavam ainda, podia se ouvir os barulhos nos chalés de tão silencioso que estava o lugar. Uma névoa pequena era presente com o frio do nascer do Sol. Quíron tomava um café, sentado em sua cadeira de rodas na Casa Grande.


Caminhei para Arena e para minha surpresa não havia ninguém, o que era raro para tantos campistas nessa época de férias. Fui até um alvo móvel, era um autômato para se mover de um lado ao outro com velocidade ajustável, coloquei três em movimento e fui até uma distância de vinte e três metros. Estendi o braço e coloquei uma flecha na corda, minha visão se ajustou aos movimentos dos alvos os deixando mais retardados, puxei uma das cordas e disparei contra o alvo mais lento.


Minha flecha viajou pelo ar e cravou próximo ao centro do alvo, mas não era o resultado que eu queria. Se você pensar que uma das únicas brechas de uma armadura era o centro dos olhos do elmo, devia ser sempre um ataque perfeito uma flecha disparada. Coloquei duas flechas na corda e mirei um novo alvo, o vento começou a aumentar vindo do leste e desviei a rota de minha mira um pouco contra a brisa e disparei. Uma das flechas atingiu o alvo, mas a outra passou raspando apenas cortando a beira de madeira. Praguejei baixo como de costume, esqueci que estava sozinho no local.


Dei um passo para trás e preparei meu último movimento, disparos seguidos em alvos diferentes, sem repetir um alvo para não usar como base para melhorar meu disparo anterior. Puxei o cordão do arco e memorizei os movimentos dos alvos, comecei então a rotina de disparos. Em u pequeno espaço de tempo, minha mão se moveu muito rápido, eu buscava uma flecha na aljava enquanto meus olhos não se perdiam do meu objetivo, tensionava o cordão do arco e disparava, repeti isso dez vezes com um resultado favorável. Sete flechas no alvo, uma riscou o alvo e outras se fincaram na parede, seriam alvos derrubados e mortos agora. Recolhi as flechas envenenadas para que não ocorresse um acidente e voltei ao meu chalé, para acordar os meus irmãos.



Item usado:
*Arco e flecha envenenados - Um arco feito todo em ouro e uma aljava de flechas infinitas. Cada flecha possui um veneno mortal em sua ponta, caso o inimigo receba mais de três flechadas é fatal. Se a pessoa que empunhar o arco não for um filho de Apolo, o arco esquentará e queimará a mão dela.
avatar
Jason Blackwood
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 137
Data de inscrição : 16/04/2013
Idade : 19
Localização : Indo visitar meu pai

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
178/205  (178/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Apolo em Sab Jul 13, 2013 1:20 pm

Luke

Ortografia - 21/25 - Alguns erros na pontuação.

Coerência - 22/25 - Fiquei um pouco confuso no início do treino.

Criatividade - 16/25 - Desculpe, mas não posso dar mais que isso.

Uso de armas e poderes - 15/25 - Podia descrever melhor o uso do arco.


-5HP e -10MP

74XP - Muito bom

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 27
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Pietro Bertolazzo em Sab Jul 13, 2013 3:22 pm






Treino com monstros


 Era manhã, o treino de arco e flecha havia sido encerrado. Eu tinha acordado cedo e passei todo esse tempo sozinho no lago de canoagem olhando as náiades se divertirem e falando com uma ou outra de vez em quando, assim que deu o horário do treino contra monstros eu saí de lá e fui até meu chalé e peguei minhas duas espadas, meu anel e o escudo celestial, logo após me dirigi à arena.

Assim que cheguei ao meu destino, observei as jaulas com monstros, procurando qual seria o melhor adversário... então eu escolhi uma harpia. Lutas no ar eram interessantes, mesmo porque eu não sei voar (o que tornava a batalha um desafio). Abri a jaula dela e na mesma hora ela saiu voando, fazendo um barulho estridente com a boca. Desembainhei minha espada de vinho e ativei meu escudo, que estava sobre disfarce de relógio.

A harpia deu meia volta e se virou contra mim, apontando suas garras extremamente afiadas contra meu corpo. Graças a minha agilidade e habilidade de filho de Dionísio, consegui cortar a garra dela com minha espada no momento certo, se não fosse isso acho que eu teria morrido. Imediatamente a harpia ficou tonta demais pra voar alto, mas ainda conseguia voar baixo, dando voltas na arena... seria cômico se não fosse trágico.

Aproveitei essa chance para persegui-la, guardando minha espada. Fiquei correndo logo abaixo dela e assim que pude lancei água fervente na "barriga" dela. A harpia caiu no chão, com dor.

Aproveitei-me disso e pulei em cima dela, meio que sem pensar no que eu estava fazendo. Estiquei meus dedos e surgiram garras nos mesmos, meu escudo voltou a ser relógio. Usei minhas unhas para cortar as costas do monstro, ouvindo-o gritar desesperadamente. Saí de cima da mulher-galinha e esperei pra ver se ela se levantaria, assim que percebi que ela não oferecia mais perigo, ativei o escudo e acertei a cabeça da harpia com ele. Finalmente, a luta foi finalizada... transformando a minha adversária em pó. 

Respirei fundo e voltei para o lago de canoagem...


 



Onde: Arena ★ Com quem: Harpia ★ Post: 002



Thanks Hermes from PJO Alliance 

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Pietro Bertolazzo



Guerreiro de Poseidon ♫ Filho de Dio  ♫ Monitor do Chalé ♫ Rich and Sexy

Credits: @
avatar
Pietro Bertolazzo
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 209
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 22
Localização : Bebendo no chalé XII

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
199/205  (199/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Hades em Sab Jul 13, 2013 5:24 pm

- Pietro Bertolazzo - 

Ortografia >> Não encontrei nenhum erro, meus parabéns! 25/25

Coerência >> Narrou muito bem a batalha e seus movimentos, mas eu achei que a batalha foi curta demais. Mesmo você sendo um semideus forte e a Harpia um monstro não muito especial, poderia aumentar essa batalha. 20/25

Criatividade >> Seu treino não foi ruim, mas não teve nada de especial, um simples treino mesmo. 20/25

Uso de Armas e Poderes >> Usou bem suas armas e poderes, mas esqueceu de colocar eles no final do treino. Desta vez vou deixar você ganhar alguns pontos, mas se isso se repetir este quesito será zerado. 18/25

TOTAL: 82xp

PERDAS: -0HP E -5MP

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Hades


@ Wonderland Editions

avatar
Hades
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 100
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 33
Localização : Mundo Inferior

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
9999/9999  (9999/9999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Pietro Bertolazzo em Seg Jul 15, 2013 4:36 pm






Treino com monstros


 No dia anterior eu havia prometido a mim mesmo que acordaria cedo para treinar arco e flecha. Mas... o dia estava tão frio e minha cama tão quentinha que não resisti a ficar dormindo. Só levantei faltando quinze minutos para as nove horas, isso porque me lembrei de que não podíamos passar muito tempo dormindo no acampamento. Fui até o banheiro e apenas fiz minha higiene pessoal, meu rosto estava ótimo.

Coloquei meu anel, minha espada de vinho e peguei meu escudo celestial. Saí de meu chalé bem na hora em que os que treinavam arco e flecha saíam da arena. Fui o primeiro a entrar no local assim que descobriram as jaulas com monstros e prepararam a arena para o treino que viria a seguir.

-Também vai batalhar? - Perguntou alguém ao meu lado, era um de meus irmãos.
-Vou sim - Respondi.

Ele sorriu e abriu uma das jaulas, o monstro que ali estava saiu furioso, era um lestrigão e... eu tenho medo de lestrigões.

-Boa sorte! - Ele gritou. Fiquei furioso com a atitude dele, eu não entendi porque ele tinha feito aquilo. Mas não era um bom momento pra pensar nisso, primeiro eu teria que lutar contra aquele monstro horrível. Desembainhei minha espada e ativei meu escudo, avançando em direção ao lestrigão em seguida.

Tentei cravar a espada na barriga dele, mas o ágil gigante conseguiu me empurrar para o lado, caí por cima do meu braço e por sorte não me cortei com a lâmina da minha arma. Me levantei o mais rápido que pude, o lestrigão tentou golpear minha cabeça com um soco, mas consegui me defender com o escudo, afinal, sou tão ágil quanto um felino.

Meio que involuntariamente, eu revidei o monstro com um golpe da minha espada, ele tentou se defender, mas por sorte não tinha arma nenhuma e eu acabei cortando a mão dele, um pouco de sangue gosmento num tom avermelhado saiu da ferida. O lestrigão ficou tonto e acabou cambaleando um pouco para trás.

-Obrigado, pai! - Olhei para os céus... mesmo que meu pai estivesse no acampamento - Vamos limpar essa ferida, grandão! - Provoquei.

Apontei meu anel para o monstro e fiz a água quente jorrar em cima da ferida feita com minha espada. O lestrigão urrou de dor e correu na minha direção, por sorte ele estava lento o bastante para que eu pudesse desviar dele. Avancei mais uma vez com minha espada em mãos, cravando-a nas costas do gigante.

Eu estava cansado, o lestrigão conseguiu puxar a espada das costas dele e jogá-la longe. A minha sorte foi que ele ficou tão tonto que desmaiou ali mesmo, dando chance de eu pegar a espada e assim o matá-lo. Cansado, olhei para a arquibancada, onde estava meu meio-irmão, batendo palmas lentamente.

Armas:
Espada de vinho: Uma espada roxa, feita de bronze celestial com um cabo dourado. Só pode ser empunhada por filhos de Dioniso ou mênades, quando se acerta um golpe no corpo do adversário, produz uma sensação de embriaguez no corpo do oponente, fazendo com que ele fique tonto por 2 turnos. (Item Obrigatório)


⇝ Escudo celestial - Este escudo é muito forte, ele se transforma em um relógio de pulso e quando ativado, você pode fazer com que ele cresça cobrindo seu corpo inteiro. [Obrigatório]


⇝Anel da água - Este anel pode invocar muita água vinda de suas mãos, ao atingir o inimigo, esta água entra em estado fervente e o queima. [Opcional]


 



Onde: Arena ★ Com quem: Lestrigão ★ Post: 003



Thanks Hermes from PJO Alliance 

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Pietro Bertolazzo



Guerreiro de Poseidon ♫ Filho de Dio  ♫ Monitor do Chalé ♫ Rich and Sexy

Credits: @
avatar
Pietro Bertolazzo
Guerreiros de Poseidon
Guerreiros de Poseidon

Mensagens : 209
Data de inscrição : 28/05/2013
Idade : 22
Localização : Bebendo no chalé XII

Ficha Meio-Sangue
Nível: 21
HP:
199/205  (199/205)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por  em Ter Jul 16, 2013 1:48 pm

Pietro Bertolazzo 




Ortografia – 25/25 – Parabéns! Nenhum erro.

Coerência – 23/25 – Gostei da sua batalha, você narrou ela muito bem; mas, acho que poderia descrever mais seus sentimentos no calor da batalha.

Criatividade – 24/25 – Você pouco criativo.

Uso de armas e poderes – 25/25 – Fez bom uso das armas.



TOTAL: 98 XP

PERDAS: -2 HP E -10 MP.

Att por Apolo

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------

Deus dos bosques e dos animais | campos e música rústica | líder dos sátiros e ninfas epigéias
 
Lord Pã
 ~ Liberdade é pouco. O que desejo ainda não tem nome. ~
avatar
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 123
Data de inscrição : 15/07/2013
Idade : 22
Localização : Bosques Tremeluzentes.

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Lucca Q. Winchester em Seg Jul 22, 2013 8:51 am





Primeiro Treino

Antes mesmo de Apolo fazer o dia nascer e de os campistas levantarem para suas atividades, eu já estava a caminho da sala de treinamentos. Enquanto andava comia um sanduíche de atum, nas costas o escudo e preso no cinto, a espada. Com meu humor não muito agradável, optei por treinar sozinho. Depois se eu machucasse alguém teria problemas no acampamento.

Se antes eu já tinha dificuldade pra dormir, agora é que não pregava mesmo o olho. Depois que a pequena foi pra tal missão tudo que eu queria é que ela voltasse viva. Talvez eu devesse ser mais otimista e não subestimá-la, mas ainda assim não conseguia deixar de ficar preocupado. E por isso vim treinar, relaxar um pouco. Também precisava melhorar alguns golpes, fazia um bom tempo que não lutava.

Dei uma olhada superficial pela sala, alguns bonecos destroçados, espadas jogadas em um canto... Por fim avistei um boneco diferente dos outros, devia ser coisa de filhos de Hefesto. Andei em volta dele pra ver se tinha um botão de ligar, esperava algo ao 'estilo exterminador do futuro'.
-Essa coisa inútil só fica parada? - disse irritado, e dei um golpe com a espada em sua testa.

O golpe fez o boneco "viver". Duas lâmpadas vermelhas no lugar dos olhos acenderam e ele levantou um dos braços de metal, o que segurava a espada, atacando em minha direção. Rapidamente retirei o escudo das costas e defendi meu ombro esquerdo, onde o robô queria me ferir. Agora sim o treino ia ficar divertido!

Girei a espada na mão esquerda e depois a joguei para direita. Deferi um golpe na altura da cintura do boneco, porém ele se defendeu com sua espada. Continuei a sequência de ataques aos locais que causariam um bom dano em humanos, e o boneco continuava a se defender.
Ok, agora chega de brincadeiras.

Com o escudo bati na cabeça do robô, poderia ter deixado alguém inconsciente, mas claro que nem fez efeito no boneco. Ele tentou um golpe horizontal rumo meu pescoço. Para me defender, eu abaixei e aproveitei para dar uma rasteira nele. O boneco caiu no chão. Joguei o escudo para o lado e com as duas mãos seguraram a espada, em seguida golpeei-o no peito.
A espada atravessou o robô. Vi as luzes dos olhos piscarem até apagarem-se.
-Game over.

Limpei o suor da testa com a camisa e peguei o escudo jogado no chão. Não sei qual o metal utilizado na construção do boneco, mas minha espada ia precisar ser amolada depois do golpe.
Outros campistas chegaram para treinar, acho que fiquei ali mais tempo do que havia pensado. Saí dali e voltei para o meu chalé. 
[color=#333333]Armas Utilizadas[/color] :
Adaga de Bronze [ Item Padrão ]Escudo Pequeno de Bronze Celestial 

Thanks for Demetria @ MDD

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------



Lucca Q. Winchester
Demigod|Son of Hades |Sexy| Mini-sol<3|


Créditos à The Machine
avatar
Lucca Q. Winchester
Filhos De Hades
Filhos De Hades

Mensagens : 29
Data de inscrição : 21/07/2013
Idade : 20
Localização : Ao lado de meu pai no sub mundo

Ficha Meio-Sangue
Nível: 4
HP:
92/115  (92/115)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Apolo em Ter Jul 23, 2013 11:13 am

Você copiou o treino de outro fórum. Zerado e -10 Pontos de respeito às regras.

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Apolo



Deus do sol, da medicina, da música, da perfeição... ♫ Chato bagarai ♫  Dono do fórum ♫  Hot 8)

Credits: @ Polo
avatar
Apolo
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 630
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 27
Localização : Olimpo

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
99999/99999  (99999/99999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://pjoalliancebr.forumeiros.com.pt/  -qq

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por David J. Gilmour em Qua Jul 24, 2013 6:41 pm

Acordando depois de muito tempo, acho que uns 3 dias, eu me levantei da minha cama, fui pegar roupas no meu armário e vi um tipo de flauta, uma adaga e um cobertor, no lado deles um bilhete com uma letra dizendo:

"Bem-vindo filho, espero que aproveite esses presentes"

Eu peguei eles, deixei na minha cama e fui tomar banho, depois do banho peguei minhas coisas e fui para a loja do acampamento, eu precisava de algumas coisas para me proteger e ali devia ter alguma coisa, quando cheguei lá vi um capacete que parecia ser bom, estava barato até, depois de pagar por ele coloquei ele e fui até a Arena.
Na Arena vi alguns monstros que não havia visto antes, como um tipo de furacão que ficava atacando outros campistas, um escorpião gigante, um animal híbrido com corpo de leão, cabeça de água e asas que achei muito massa! Além de ciclopes, mas primeiro iria "devagar", fui até uma jaula com um Cão Infernal e abri a jaula, já com meu escudo pronto, peguei a Adaga que meu pai me deu, fiquei girando ela em minha mão com nenhuma habilidade, ela quase caiu algumas vezes, mas eu segurei e parei de brincadeira, comecei a andar na direção dele devagar assobiando baixo, eu estava nervoso e ficava alisando o cabo da Adaga com meu dedão, até que eu passei o dedo pela joia vermelha que estava no cabo e sem querer o apertei, quando vi uma espada estava no lugar da Adaga, sem mais ou menos fui em direção do Cão com o escudo para cima porém quando eu fui ele veio também, tentando morder minha perna e mordeu minha calça até rasgar ela, numa reação acabei fazendo um corte com a espada que apenas arranhou a orelha do maldito, ele me largou e ficou rosnando olhando para a espada até de novo vir na minha direção e eu agora estava mais acordado acertei um chute no pescoço dele antes que me mordesse e dei uma estocada nele com a espada e fez um pequeno corte nas costas dele, sem parar fui para cima dele dando vários golpes laterais com a espada, cada vez ele parecia mais lerdo até que estava cheio de cortes, os olhos dele estavam parecendo pesados como se estivesse com sono, mas ele as vezes me acertava uma patada que me cortou na barriga, perna e alguns no braço que eu estava segurando a espada. Fui correndo na direção dele com o escudo na minha frente e acertei ele, isso fez ele voar na direção da parede e corri até ele cortando o pescoço dele com a espada, apenas vi o pó dourado voando pelo ar.
Depois de ganhar dele fiquei vendo mais alguns campistas lutando contra ele e tentando escolher qual monstro eu iria lutar agora, o que me chamou atenção foi um ciclope gritando dentro da jaula dele, eu fui até o portão e olhei para seu único olho e disse:

-E ai olhão, como vai?

Ele urrou como se estivesse com muita raiva, retruquei:

-Tudo bem então.

Abri o portão para ele, mas agora eu tinha que ser rápido e forte, não podia ficar parado para não ser esmagado, fiquei meio que correndo devagar de um lado para outro indo para trás, até chegar na parede, quando senti a parede fria nas minhas costas, vi ele levantar o braço, sua mão enorme parecia estar segurando alguma coisa, até que vi que ele segurava uma clava de madeira sem demorar rolei para o lado ouvindo o baque da madeira contra a parede, quando pensei que a clava havia quebrado vi que a madeira era resistente e fez apenas alguns arranhões na superfície dela, abri minha mão em direção da cabeça do ciclope e fiz penas saírem dela, elas acertaram a região do ouvido até o pescoço, mas ele não pareceu ter sentido, porque só olhou para mim depois de um tempo, eu precisava fazer algo novo para conseguir matar o Olhão, sai correndo de costas e apertei o botão da Espada que voltou a ser uma Adaga, guardei e troquei pela flauta, eu nunca havia tocado, mas meus dedos pareceram se mover sozinhos, enquanto tocava o ciclope veio me atacar com a clava, mas de repente ela parou no ar, como se alguma coisa estivesse bloqueando ela e voltei a tocar a flauta rapidamente, apenas pude ver o olho do ciclope se fechando lentamente, mas apenas um pouco, ele apenas ficou sonolento, então rapidamente troquei a flauta pela adaga, sai correndo e pulei, não sei como, apenas pulei o suficiente para ficar pendurado na barriga dele, ele deu um urro e disse:

-Não acabou ainda!

Apertei o botão vermelho e a Adaga virou uma Espada que expandiu o corte na barriga do ciclope, de repente cai, num monte de poeira dourada.

 
Armas:
Escudo Médio


Ϯ Flauta Mágica: Pode fazer com que usuários mais fracos durmam e com que usuários mais fortes fiquem sonolentos, além de funcionar como um escudo invisível quando for de sua vontade. Se quiser reverter o feitiço basta tocar a canção ao contrário. Dura 2 rodadas. [By: Nyx] (Obrigatório)




Ϯ Adaga Transfiguradora: Uma adaga de prata que pode se transformar em uma espada também de prata quando o botão vermelho no punhal é acionado. A lâmina de ambas as armas causa sonolência no usuário que atinge. [By: Nyx] (Obrigatório)




Elmo Comum

Habilidades:
Visão de águia: Meus filhos tem uma visão perfeito chegando até poder ver a longas distancias e de perto pode ver micro-organismos a olho nu. 




Penas navalhas: Meus filhos podem fazer uma chuva de laminas em formas de penas saírem de suas mãos.
avatar
David J. Gilmour
Cavaleiros das Estações
Cavaleiros das Estações

Mensagens : 49
Data de inscrição : 19/07/2013
Idade : 19

Ficha Meio-Sangue
Nível: 7
HP:
110/130  (110/130)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Convidado em Qui Jul 25, 2013 10:30 am

Atualizado
Ortografia >> Encontrei alguns erros como falta de vírgulas,alguns pontos nos lugares errados e repetição de palavras. Ex: Fui ao banheiro,peguei uma coisa,deixei a coisa na pia e peguei outra coisa = Ta muito coisado isso 18/25
Coerência >> Achei sem sentido um campista de nível 1 lutar contra um cão infernal e logo depois contra um ciclope . Da próxima vez escolha um monstro do seu nível.  15/25
Criatividade >> Seu treino não foi ruim, mas sei que pode fazer melhor 18/25
Uso de Armas e Poderes >> Usou bem suas armas e poderes 20/25


TOTAL: 71xp

PERDAS: -15HP E -10MP

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Levih VanHelsing em Dom Jul 28, 2013 11:26 am

 Era cedo, para quem acorda 12 horas e nessa manhã acordou 9:00, quando Fred saiu de seu chalé ele pegou seu arco e foi direto para a Arena do acampamento, o dia estava claro e aconchegante, Fred vê um instrutor dando algumas explicações sobre os monstra a um semideus do chalé de Atena que escrevia em um bloquinho tudo que o homem falava, ele da bom dia para ambos sem interromper a conversa, ele chega ao bestiário e vejo os monstros que havia dentro do lugar, para começar ele pede ao tratador para retirar um escorpião gigante o homem com uma vara cutuca o bicho que fica super irritado e quando o portão é aberto vai correndo na direção do semideus com suas pinças abrindo e fechando, quando já estava bem próximo de Frederico ele salta para o lado e com seu arco atira contra o bicho, a flecha acerta a carapaça do escorpião a mesma ricocheteia e cai no chão, o escorpião se vira e corre para cima do semideus que corre fazendo um giro de 180º  com a mão faço o bicho ficar um pouco confuso pois uso a luminosidade da área para atordoa-lo aproveito e dou uma flechada no meio de seus olhos, a fera cai ao chão a potencia da flecha é algo surpreendente pois faz um pequeno e fatal furo no local onde deveria estar o crânio da fera e logo a mesma vira puro pó, limpa a sujeira de sua roupa e segue indo embora, estava um pouco sem vontade de continuar uma luta e foi para seu chalé tomar um banho.




Habilidades e Armas:

*Arco e flecha envenenados - Um arco feito todo em ouro e uma aljava de flechas infinitas. Cada flecha possui um veneno mortal em sua ponta, caso o inimigo receba mais de três flechadas é fatal. Se a pessoa que empunhar o arco não for um filho de Apolo, o arco esquentará e queimará a mão dela. [Obrigatório]

[b style="margin: 0px; padding: 0px; color: rgb(255, 204, 102); font-family: Verdana; font-size: 11px; line-height: 14.296875px; background-color: rgb(0, 0, 0);"]Luminocinese I: Você é capaz de fazer algumas coisas com a luz, como modificá-la para atrapalhar a visão do inimigo.[/b]
avatar
Levih VanHelsing
Filhos De Hécate
Filhos De Hécate

Mensagens : 44
Data de inscrição : 23/04/2013

Ficha Meio-Sangue
Nível: 5
HP:
83/120  (83/120)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Jardel L. Heavensbee em Dom Jul 28, 2013 11:27 am


Arena 2: Treino Com Alvos
 Eu tenho que fazer issopensei comigo mesmo; fazia algum tempo que eu não ia à arena, dessa vez eu iria praticar com meu novo arco que ganhei na minha missão; sempre gostei de arco e flecha, pena que nunca fui tão bom – vou mudar essa situação hoje!
Eu tinha acabado de voltar dos estábulos, foi bem legal ajudar eles, e principalmente o contato com os animais. Eu caminhava lentamente e percebi que já era 17h, o treinamento com arco e flechas ia até às 18h; saí correndo em direção ao chalé de Deméter. Tomei banho e comi uma maçã apressadamente; quando estava quase saindo, tive que voltar até minha cama para buscar meu Arco das Estações.

Chegando à arena, vi que ela estava um pouco vazia, havia apenas alguns filhos de Éolo e Dionísio; provavelmente os filhos de Apolo não gostavam muito do anoitecer, e hoje por coincidência anoiteceu mais rápido. Enquanto caminhava na direção de um alvo desocupado, agradeci por nenhuma flecha quase me acertar no caminho.

Logo chego a meu alvo, tiro meu arco das costas e sinto uma imensa felicidade por finalmente ter vindo praticar combate à distância. Percebo que alguns campistas me olham de soslaio – isso não vai abalar minha confiança. Olho fixamente para o centro amarelo do alvo e tiro a primeira flecha da minha aljava, preparo o arco e lanço, infelizmente ou felizmente ela encostou-se ao centro, mas não o suficiente; preparo outra flecha, dessa vez ela entra um pouco mais no pequeno círculo amarelo, isso pra mim ainda não era o suficiente.

Já tinha feito duas tentativas e nenhuma tinha sido boa o suficiente; na terceira eu me irritei um pouquinho e sem querer lancei uma flecha do Verão. Vi os semideuses ali restantes ficarem um pouco assustados ao verem o alvo em chamas, corei um pouco e fui para outro alvo. 
Preparei outra flecha e fiquei encarando meu novo inimigo, respirei fundo, fechei os olhos e lancei; fiquei alguns segundos ouvindo o silvo da flecha indo em direção ao alvo. Ouvi o som do encontro, e quando abri os olhos fiquei surpreso e feliz ao ver que tinha conseguido atingir o centro perfeito.

Não tive muito tempo para comemorar ou ficar atônito, logo já vinham pessoas retirar os alvos e preparar a arena para o combate com monstros. Vou saindo com um sorriso estampado no rosto; olho para o céu, a noite está linda; agradeço a minha senhora e rainha da noite Nyx. 



Armas:

Arco das estações: Arco feito de aço, suas flechas normais são de bronze sagrado. Por seu portador ser filho de uma das deusas das estações do ano, as suas flechas podem variar de acordo com a sua vontade em: Primavera, flechas de terra, paralisam seu oponente; Verão, flechas de fogo, queimam seu inimigo; Outono, flechas de ar, manda seu adversário para trás; Inverno, flechas de gelo, congelam seu alvo. (Todos os efeitos, com exceção do Outono, duram apenas um turno; e só podem ser utilizados uma vez por batalha.)[Recompensa pela missão "Procurando Nemo"] [By: Perséfone]

Poderes:
Perícias IV: Os guerreiros de Nyx possuem perícia com arcos, mas nada equiparado aos filhos e seguidores dos deuses arqueiros como Apolo, Eros e Ártemis.


"LEGENDA"
NARRAÇÃO - PENSAMENTO

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------

son of deméter | guer. do sol | mano da brit e do allen | monitor do chalé
 
Jardel Lugema Heavensbee
 ~ A palavra é meu domínio sobre o mundo. ~
avatar
Jardel L. Heavensbee
Guerreiros do Sol
Guerreiros do Sol

Mensagens : 148
Data de inscrição : 19/06/2013
Idade : 20
Localização : Chalé 4, Acampamento Meio-Sangue.

Ficha Meio-Sangue
Nível: 22
HP:
175/185  (175/185)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por  em Dom Jul 28, 2013 11:46 am

 Frederico H. Fray


Ortografia - 25/10 - Teve vários erros ortográficos e de pontuação.
Coerência - 25/10 - Os erros citados acima dificultaram bastante o entendimento do seu texto, mas principalmente a falta de mais parágrafos.
Criatividade - 25/15 - Se não houvessem os erros, seu treino seria bastante criativo.
Uso de armas e poderes - 25/15 - Você não citou muito os usos das armas e poderes do seu progenitor.


Ganhos: 50 XP.
Perdas: -2 HP e -5.

 Atualizado por Apolo

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------

Deus dos bosques e dos animais | campos e música rústica | líder dos sátiros e ninfas epigéias
 
Lord Pã
 ~ Liberdade é pouco. O que desejo ainda não tem nome. ~
avatar
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 123
Data de inscrição : 15/07/2013
Idade : 22
Localização : Bosques Tremeluzentes.

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Hades em Dom Jul 28, 2013 11:49 am

Jardel

Ortografia >> Não encontrei quase nenhum erro de ortografia, parabéns. 23/25

Coerência >> Ficou um pouco sem sentido você falar que não era muito bom com o arco e depois ir acertando os alvos com facilidade, mas nada mais que isso. 18/25

Criatividade >> Seu treino não foi ruim, mas foi bastante comum 18/25

Uso de Armas e Poderes >> Usou bem suas armas e poderes 22/25

81 Exp 

-10 de MP


 Atualizado

-------------------------------- PJ ϟ Olympian Alliance --------------------------------


Hades


@ Wonderland Editions

avatar
Hades
Deuses Olimpianos
Deuses Olimpianos

Mensagens : 100
Data de inscrição : 25/03/2013
Idade : 33
Localização : Mundo Inferior

Ficha Meio-Sangue
Nível: Infinito
HP:
9999/9999  (9999/9999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena do acampamento

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum